Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16077
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: A dupla dimensão do espaço : Rio Quente e suas redes
metadata.dc.creator: Gomes, Norma Gislene Urban
metadata.dc.contributor.advisor1: Ramires, Julio Cesar de Lima
metadata.dc.contributor.referee1: Ferreira, Denise Labrea
metadata.dc.contributor.referee2: Araújo Sobrinho, Fernando Luiz
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho é o resultado do estudo das relações em rede que se estabelecem entre um grande Resort, e um município de menos de 3000 habitantes no interior do estado de Goiás. A cidade de Rio Quente abriga em seu território a Pousada do Rio Quente Resorts, que é um dos maiores resorts da América Latina e recebe mais de um milhão de hospedes e visitantes por ano e movimenta milhões de reais neste período. Esta relação é permeada de conflitos e gera uma interdependência única, estabelecida em seu território e que se reflete em suas configurações espaciais. Além dos conflitos gerados a partir dessas novas configurações espaciais estabelecidas, outras redes paralelas e dependentes passam a fazer parte e atuar neste espaço. Redes de transportes de passageiros, visitantes e materiais de consumo, trabalhadores e prestadores de serviços, que foram ao longo do tempo se configurando e alterando o território do município. Os caminhos abertos por todas essas redes imprimiram no território a marca do turismo que até a década de 1960 era uma atividade sem importância, e á partir de então passou a ser o principal meio de desenvolvimento para o município e para toda a região. O turismo trouxe uma mudança radical no município, tanto em seus usos quanto em suas formas. Os usos que eram fundamentalmente um reflexo do meio rural, passa a ser submetido as novas regras impostas pelo olhar do visitante. O mesmo acontecendo com as formas da cidade, que cresceu e se reconfigurou a partir da verticalização intensa de suas construções. Verticalização esta imposta pelo resort que se apropriou de grande parte do território do município. Compreender a atividade turística e suas formas de inclusão e exclusão sociais, e também suas relações de poder na produção do espaço turístico, implicam em estudos amplos e análises objetivas de vários fatores que atuam hora de forma direta e hora indiretamente.
Abstract: This work is the result of the study of the relationships in net that you/they settle down among a great Resort, and a city of less than 3000 inhabitants inside the state of Goiás. The city of Hot Rio shelters in its territory the Inn of Hot Rio Resorts, that is one of América Latin's largest resorts and it receives more than a million put up and visitors a year and it moves million of Real a year. This relationship is permeated of conflicts and it generates an only interdependence, established in its territory and that is reflected in its space configurations. Besides the generated conflicts á to leave of those new established space configurations, other parallel and dependent nets start to do part and to act in this space.Nets of passengers' transports, visitors and consumption materials, workers and workers of services, that were along the time if configuring and altering the territory of the municipal district. The roads opened by all those nets printed in the territory the mark of the tourism that to the decade of 1960 it was a factor without importance, and á to leave of then it became the main middle of development for the municipal district and for the whole area. The tourism brought a radical change in the municipal district, so much in its uses as in its forms. The uses that were fundamentally a reflex of the rural way, it becomes submitted the new rules imposed by the visitor's glance. The same happening with the forms of the city, that it grew and if reconfiguration á to leave of the intense city grows up of its constructions. Grows up this imposed by the resort that appropriated of great part of the territory of the municipal district. To understand the tourist activity and its inclusion forms and social exclusion, and also its relationships of power in the production of the tourist space, imply in wide studies and objective analyses of several factors that act indirectly hour in a direct way and hour. The tourism is at the present time one in the ways of larger meaning in the capital generation and that comes producing new and several geographical configurations and turning the contradictory space, so much for the action of the state, as for the of the companies, of the inhabitants from the position and mainly of the tourists.
Keywords: Rio Quente (GO) - Geografia
Cidades e vilas - Rio Quente - (GO)
Turismo - Aspectos sociais
Redes
Turismo
Resorts
Nets
Tourism
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Geografia
Citation: GOMES, Norma Gislene Urban. A dupla dimensão do espaço : Rio Quente e suas redes. 2009. 205 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2009.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16077
Issue Date: 20-Jul-2009
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DuplaDimensaoEspaco.pdf21.48 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.