Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18021
Document type: Tese
Access type: Acesso Aberto
Title: Cartografias do discurso: a constituição de um dispositivo de TDAH
Author: Franceschini, Bruno
First Advisor: Fernandes, Cleudemar Alves
First member of the Committee: Hashiguti, Simone Tiemi
Second member of the Committee: Dorne, Vinicius Durval
Third member of the Committee: Assunção, Karina Luiza de Freitas
Fourth member of the Committee: Barbosa, Pedro Luis Navarro
Summary: Esta tese destina-se a analisar a maneira como se dá a constituição discursiva de um dispositivo de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) e da construção discursiva da identidade do aluno hiperativo por meio da análise de artigos científicos publicados em periódicos de comunicação científica que tratam, em diferentes domínios da ciência, da conceituação, do diagnóstico e das formas de tratamento do TDAH e do sujeito aluno hiperativo. Os artigos selecionados para análise são classificados, segundo a avaliação feita pela CAPES – Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior –, como Qualis A1 e A2. A respeito das diferentes áreas científicas relacionadas a essa temática, os artigos são oriundos das áreas da Psiquiatria, Neurologia, Pediatria, Farmácia, Fonoaudiologia, Psicologia, Pedagogia e Psicopedagogia. Como aporte teórico, utilizam-se os estudos de Michel Foucault como norte teórico e mobiliza-se, em especial, o conceito de dispositivo, noção que possibilita apreender o tema nesses diferentes campos e permite descrever as regularidades discursivas presentes nos enunciados a serem analisados, os quais são divididos em quatro capítulos de discussão teórica-analítica. Nesses quatro capítulos, os enunciados são analisados em perspectiva arquegenealógica, isto é, em um primeiro momento, discutem-se as condições de possibilidade do discurso sobre o TDAH e sobre o aluno hiperativo a partir da emergência dos Manuais Diagnósticos (DSM). Já no segundo capítulo, a análise recai sobre a rede de formulações envolvidas na construção discursiva da identidade do aluno hiperativo com vistas a descrever o funcionamento discursivo do saber que circula no domínio da saúde. No terceiro capítulo, trabalha-se a problemática do poder envolvida nessas formulações, de modo a observar como ocorre a constituição do corpo do aluno hiperativo por meio do olhar médico. Por fim, no quarto capítulo teórico-analítico, descreve-se o processo de objetivação e de subjetivação do aluno hiperativo sob a perspectiva da arquegenealogia do olhar médico, bem como aquilo que diz respeito à docilização e à normalização do corpo desse sujeito da educação. Assim, de modo a compreender como a identidade do aluno hiperativo é produzida na/pela linguagem, desenvolve-se este estudo tendo como conceito principal a noção de dispositivo, conceito complexo e carente de aprofundamento teóricoanalítico, com vistas a explicitar sua proficuidade aos estudos em Análise de Discurso e à obra de Michel Foucault. No que diz respeito à arqueologia, discute-se como a escola e o hospital, enquanto espaços institucionais, produzem discursos sobre quem é esse sujeito da educação que é tomado como objeto de saberes que o caracterizam, respectivamente, como um sujeito indisciplinado e doente, que necessita de tratamento especializado. Já na genealogia, analisamos como o poder atravessa essas instituições e governa os sujeitos – sejam estes o professor, o médico ou o hiperativo. Assim, nesta tese empreende-se uma análise do funcionamento discursivo do processo de subjetivação do aluno hiperativo, tendo em vista a operacionalização de um Dispositivo de TDAH em artigos científicos visando a compreender os efeitos de sentido desses discursos. Os resultados obtidos apontam que, além da constituição identitária do aluno hiperativo como um sujeito que necessita de atendimento educacional e médico especializado, o Dispositivo de TDAH se forma a partir da convergência do objeto e do campo associado para a produção de discursos sobre o TDAH e o sujeito aluno hiperativo.
Abstract: This dissertation addresses the discursive constitution of an Attention Deficit and Hyperactivity Disorder (ADHD) device and the hyperactive student identity construction through scientific papers analysis retrieved from scientific magazines which are related to, in different science domains, the conceptualization, the diagnosis and the treatment of ADHD and of the subject hyperactive student. The selected articles are classified, according to CAPES –Coordination for the Improvement of Higher Education Personnel – as Qualis A1 and A2. Regarding to the different scientific areas related to this theme, the articles come from Psychiatry, Neurology, Pediatrics, Pharmacy, Phonoaudiology, Psychology, Pedagogy e Psychopedagogy. As a theoretical basis, it is used Michel Foucault studies, specially, it is discussed the concept of device (apparatus), a notion that makes possible to apprehend the theme in these different areas and allows the description of the discursive regularities present in the statements to be analyzed, which are divided in four theoretical-analytic chapters. In these four chapters, the statements are analyzed in an archaeo-genealogical perspective, that is, in a first step, it is discussed the conditions of possibility of the discourse about ADHD and the hyperactive student from the emergence of the Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders (DSM). In the second one, the analysis deals with the network formulations involved in the discursive construction of the hyperactive student identity aiming to describe the discursive functioning of knowledge that circulates in the domain of health discourses. The third chapter focuses on the issues of power related to these formulations in order to observe how the hyperactive student’s body is constituted through the medical eye. In the fourth chapter, it describes the process ofobjectification and the subjectification of the hyperactive studentin a medical eye archaeo-genealogical perspective, as well as what is related to the docilization and normalization of the body of this scholar subject. Thus, in order to comprehend the way the hyperactive student identity is produced in and through language, this study is carried out by developing the concept of device (apparatus), which is a complex concept and lacking in theoreticalanalytical deepening, looking forward to show its usefulness to Discourse Analysis studies and the work of Michel Foucault. When it comes to archaeology, this study discusses how the school and the hospital, as institutions, produce discourses about who this scholar subject is and how this subject is taken as an object of knowledges that characterize the hyperactive, respectively, as an undisciplined and impaired subject who needs specialized treatment. Regarding to genealogy, it is analyzed how power crosses these institutions and governs subjects - be they the teacher, the physician, or the hyperactive student. Thus, this dissertation undertakes an analysis of the discursive functioning of the hyperactive student subjectification process inthe operationalization of an ADHD device in scientific papers looking forward to comprehend the meaning effects in these discourses. The results show that, in addition to the identity constitution of the hyperactive student as a subject that requires specialized educational and medical care, the ADHD device (apparatus) is formed from the convergence of the object and the associated field for the production of discourses on ADHD and subject hyperactive student
Keywords: Linguística
Análise do discurso
Cartografia
Transtorno do Deficit de Atenção com Hiperatividade
Dispositivo
Prática discursiva
TDAH
Objetivação
Discourse analysis
Device (apparatus)
Discursive practice
ADHD
Objectification
Cartography
Area (s) of CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos
Quote: FRANCESCHINI, Bruno. Cartografias do discurso: a constituição de um dispositivo de TDAH. 2017. 153 f. Tese (Doutorado em Estudos Linguísticos) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18021
Date of defense: 13-Jan-2017
Appears in Collections:TESE - Estudos Linguísticos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CartografiasDiscursoConstituicao.pdfTese3.16 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.