Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16972
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Periósteo como opção de tratamento das perfurações da membrana sinusal em procedimentos de levantamento do soalho do seio maxilar
Author: Oliveira, Hany Angelis Abadia Borges de
First Advisor: Dechichi, Paula
First member of the Committee: Costa, José Mariano Carvalho
Second member of the Committee: Cordeiro, Mirna Scalon
Summary: A elevação do seio maxilar é uma técnica cirúrgica que visa aumentar o volume ósseo em maxila atrófica, com osso autógeno e/ou biomateriais, com a finalidade de inserir implantes dentais. Esse procedimento pode levar a algumas complicações, como sangramento, infecção do seio maxilar, deiscência da ferida, sinusite crônica e perda do enxerto. A maioria destas complicações podem estar relacionadas com a perfuração da membrana sinusal, com ocorrência de 10 a 35%, o que compromete a utilização de enxertos particulados. Diferentes técnicas são propostas para obliterar a perfuração sinusal, tal como dobrar ou suturar a membrana, utilização de um adesivo de cianoacrilato, cola de fibrina, plasma rico em fatores de crescimento, membrana de colágeno e enxerto de conjuntivo. As membranas de colágeno reabsorvíveis têm sido o método mais utilizado para o tratamento de perfuração da membrana sinusal. Este biomaterial funciona como uma barreira mecânica que evita a invasão do tecido conjuntivo e epitelial para o interior da cavidade óssea. Considerando que o periósteo é uma membrana de colágeno, ele poderia ser utilizado para o tratamento de perfurações da membrana do seio maxilar. O presente estudo propõe avaliar a efetividade clínica do enxerto autógeno de periósteo, utilizado para obliteração de perfuração da membrana sinusal ocorrida em procedimentos de levantamento de seio maxilar. De janeiro de 2009 a novembro de 2012 foram selecionados 81 procedimentos de levantamento de seio maxilar, em indivíduos saudáveis com 25 a 60 anos de idade. Nestes, em 16 procedimentos ocorreram perfurações de membrana sinusal. O grupo de estudo foi dividido em dois subgrupos: subgrupo I - pacientes cuja membrana sinusal foi perfurada e obliterada com enxerto de periósteo e subgrupo II - pacientes cuja membrana não foi perfurada. Aqueles que tiveram a membrana sinusal perfurada, foram tratados com enxerto de periósteo removido da região doadora do enxerto ósseo, na área retromolar. Os pacientes foram seguidos diariamente durante os primeiros 10 dias, até a remoção das suturas e monitorados a cada duas semanas por um período de dois meses. Todos os pacientes toleraram o procedimento usando o periósteo como tratamento da perfuração da membrana sinusal e o pós-cirúrgico foi sem intercorrências. O acompanhamento clínico e radiográfico dos pacientes, no pós cirúrgico, demonstrou que a técnica proposta foi clinicamente eficaz e que o periósteo pode ser utilizado em perfurações de tamanhos variáveis, desde que a membrana não esteja totalmente dilacerada. Considerando a viabilidade do procedimento e os resultados clínicos, é possível concluir que o periósteo é eficaz no tratamento das perfurações da membrana do seio maxilar.
Abstract: Maxillary sinus lifting is a technique to increase bone volume in atrophic maxilla, with autogenous bone and/or biomaterials, in order to place implant. This procedure may lead to some complications such as bleeding, maxillary sinus infection, wound dehiscence, sinus fistulae, chronic sinusitis, and loss of the graft. Most of these complications can be related to perforation of the sinus membrane, that occurring in 10 to 35%, which undertakes the use of particulate grafts. Different techniques are proposed to obliterate the sinusal perforation, such as folding or suturing membrane, use of a cyanoacrylate adhesive, fibrin glue, plasma rich in growth factors, collagen membrane, conjunctive graft. The resorbable collagen membranes have been the most common option to treat a sinus membrane perforation. This biomaterial operates as a mechanical barrier that prevents the invasion of connective and epithelial tissues inside the bone cavity. Whereas the periosteum is a membrane collagen, it could be used for treating sinus membrane perforation. The present study proposes to evaluate the clinical effectiveness of the autogenous periosteum, used for obliteration of sinus membrane perforation occurred in procedures maxillary sinus lifting. From January 2009 to November 2012 were selected 81 procedures maxillary sinuses lifting in healthy subjects ranging from 25 to 60 years of age. In these, there were 16 procedures with sinus membrane perforations. The study group was divided into 2 subgroups: subgroup I - patients whose sinus membrane was perforated and obliterated with periosteum graft and subgroup II- patients whose membrane was not perforated. Those who had the sinus membrane perforation were treated with autologous periosteum removed from the bone graft donor region, retromolar area. Patients were followed daily for the first 10 days until the sutures were removed and monitored every two weeks two month. All patients tolerated the procedure using the periosteum as a treatment for a sinus membrane perforation during sinus lifting and their post-surgical results were uneventful. During the post-operation period was observed only a slight swelling at the graft donor site. The clinical and radiographic follow-ups of patients after surgery demonstrated that the proposed technique is clinical effective, and the periosteum can be used in the various sizes of perforations, since that the membrane is not completely dilacerated. Whereas with the viability of the procedure and the clinical results, it is possible to conclude that periosteum is effective in treatment of sinus membrane perforation.
Keywords: Seios maxilares - Cirurgia
Ossos - Enxerto
Periósteo
Maxillary sinus
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
Language: por
Country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Institution Acronym: UFU
Department: Ciências da Saúde
Program: Programa de Pós-graduação em Odontologia
Quote: OLIVEIRA, Hany Angelis Abadia Borges de. Periósteo como opção de tratamento das perfurações da membrana sinusal em procedimentos de levantamento do soalho do seio maxilar. 2013. 64 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16972
Date of defense: 27-Feb-2013
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Hany Angelis.pdf1.3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.