Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16015
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Educação superior e desenvolvimento em Montes Claros/MG : a contribuição do curso de Geografia da FUNM (1964-1971)
metadata.dc.creator: Santos, Dulce Pereira dos
metadata.dc.contributor.advisor1: Sampaio, Adriany de ávila Melo
metadata.dc.contributor.referee1: Santos, Rosselvelt José
metadata.dc.contributor.referee2: Carvalho, Ednea Nascimento
metadata.dc.contributor.referee3: Araujo, Jose Carlos Souza
metadata.dc.contributor.referee4: Wagner, Roberta Afonso Vinhal
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho tem como propósito apresentar e discutir algumas questões referentes ao Ensino Superior na região Norte de Minas, com ênfase no Curso de Geografia da FUNM, na principal cidade da região: Montes Claros (MG). O desenvolvimento na década de 1960, na região norte-mineira, é exposto através da industrialização via Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE) e, também, representado através da implantação do Ensino Superior que foi consequência das articulações e anseios das elites políticas e econômicas para atender uma demanda local e regional, sendo a educação superior vista como mobilidade social e impulsionadora do desenvolvimento regional. O objetivo geral desta tese é compreender como a política de formação docente superior adotada no país influenciou o Curso de Geografia oferecido pela FUNM, no período de 1964-1971, enfatizando seus desdobramentos para o desenvolvimento de Montes Claros/MG. Constitui em evidenciar, também, que os conceitos de desenvolvimento manifestados no Norte de Minas Gerais, com destaque em Montes Claros (MG), correspondem ao desenvolvimento manifestado no contexto nacional. O ensino superior no Norte de Minas também acompanhou o processo de interiorização desse nível de ensino em todo Brasil, desenvolvimento esse que, às vezes, se manifestou excludente e desigual. Estabelecemos a Estrutura Curricular do curso como foco de análise e percebemos que o curso de Geografia da FUNM seguiu integralmente o Parecer 412/1962, no qual estava firmado o primeiro currículo mínimo para o curso de licenciatura em Geografia, que passou a ter a duração de quatro anos. Para tanto, a metodologia utilizada consistiu em fontes variadas como: legislações; atas de implantação do curso; jornais locais; dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE das décadas de 1950 e 1960 do Estado de Minas Gerais; programas das disciplinas das primeiras turmas do Curso de Geografia do Estado de Minas Gerais; sites; livros de memorialistas; teses; dissertações; trabalhos de conclusão de curso e história oral. A relevância deste estudo justifica-se por apresentar contribuições ao debate teórico e também geo-histórico sobre o desenvolvimento da cidade de Montes Claros (MG), além da relação desse desenvolvimento com a implantação da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste - SUDENE e da implantação da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras FAFIL, pertencente à Fundação Norte Mineira de Ensino Superior FUNM/Curso de Geografia/licenciatura. Os resultados alcançados apontam que, dentro do recorte temporal deste estudo, os licenciados em Geografia tiveram presença marcante na sociedade montesclarense. O reconhecimento social foi visível tanto àqueles ligados à academia, quanto aos ligados a outras áreas profissionais, sempre pautados pela visibilidade da Fundação Norte Mineira de Ensino Superior, que se tornou ponto de referência regional na formação profissional. Por fim, apontamos que o papel do Curso de Licenciatura em Geografia da FUNM foi cumprido ao formar professores para atuarem na região norte-mineira, contribuindo de fato para o desenvolvimento regional.
Abstract: This work aims to present and discuss some issues concerning Higher Education in Northern Minas Gerais region, with emphasis on the Geography Course of FUNM, in the main city of region: Montes Claros (MG). The development in the 1960s, in the norte-mineira region, is exposed through industrialization via Superintendence of Northeast Development (SUDENE) and also represented through the implementation of the higher education that was a consequence of the joints and longings of political and economic elites to meet local and regional demand, being the higher education seen as social mobility and propelling of the regional development. The overall objective of this thesis is to understand how the higher teacher training policy adopted in the country influenced the Geography Course offered by FUNM in the period 1964-1971, emphasizing the unfoldings of thereof to the development of Montes Claros / MG. It constitute in evidencing, also, that the concepts of development manifested in the North of Minas Gerais, with highlight in Montes Claros (MG), correspond to the development manifested in the national context. Higher education in the North of Minas Gerais also accompanied the process of internalization of this level of education throughout Brazil, this development which sometimes manifested exclusionary and unequal. We established the Curricular Structure of the course as focus of analysis and we realized that the course of Geography of FUNM fully followed the opinion 412/1962, on which was signed the first minimum curriculum for the degree course in geography, who happened to have a duration of four years. Therefore, the methodology used consisted of various sources such as: legislation; ata of course implementation; local newspapers; data from the Brazilian Institute of Geography and Statistics - IBGE of the 1950s and 1960s from State of Minas Gerais; programs of the subjects of the first classes of the Geography Course from State of Minas Gerais; sites; memorialists books; theses; dissertations; work completion course and oral history. The relevance of this study is justified by presenting contributions to the theoretical debate and also geo-historical about the development of the city of Montes Claros (MG), besides the relation of this development with the implantation of the Superintendence of Northeast Development - SUDENE and the implantation of Faculty of Philosophy, Science and Letters - FAFIL belonging to the Norte-Mineira Foundation of Higher Education - FUNM / Course of Geography / licensure. The results obtained show that, within the time frame of this study, the graduates in geography had a strong presence in montesclarense society. The social recognition was visible both those linked to academia, as to connected to other professional areas, always guided by the visibility of Norte-Mineira Foundation of Higher Education, which has become regional point of reference in vocational training. Lastly, we point out that the role of the Degree Course in Geography of FUNM was fulfilled to train teachers to work in the norte-mineira region, contributing in fact to regional development.
Keywords: Ensino Superior
Geografia
Norte de Minas
Desenvolvimento Regional
Education
Geography
North of Minas Gerais
Regional development
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Geografia
Citation: SANTOS, Dulce Pereira dos. Educação superior e desenvolvimento em Montes Claros/MG : a contribuição do curso de Geografia da FUNM (1964-1971). 2015. 213 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16015
Issue Date: 2-Oct-2015
Appears in Collections:TESE - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EducacaoSuperiorDesenvolvimento.pdf3.6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.