Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17941
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Tradução, adaptação transcultural e validação do banco de itens mobilidade pediátrica do Patient-Reported Outcomes Measurement Information System (PROMIS®) para a língua portuguesa
metadata.dc.creator: Kaminice, Aline Tavares Duarte
metadata.dc.contributor.advisor1: Morales, Nívea de Macedo Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Mendonça, Tânia Maria da Silva
metadata.dc.contributor.referee1: Andrade, Dalton Francisco de
metadata.dc.contributor.referee2: Paro, Helena Borges Martins da Silva
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho teve como objetivo traduzir, adaptar transculturalmente e validar o Banco de Itens Mobilidade Pediátrica do Patient-Reported Outcomes Measurement Information System (PROMIS®) para a língua portuguesa. O processo de tradução foi acompanhado pelos coordenadores do PROMIS® e contou com oito etapas, conforme o Assessment Methodology of Chronic Disease Therapy (FACIT), que utiliza um processo de tradução universal. Essa metodologia possibilitou a manutenção semântica e conceitual do Banco de Itens em sua versão para a língua portuguesa. A versão final foi autoaplicada em 1019 participantes. O processo de validação consistiu na verificação das propriedades psicométricas para avaliação da adequação do conteúdo linguístico e cultural dos itens para a população brasileira e incluiu as análises da qualidade dos dados, da confiabilidade e da validade, além da calibração dos itens por meio da Teoria de Resposta ao Item. Não houve alteração na estrutura semântica e conceitual do banco de itens Mobilidade Pediátrica do PROMIS® entre o pré-teste e a versão final. Na avaliação da qualidade dos dados, observaram-se efeito piso em oito itens e efeito teto em todos os itens. O instrumento apresentou confiabilidade adequada, demonstrada por meio do coeficiente alfa de Cronbach e do Coeficiente de Correlação Intraclasse, ambos superiores a 0,97. As cargas fatoriais foram representativas, indicando um bom ajuste dos itens ao modelo. Responderam às mesmas categorias de resposta nas extremidades do continuum do traço latente 484 participantes; e 929 respondentes escolheram a mesma categoria de resposta no item 4190R1 – “Eu consegui virar a cabeça toda para o lado”. Em função da concentração das respostas nas categorias extremas, o Item 4190R1 e os dados de 484 participantes foram excluídos para realizar a calibração das propriedades psicométricas por meio das análises da TRI. A versão para a língua portuguesa do Banco de Itens Mobilidade Pediátrica do PROMIS® apresentou correspondência com os itens originais após o processo de tradução e adaptação transcultural, confirmada por meio da avaliação de suas propriedades psicométricas.
Abstract: This study aimed to translate into Portuguese, culturally adapt and validate the Pediatric Mobility Item Bank of the Patient-Reported Outcomes Measurement Information System (PROMIS®). The coordinators of PROMIS® followed the universal translation process based on the Functional Assessment of Chronic Disease Therapy (FACIT), which consisted of eight stages. This methodology promoted the semantic and conceptual maintenance of this item bank from English to Portuguese. The final version was a self-applied questionnaire, which 1019 participants answered. The validation process consisted in checking the psychometric properties to assess the adequacy of the linguistic and cultural content of the items for the Brazilian population and included the analysis of data quality, reliability, validity, and calibration of the items through the Item Response Theory. The semantic and conceptual structure of PROMIS® Pediatric Mobility Item Bank did not change between the pretest and the final version. In the assessment of the data quality, we observed floor effect in eight items and ceiling effect in all items; the instrument presented adequate reliability demonstrated by means of the Cronbach's alpha coefficient and the intraclass correlation coefficient, both higher than 0.97. The factor loadings were representative, which indicates that the items fitted well to the model. Among the participants, 484 answered the same response categories at the ends of the latent trait continuum, and 929 respondents chose the same answer category in the item 4190R1 - "I could turn the whole head to the side”. Depending on the concentration of responses in the extreme categories, the item 4190R1 and the 484 participants were excluded to perform the calibration of the psychometric properties through the IRT analysis. The version for the Portuguese PROMIS® Pediatric Mobility Item Bank presented correspondence with the original items after the process of translation and cultural adaptation confirmed by the evaluation of the psychometric properties.
Keywords: Ciências Médicas
Qualidade de vida
Doenças crônicas
Limitação da mobilidade
Qualidade de Vida
Tradução
Estudos de validação
Mobility limitation
Quality of Life
Chronic Disease
Translation
Validation studies
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde
Citation: KAMINICE, Aline Tavares Duarte. Tradução, adaptação transcultural e validação do banco de itens mobilidade pediátrica do Patient-Reported Outcomes Measurement Information System (PROMIS®) para a língua portuguesa. 2016. 69 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17941
Issue Date: 24-May-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TraducaoAdaptacaoTranscultural.pdfDissertação1.45 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.