Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16156
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: A territorialização do agronegócio canavieiro em Frutal - MG
metadata.dc.creator: Souza, Andreza Gomes de
metadata.dc.contributor.advisor1: Cleps Junior, João
metadata.dc.contributor.referee1: Pessôa, Vera Lúcia Salazar
metadata.dc.contributor.referee2: Santos, Joelma Cristina dos
metadata.dc.description.resumo: A reafirmação da importância do setor sucroenergético na contemporaneidade acontece em meio a uma crise dupla: a energética e climática. Para remediá-las e como solução para o futuro, adotou-se a produção da agronergia. Mas, o que está implícito na expansão das fronteiras do agrocombustível da cana-de-açúcar converge na reestruturação produtiva do capital. Nesta pesquisa, buscamos compreender como ocorreu o processo de territorialização do agronegócio canavieiro no município de Frutal, ressaltando os fatores que tornaram o município atrativo ao seu investimento, representados pela presença das usinas Frutal (Bunge) e usina Cerradão. Para tanto, nos amparamos no referencial bibliográfico e na internet para subsidiarem a pesquisa, na organização de entrevistas e a análise dos dados. Elegemos para a pesquisa as usinas Frutal (grupo Bunge) e Cerradão (grupos Queiroz de Queiroz e Pitangueiras), instituições como Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Frutal e Sindicato Rural (patronal), Associação dos Produtores de Cana do Vale do Rio Grande (APROVALE) e representantes do poder público local. A territorialização do agronegócio canavieiro no município de Frutal e na mesorregião do Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba concretiza a escolha brasileira pelo agrocombustível derivado da cana-de-açúcar, que consiste numa alternativa para solucionar as crises, notadamente a capitalista. Na vigência deste processo, percebemos que as alterações no universo do trabalho, como a maior inserção de tecnologia nas etapas produtivas da cana, a demanda por mão-de-obra especializada, a adoção de práticas sustentáveis no interior das usinas são estratégias para assegurar a promoção da imagem das agroindústrias, para garantir sua presença no mercado interno e internacional. As projeções otimistas em torno do agrocombustível foram atenuadas com a eclosão da crise financeira mundial, que gerou rebatimentos no setor sucroenergético, tais como a maior participação do capital estrangeiro. Neste contexto de determinações externas, associadas a incumbência de dívidas que seriam quitadas, que o grupo paulista Moema teve de negociar a venda de suas usinas para a multinacional Bunge. Se as projeções de reaquecimento do setor sucroenergético forem efetivadas, haverá uma maior demanda por terras e sua subsequente valorização, o que poderá tencionar a área de cultivos tradicionais. Ainda, um local pode ser empregado ora como território da soja, da pecuária e transmudar-se conforme a temporalidade e as demandas do modo de produção vigente, tornando-se território da cana já que são estabelecidas fronteiras, uma demanda por serviços e por mão-de-obra qualificada, além de um domínio sobre as terras por meio do arrendamento ou da venda.
Abstract: The reaffirmation of sugar-energy sector importance nowadays occurs in the middle of a dual crisis of: energy and climate. In order to solve them and also as a solution for the future, agroenergy production has been adopted. However, what is implicit in the expansion of sugarcane agro-fuel limits converges into the productive restructuring of capital. In this research, we aim to understand how sugarcane agribusiness process of territorialization has happened in the city Frutal, highlighting the reasons that transformed the city so attractive to such investments, such as sugarcane mills Frutal (Bunge) and Cerradão. To do so, we rely on bibliographic material and internet, on interviews and data analysis compilation to sustain our research. We have elected to study Frutal (Bunge group) sugarcane plant and Cerradão (Queiroz de Queiroz and Pitangueiras group), institutions like Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Frutal and Sindicato Rural (employers), Associação dos Produtores de Cana do Vale do Rio Grande (APROVALE) and local public authorities. Sugarcane agribusiness territorialisation in Frutal and in the middle region of Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba embodies brazilian s choice for sugarcane agro-fuel, which consists of an alternative to solve crises, specially the capital one. During this process, we have realized that changes on work environment, such as insertion of more technology into sugarcane production steps, demand for qualified workforce, the adoption of sustainable practices inside sugar mills are strategies to ensure agroindustryes image promotion and their presence on internal and international market. Optimistic projections concerning agro-fuel were smoothed by worldwide financial crisis outbreak which has reflected on sugar-energy sector, as noted by the greater participation of foreign capital into this area. In this context of foreign determinations associated with the obligation to pay debts, Moema group, from São Paulo, had to negotiate the sale of its sugar mills to multinational Bunge. If the projections of sugar-energy sector reheating become true, there will be more demand for land and, therefore, its appreciation, what might achieve traditional crops areas. Also, the same spot that can be used to soybean plantation or livestock can be changed according to convenience and the demands of the production methods at the time, becoming sugarcane territory, once limits are established, as well as a demand for services and qualified workforce, and the possession of lands either by property rental or the sale.
Keywords: Agrocombustível
Territorialização
Agronegócio canavieiro
Frutal-MG
Agro-fuel
Territorialisation
Sugarcane agribusiness
Economia agrícola Frutal (MG)
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Geografia
Citation: SOUZA, Andreza Gomes de. A territorialização do agronegócio canavieiro em Frutal - MG. 2012. 187 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16156
Issue Date: 24-Aug-2012
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AndrezaGomes.pdf6.98 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.