Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16253
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Conflitos socioespaciais no campo brasileiro : conteúdo das manifestações de luta pela terra em Minas Gerais no início do século XXI
Author: Victor, Fabiana Borges
First Advisor: Cleps Junior, João
First member of the Committee: Chelotti, Marcelo Cervo
Second member of the Committee: Vinha, Janaína Francisca de Souza Campos
Summary: Este trabalho tem como objetivo o estudo das reivindicações evidenciadas nas manifestações de luta pela terra enquanto expressão da questão agrária, promovidas pelos movimentos socioterritoriais no estado de Minas Gerais, destacando os espaços apropriados para as ações, bem como as organizações envolvidas e os tipos de manifestações empreendidas. Para o estudo, a principal fonte de dados é o Banco de Dados da Luta pela Terra DATALUTA, organizado a partir da coleta e sistematização das informações referentes aos conflitos no campo e ao processo de luta pela terra no Brasil. A escolha desta temática envolve a reflexão sobre a importância que as mobilizações públicas, carregadas de significado político e social, exercem como instrumentos de reivindicação dos direitos que devem ser garantidos à população em sua totalidade, responsáveis por significativas mudanças políticas, econômicas e culturais na sociedade. O recorte temporal está estruturado conforme a metodologia de sistematização do DATALUTA, com registros das manifestações a partir do ano 2000. Assim, o estudo está fundamentado na compreensão dos tipos de manifestações do campo, em Minas Gerais e especialmente no Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba, tais como bloqueio de rodovia e ocupação de prédio público, bem como dos movimentos envolvidos, dentre eles o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra MST e Movimento de Libertação dos Sem Terra MLST, investigando essa realidade a partir das reivindicações expostas, a saber, desapropriação de áreas ocupadas, contra a injustiça e violência no campo, educação e saúde, infraestrutura, dentre outros. As questões abordadas neste trabalho indicam que os sujeitos e movimentos de luta pela terra organizam-se, unem forças e se articulam em diferentes escalas de ação, pautados na experiência do cotidiano e na formação política, sendo a pressão popular um meio fundamental para se alcançar as mudanças propostas.
Abstract: This work aims to study the evidenced claims in the demonstrations of struggle for land as an expression of the agrarian question, promoted by socio-territorial movements in the Minas Gerais state, highlighting the appropriate spaces for the actions as well the organizations involved and the types of demonstrations undertaken. For the study, the main source is the database the Struggle for land DATALUTA, organized from the collect and the systematization of information about the conflict in the countryside and the struggle for land in Brazil. This theme choice involves the reflection about the importance of public demonstrations, full of political and social meaning, as tools of claim rights that should be guaranteed to the population as a whole, responsible for significant political , economic and cultural changes in the society. The time frame is structured according to the DATALUTA s systematization methodology with records of events starting from the year 2000. Thus, the study is based on understanding the types of countryside manifestations, in Minas Gerais and especially in Triângulo Mineiro / Alto Paranaiba, such as highway lock and occupation of public building , as well as the movements involved, including the Movimento dos Trabalhadores sem Terra- MST and Movimento de Libertação dos sem terra MLST, investigate this reality from the exposed claims, to know, expropriation of occupied areas, against the injustice and violence in the countryside, education and health, infrastructure, among others. The questions approached in this study show that subjects and movements of struggle for land organize themselves, join forces and are articulated at different scales of action, guided by the everyday experience and political education, being the popular pressure as a fundamental mean to gain proposed changes.
Keywords: Manifestações
Conflitos no campo
Luta pela terra
DATALUTA
Questão agrária
Minas Gerais
Demonstrations
Conflicts in the countryside
Struggle for land
Agrarian question
Conflitos de terra
Movimentos sociais rurais - Minas Gerais
Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra - Minas Gerais
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
Language: por
Country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Institution Acronym: UFU
Department: Ciências Humanas
Program: Programa de Pós-graduação em Geografia
Quote: VICTOR, Fabiana Borges. Conflitos socioespaciais no campo brasileiro : conteúdo das manifestações de luta pela terra em Minas Gerais no início do século XXI. 2016. 183 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16253
Date of defense: 21-Mar-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ConflitosSocioespaciaisCampo.pdf5.99 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.