Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17232
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Distorções cognitivas em pacientes oncológicos : psicoeducação por meio dos coping cards
metadata.dc.creator: Santana, Vanessa Souza
metadata.dc.contributor.advisor1: Lopes, Renata Ferrarez Fernandes
metadata.dc.contributor.referee1: Montagnero, Alexandre Vianna
metadata.dc.contributor.referee2: Domingos, Neide Aparecida Micelli
metadata.dc.description.resumo: O objetivo desta pesquisa foi construir um instrumento baseado na psicoeducação de distorções cognitivas associadas à experiência do câncer, adaptando-se a técnica cartões de enfrentamento (coping cards) de J. Beck para o tratamento psicoterápico de pacientes oncológicos. A partir da psicoeducação, o instrumento busca avaliar distorções cognitivas e psicoeducar pacientes com câncer através de crenças neutralizadoras que atuem na reestruturação de pensamentos distorcidos comumente observados neste contexto. Sentenças contendo elementos relacionados com as distorções cognitivas catastrofização, raciocínio emocional, polarização, abstração seletiva, leitura mental, rotulação, desqualificação do positivo, personalização, hipergeneralização, imperativo e questionalização foram construídas. O método utilizado para verificar a presença de distorções de pensamento e crenças neutralizadoras foi uma prova de juízes, dividida em duas partes, A (análise de distorções cognitivas) e B (análise de crenças neutralizadoras). Vinte psicólogos especialistas em terapia cognitivo-comportamental (5 deles atuantes em Psicologia da Saúde) participaram neste estudo. Os participantes foram solicitados a responder à Parte A (22 questões) e B (22 questões) e um questionário de dados gerais, ambos informatizados. O teste binomial mostrou que tanto a Parte A quanto a Parte B são válidas para medir distorções cognitivas e crenças neutralizadoras, com alfas de Cronbach acima de 0,7. A análise proporcional das distorções cognitivas relacionadas com o câncer demonstrou que são suscetíveis a uma grande variedade de distorções, complementares umas às outras, especialmente quando julgadas por psicólogos da saúde. Novos estudos devem investigar a prevalência de certas distorções cognitivas em pacientes oncológicos, envolvendo o teste deste instrumento, melhorando o trabalho terapêutico com o uso de estratégias mais adaptativas no tratamento do câncer e a detecção de crenças limitantes nesse processo.
Abstract: This research aimed to build an instrument based on psychoeducation of cognitive distortions associated with cancer experience, through the adaptation of J. Beck s coping cards technique for the psychotherapeutic treatment of cancer patients. Starting from the psychoeducation, the instrument assessed cognitive distortions and psychoeducated cancer patients through the neutralizing beliefs that work in the restructuring of distorted thoughts commonly observed in this context. So, sentences containing elements related to cognitive distortions catastrophizing, emotional reasoning, polarization, selective abstraction, mental reading, labeling, disqualification of the positive, customization, hipergeneralization, imperative and questionalization were built. The method used to verify the presence of thought distortions and neutralizing beliefs was a proof of judges divided into two parts, A (analysis of cognitive distortions) and B (analysis of neutralizing beliefs). Twenty psychologists experts in cognitive-behavioral therapy (5 of them working in Health Psychology) took part in this study. Participants were required to answer Part A (22 questions) and Part B (22 questions) and a general data questionnaire, both computerized. The binomial test showed that both Part A and Part B are valid to measure cognitive distortions and neutralizing beliefs, with Cronbach alpha above 0.7. The proportional analysis of the cancer-related cognitive distortions showed that they are susceptible to a wide variety of distortions, which show complementary to each other, especially when judged by health psychologists. New studies should investigate the prevalence of certain cognitive distortions in cancer patients, involving the testing of this instrument, improving the therapeutic work with use of more adaptive strategies in treatment of cancer and the detection of limiting beliefs in this process.
Keywords: Terapia cognitivo-comportamental
Psicoeducação
Pacientes oncológicos
Cognitive-behavioral therapy
Psychoeducation
Cancer patients
Terapia cognitiva
Terapia do comportamento
Câncer - Pacientes - Psicologia
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Psicologia
Citation: SANTANA, Vanessa Souza. Distorções cognitivas em pacientes oncológicos : psicoeducação por meio dos coping cards. 2015. 147 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17232
Issue Date: 9-Apr-2015
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DistorcoesCognitivasPacientes.pdf18.54 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.