Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17972
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Usos hegemônicos e não hegemônicos do território no sudeste do Pará: a moderna mineração e o circuito inferior da economia urbana em Parauapebas
metadata.dc.creator: Reis, Walison Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: Pereira, Mirlei Fachini Vicente
metadata.dc.contributor.referee1: Gomes, Marcos Antônio Silvestre
metadata.dc.contributor.referee2: Oliveira Júnior, Antônio de
metadata.dc.description.resumo: Este estudo descreve e analisa o processo de modernização do Sudeste do Pará a partir da década 1950 decorrente das diretrizes geopolíticas do Estado de integrar o território amazônico a economia nacional e internacional por meio da exploração das potencialidades dos seus bens naturais. O município de Parauapebas emancipado de Marabá no fim da década de 1980 surge como resultado concreto das estratégias economicistas do Estado, por meio das relações de poder estabelecidas com a extração e exportação de minério de ferro comandada pela ex-estatal CVRD - atualmente denominada Vale S.A. - Parauapebas tem conjugado as contradições das atividades modernas da política mineradora, focadas no comércio exterior, e as pequenas atividades não modernas, pouco capitalizadas e de baixa organização, enraizadas à vida local da cidade e/ou da região, constituindo, desse modo, um espaço antagônico. Assim, a proposta desta pesquisa consiste em detalhar e compreender a dinâmica urbana de Parauapebas sob a ótica da teoria dos circuitos da economia urbana, formulada por Milton Santos (2008) que segmenta o espaço urbano dos países subdesenvolvidos em circuito superior e inferior. As pequenas atividades comerciais e de prestação de serviços analisadas nos bairros Cidade Nova e Rio Verde permitem delinear esse espaço de incoerências, bem como compreender as expressões do circuito inferior da economia urbana realizadas pela população excluída da moderna indústria de mineração, indiferente à realidade local e poupadora de mão de obra.
Abstract: This study describes and analyzes the process of modernization of the Southeastern part of Pará since the early 1950's due to geopolitical guidelines of the State towards the integration of the Amazon's territory to the national and international economy by exploiting the potential of its natural resources. The municipality of Parauapebas, emancipated from Marabá at the end of the 1980s, emerged as a concrete result of economistic strategies of the state, through the relations of power established with the extraction and export of iron ore, led by former state company CVRD - now called Vale SA. - Parauapebas has combined the contradictions of modern activities of mining policy, focused on foreign trade, and small non - modern activities, thinly capitalized and poorly organized, rooted to the local life of the city and/or region, thereby constituting an antagonistic space. Thus, the purpose of this research is to drill down and understand the urban dynamics of Parauapebas from the perspective of the Theory of Two Circuits of Urban Economics, formulated by Santos (2008), that segments the urban areas of developing countries into Upper and Lower Circuits.Small commercial activities and services, analyzed in neighborhoods New Town and Rio Verde, allowed for a delineation on the inconsistencies, as well as a comprehension of the expressions of the lower urban economy circuit, brought forth by the excluded population of modern mining industry, which is indifferent to the local reality, and confined in terms of manpower.
Keywords: Geografia
Minas e recursos minerais - Parauapebas (PA)
Economia urbana - Parauapebas (PA)
Companhia Vale do Rio Doce
Modernização
Sudeste do Pará
Mineradora Vale S.A. Parauapebas
Modernization
Southeast of Pará
Mining company Vale. S.A. Parauapebas
Lower Circuit
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Geografia
Citation: REIS, Walison Silva. Usos hegemônicos e não hegemônicos do território no sudeste do Pará: a moderna mineração e o circuito inferior da economia urbana em Parauapebas. 2016. 191 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17972
Issue Date: 7-Dec-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
UsosHegemonicosNãoHegemonicos.pdfDissertação85.58 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.