Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17283
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Impactos da percepção de saúde organizacional no bem-estar no trabalho
Author: Hernandez, Juliana Donato
First Advisor: Gomide Junior, Sinésio
First member of the Committee: Ferreira, Maria Cristina
Second member of the Committee: Martins, Maria do Carmo Fernandes
Summary: Investigar o que proporciona bem-estar ao indivíduo no ambiente de trabalho tem surgido como tema de interesse para pesquisadores e profissionais. Isto se deve ao fato de que o contexto organizacional mudou drasticamente nas últimas décadas e o entendimento que o profissional possui em relação ao que esperar da organização também mudou. Atualmente, além de receber a recompensa pelo trabalho realizado, o indivíduo espera sentir-se reconhecido e satisfeito, além de encontrar crescimento pessoal e profissional. Com isso, é imprescindível que a organização entenda como sua saúde influencia os vínculos que seu funcionário irá desenvolver em relação a ela e ao seu trabalho. Dessa forma, este estudo teve como objetivo testar um modelo que considerava a Percepção de Saúde Organizacional como antecedente de Bem-Estar no Trabalho. Para isso, considerou-se o conceito de Bem-Estar no Trabalho proposto por Siqueira e Padovam (2004) e a variável Percepção de Saúde Organizacional (Gomide Jr. e Fernandes, 2007). A amostra foi composta de 160 empregados de diferentes empresas e segmentos. Para testar o modelo foram realizadas duas análises de regressão múltiplas Stepwise. O modelo proposto foi confirmado. Os resultados foram discutidos e foi proposta uma pauta para investigações futuras.
Abstract: Investigating what makes for a person s wellbeing in the work place has been the topic of many studies and professionals. This is due to the fact that the organizational climate has changed dramatically over the past decades and a professional s understanding of what to expect from the organization has also changed. Today besides receiving compensation for the work done, an individual also expects to feel recognized and satisfied, as well as he or she expects to find personal and professional growth. Due to this, it is essential for the organization to understand how its health impacts on the bonds its employee will develop in relation to the organization and his or her job. The present study aims at testing a model which considered the Organizational Health Perception as an antecedent to the Wellbeing at work. In order for that, we have considered the concept of wellbeing at work as proposed by Siqueira and Padovam (2004) and the variable Perception of Organizational Health (Gomide Jr. and Fernandes, 2007). The sample comprises of 160 employees from different companies and segments. In order to test the model, we conducted two Stepwise multiple regression analysis. The proposed model was confirmed. The results were discussed and an agenda for future investigations was proposed.
Keywords: Comportamento organizacional
Bem-Estar no trabalho
Percepção de saúde organizacional
Organizational behavior
Wellbeing at work
Organizational health perception
Trabalho - Aspectos psicológicos
Comportamento organizacional
Satisfação no trabalho
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
Country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Institution Acronym: UFU
Department: Ciências Humanas
Program: Programa de Pós-graduação em Psicologia
Quote: HERNANDEZ, Juliana Donato. Impactos da percepção de saúde organizacional no bem-estar no trabalho. 2007. 84 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2007.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17283
Date of defense: 14-Sep-2007
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Juliana Donato.pdf595.38 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.