Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16769
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Leitura literária em discurso : a escolarização da literatura no ensino fundamental II
metadata.dc.creator: Cenedezi, Marineia Lima
metadata.dc.contributor.advisor1: Gama-khalil, Marisa Martins
metadata.dc.contributor.referee1: Biella, João Carlos
metadata.dc.contributor.referee2: Ceccantini, João Luís Cardoso Tápias
metadata.dc.description.resumo: Nesta pesquisa buscamos empreender reflexões relacionadas ao trabalho com práticas de leitura de textos literários recomendadas pelo Currículo do Estado de São Paulo. A partir de um olhar interpretativo, sob a ótica da Análise do Discurso de linha francesa, observamos os principais instrumentos didáticos lançados pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, denominados Caderno do Professor e Caderno do Aluno, destinados aos estudantes de oitavo ano das escolas pertencentes à rede de ensino estadual paulista, buscando delinear os prováveis obstáculos que obstruem as práticas de leitura literária e obstruem a caminhada desses discentes rumo ao letramento literário. A justificativa para nossa investigação repousa na corroboração de que as atividades de leitura literária orientadas por esses instrumentos têm sido co-responsáveis pela formação deficitária de leitores literário no âmbito dessas escolas. As reflexões teórico-metodológicas conduzidas pela Análise do Discurso, pelas teorias do letramento e pela Teoria do efeito Estético facultaram fundamentação para apurarmos as incorreções metodológicas concebidas pelos instrumentos analisados para a formação de leitores literários. Observamos que o discurso veiculado no material em questão, deriva da formação de poder seletivo da escola. O dizer canalizado para o professor evidencia aberturas nos sentidos, por meio das quais é possível o movimento da contradição: explicita-se como propósito que o texto literário deve ser objeto de análise, de interpretação e de prática social com vistas a resgatar a dimensão fruitiva da literatura, sendo esta considerada como fundamental para formação do leitor autônomo, devendo, portanto, ser trabalhada ao longo de todos os bimestres do ano letivo. No entanto, a prática recomendada (passo-a-passo didático) contradiz o objetivo exposto, as atividades dos Cadernos arroladas à leitura literária são subvertidas para atender outro propósito de ordem cognitiva ou informativa, impossibilitando a dimensão fruitiva da literatura. As \"Situações de Aprendizagem\" instrumentalizadas nesses Cadernos promovem situações de leitura do literário que silenciam os sujeitos-alunos, interditam os seus dizeres à custa de questionamentos que exigem respostas padronizadas, interpretações domesticadas. A nosso ver, essa instrumentalização constitui uma limitação das recomendações pedagógicas preferidas pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo para a didatização da literatura. Para tentar superar esse limite, complementamos o nosso estudo com a apresentação de uma proposta de intervenção didática para leitura do texto literário, implementada no nível de escolaridade indicado, em conformidade com o arcabouço teórico do Letramento e da Teoria do Efeito Estético, que colocam em destaque a interação entre leitor e texto, ressaltando o papel ativo do leitor na construção do sentido do texto literário.
Abstract: In this research we propose reflections related to working with reading practices of literary texts recommended by the State of São Paulo Curriculum. From an interpretive view through the perspective of the Discourse Analysis, we have observed the main teaching tools proposed by the São Paulo State Education Department, called Teacher Guidelines and Student Guideline. These tools are intended for students of the eighth grade of schools that belong to the São Paulo state public education, with the purpose of outlining the possible obstacles that obstruct the literary reading practices and prevent the students literary literacy. The justification for our research lies on the belief that the literary reading activities guided by these instruments have been co-responsible for the hindered literary reading skills within those schools. The theoretical-methodological reflections conducted by the Discourse Analysis, Literacy Theory, and Theory of Aesthetic Effect have provided theoretical basis for an investigation of methodological misrepresentations brought by the instruments used for the creation of literary readers. We observed that the discourse conveyed in the analyzed material derives from the school ideology. There is a contradiction between what is written in the Guidelines and what effectively occurs. Its explicit purpose is that the literary text should be the object not only of analysis and interpretation, but also of social practice in order to restore the pleasure dimension of literature, which is regarded as essential for the autonomous reader and, therefore, should be approached throughout the school year. However, the recommended practice (teaching step-by-step) contradicts the expressed purpose: the activities of the Guidelines related to literary reading are subverted to serve another purpose of cognitive or informational order, shattering the pleasure dimension of literature. The \"learning situations\" in the Guidelines promote literary reading situations that silence subjects/students, preventing their expression, due to questionings that require standard answers and domesticated interpretations. In our view, this constitutes a major limitation of the pedagogical recommendations presented by the São Paulo State Education Department for literature teaching. In order to overcome this limitation, we have complemented our study with a proposal of didactic intervention for the teaching of literary reading, implemented in accordance with the theoretical framework of Literacy and the Theory of Aesthetic Effect, which focus on the interaction between reader and text, emphasizing the active role of the reader in the construction of meaning in a literary text.
Keywords: Escolarização da Literatura
Leitura literária
Letramento literário
Currículo do estado de São Paulo
Manual didático
Teaching reading
Literary reading
Literary literacy
São Paulo state Portuguese Language curriculum
Teaching manual
Leitura (Ensino fundamental) - Estudo e ensino
Letramento
Ensino - São Paulo (SP) - Currículos
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Linguística, Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Letras (Mestrado Profissional)
Citation: CENEDEZI, Marineia Lima. Leitura literária em discurso : a escolarização da literatura no ensino fundamental II. 2015. 100 f. Dissertação (Mestrado em Linguística, Letras e Artes) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16769
Issue Date: 20-Aug-2015
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Letras (Mestrado Profissional)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LeituraLiterariaDiscurso.pdf1.25 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.