Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16184
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Ocorrência e distribuição espacial da dengue no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba: uma análise dos determinantes climáticos, socioeconômicos e das ações municipais de controle da endemia
metadata.dc.creator: Pedroso, Leonardo Batista
metadata.dc.contributor.advisor1: Mendes, Paulo Cezar
metadata.dc.contributor.referee1: Lima, Samuel do Carmo
metadata.dc.contributor.referee2: Valle Júnior, Renato Farias do
metadata.dc.description.resumo: A dengue se configura na atualidade enquanto um dos maiores problemas de saúde pública do mundo. No ano de 2011, foram registrados 721.546 casos, dentre os quais 343.731 se localizam na Região Sudeste e 36.380 no Estado de Minas Gerais. Grande parte de tais notificações localizam-se no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Diante deste quadro, o objetivo deste trabalho foi analisar a ocorrência e distribuição espacial da dengue na Mesorregião Geográfica do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba por meio de determinantes climáticos e socioeconômicos gerais e das ações municipais de controle da endemia. Para tal, realizou-se um levantamento bibliográfico sobre os temas Dengue, Geografia Médica e da Saúde, Saúde Ambiental, Epidemiologia e a Saúde Coletiva, bem como aspectos históricos e geográficos do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Foram levantados dados climáticos de precipitação pluviométrica e estimadas as temperaturas por técnica de regressão múltipla linear. Foram coletados também dados socioeconômicos e de Dengue em suas distintas manifestações clínicas de acordo com CID-10. Os dados foram utilizados em dois momentos; inicialmente na caracterização climática e socioeconômica da região e, posteriormente, na correlação com a incidência de dengue, mediante Coeficiente de Correlação de Pearson (r). Espacializou-se a incidência por técnicas de Geoprocessamento a partir da utilização do software ESRI ArcGIS 10.1. Como resultados, no triênio analisado, relativo aos anos de 2010, 2011 e 2012, identificou-se diferentes padrões em relação à situação da dengue, com a formação de pequenos clusters, aumento do número de municípios que estavam em situação de risco em relação aos anos anteriores e, possíveis casos de subnotificação. Na correlação, os resultados demonstraram que os parâmetros socioeconômicos se mostraram estatisticamente de baixa intensidade. Contudo, identificou-se uma relação mais forte com os dados climáticos. Já na análise das políticas públicas e as ações de combate ao vetor na visão dos gestores em saúde, a epidemia dos anos 2012-2013 é resultado da descontinuidade das ações de combate ao vetor e da limpeza da cidade, ocasionando uma grande quantidade de resíduos que se contemplariam enquanto lócus de proliferação vetorial.
Abstract: Dengue is configured in actuality as one of the greatest public health problems of the world. In 2011, were registered 721.546 cases, of which 343.731 are located in the Southeast Region and 36.380 in the State of Minas Gerais. The majority of these reports are located in the Triangulo Mineiro and Alto Parnaíba. Faced with this condition, the aim of this study was to analyze the occurrence and spatial distribution of dengue in Geographic Mesoregion of the Triangulo Mineiro and Alto Parnaíba through climate and socioeconomic determinants and general municipal actions to control the endemy. To this end was realized a bibliographical survey about the themes Dengue, Medical Geography and Health Geography, Environmental Health, Epidemiology and Public Health, as well historical and geographical aspects of Triângulo Mineiro and Alto Parnaíba. Were collected climatic data of rainfall and the temperatures were estimated by technique of linear multiple. Were also collected socioeconomic and Dengue in its different clinical manifestations according to CID-10. Data were used at two stages: initially in climate and socioeconomic characterization of the region and, subsequently, in correlation with the incidence of dengue through Pearson Correlation Coefficient (r). Was spatialized the incidence by the use of techniques of Geoprocessing, from the use of ESRI ArcGIS 10.1 software. As a result, in the three years analyzed, covering the years 2010, 2011 and 2012 were identified different standard concerning dengue situation, with the formation of small clusters, increase in the number of municipalities that were at risk compared to previous years and possible underreporting of cases. In the correlation, the results demonstrated that the socioeconomic shows themselves as statistically of low intensity. However, was identified a stronger relationship with the climatic data. In the analysis of public policies and actions to combat the vector in the view of managers in health, the epidemic of 2012-2013 years is a result of the discontinuity of actions to combat the vector and of the cleanliness of the city, causing a large amount of waste that contemplate itself as locus of vector proliferation.
Keywords: Dengue
Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba
Uberaba
Aspectos socioeconômicos
Parâmetros climáticos
Correlação linear
Socioeconomic aspects
Climatic parameters
Linear correlation
Dengue Controle
Dengue Uberaba (MG)
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Geografia
Citation: PEDROSO, Leonardo Batista. Ocorrência e distribuição espacial da dengue no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba: uma análise dos determinantes climáticos, socioeconômicos e das ações municipais de controle da endemia. 2014. 229 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2014.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16184
Issue Date: 14-Feb-2014
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
OcorrenciaDistribuicaoEspacial.pdf6.89 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.