Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17000
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Influência do número de implantes, tipos de conexão e condições de carga, no ambiente biomecânico de reabilitações totais mandibulares
Author: Sousa, Ravel Miranda de
First Advisor: Fernandes Neto, Alfredo Júlio
First coorientator: Simamoto Júnior, Paulo Cézar
First member of the Committee: Silva, Wander José da
Second member of the Committee: Pessoa, Roberto Sales e
Summary: O objetivo deste estudo foi avaliar a influência do número de implantes, tipo de conexão protética e condições de carga no ambiente biomecânico de reabilitações totais mandibulares suportadas por implantes osseointegrados. Para isso, modelos em elementos finitos de uma mandíbula totalmente edêntula foram obtidos a partir de uma tomografia computadorizada e os modelos de implantes Ø 3,8 x 13 mm, pilares, parafusos de pilares, barra e parafusos de retenção da barra foram construídos. Diferentes configurações de implantes (3, 4 e 5 implantes) e condições de carga (simétrica, unilateral e posterior com diversas magnitudes) foram simulados para ambas as conexões protéticas hexágono externo (HE) e cone-Morse (CM), totalizando 42 modelos. Foram avaliados o pico equivalente de deformação (deformação EQV) no osso e o pico de tensão von Mises (tensão EQV) nos parafusos dos pilares e nos parafusos de retenção da barra. Considerando-se a mesma condição de carga, foram observados níveis de deformação óssea significativamente maior para a conexão protética HE, comparado com a conexão protética CM. O número de implantes não tem uma influência significativa nas magnitudes de deformação no osso, para nenhum dos tipos de conexão protética. Em relação às tensões EQV nos parafusos dos pilares, a conexão protética do tipo CM apresentou valores significativamente mais baixos de tensões, em comparação com a conexão protética HE. Já em relação aos parafusos de retenção da barra, a conexão CM apresentou maiores valores em relação a conexão protética HE. A tensão EQV no sistema dos implantes (isto é, parafusos dos pilares e parafusos de retenção da barra) tem uma relação inversa com o número de implantes. A conexão protética do tipo cone-Morse diminui significativamente os níveis de deformação no osso peri-implantar e as tensões EQV nos parafusos dos pilares, porém, apresentou maiores tensões EQV nos parafusos de retenção da barra. Um número menor de implantes para reabilitações totais inferiores aumenta as tensões nos parafusos dos pilares e nos parafusos de retenção da barra. Ajustes balanceados da carga melhoram a biomecânica de reabilitações totais mandibulares.
Abstract: The aim of this study to evaluate the influence of different implant numbers, connection types and loading conditions on the biomechanical behavior of mandibular full-arch implant-supported rehabilitation in delay loaded protocol. Computer tomography based finite element models comprising a totally edentulous mandible and Ø 3.8 x 13-mm implants, abutments, abutment screws, bar retaining screw and bar were constructed. Different implant configurations (3, 4 and 5 implants) and loading conditions (symmetrical, unilateral and posterior with diverse loading magnitudes) were simulated for both external hex (EH) and Morse-taper connections (MT). Were evaluated peak equivalent strain (EQV strain) in the bone and the peak von Mises stress (EQV Stress) in abutment screw and bar retaining screw. Considering the same loading design, a significantly higher bone strain levels were observed for EH, comparing to MT connection. Implant number do not have a significant influence on strain magnitudes in bone, for neither the connection types. Regarding the EQV Stress in abutment screw, MT connection type presented significantly lower stress values, comparing to EH connection. The EQV stress in implant system (i.e. abutment screw and bar retaining screw) has an inverse relationship with the implant number. Morse-taper connection type significantly decreases the strain levels in periimplant bone and the EQV stress in abutment screw, however, showed higher EQV stresses in the retaining screws of the bar. A smaller number of implants in an inferior full-arch rehabilitation rather increase the stress in abutment and bar retaining screws. Balanced adjustments of the loading improve the biomechanics of an mandibular full-arch rehabilitation.
Keywords: Implantes dentais
Mandíbula edêntula
Análises em elementos finitos
Dental implants
Edentulous mandible
Finite element analysis
Implantes dentários
Mandíbula
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
Language: por
Country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Institution Acronym: UFU
Department: Ciências da Saúde
Program: Programa de Pós-graduação em Odontologia
Quote: SOUSA, Ravel Miranda de. Influência do número de implantes, tipos de conexão e condições de carga, no ambiente biomecânico de reabilitações totais mandibulares. 2014. 47 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2014.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/17000
Date of defense: 27-Feb-2014
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
InfluenciaNumeroImplantes.pdf2.07 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
InfluenciaNumeroImplantes_ficha.pdf72.49 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.