Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16012
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Educação ambiental no município de Uberlândia(MG): reflexões sobre a práxis e sua relação com o processo de planejamento e gestão ambiental
metadata.dc.creator: Mendonça, Mauro das Graças
metadata.dc.contributor.advisor1: Colesanti, Marlene Teresinha de Muno
metadata.dc.contributor.referee1: Nehme, Valéria Guimarães de Freitas
metadata.dc.contributor.referee2: Lima, João Donizete
metadata.dc.contributor.referee3: Bernardes, Maria Beatriz Junqueira
metadata.dc.contributor.referee4: Corrêa, Guilherme Resende
metadata.dc.description.resumo: Educação Ambiental (EA) é um processo de formação de valores, habilidades e atitudes, tendo em vista a construção do Desenvolvimento Sustentável (DS). O objetivo geral desse trabalho é compreender como a EA é desenvolvida no Município de Uberlândia (MG), considerando as concepções teóricas definidas pelas Conferências Internacionais, os princípios técnicos e legais instituídos pelas Políticas Públicas, as relações estabelecidas entre os principais atores sociais atuantes e a percepção ambiental da população, tomando o planejamento e a Gestão Ambiental (GA) como elementos orientadores do processo de análise e reflexão. Os objetivos específicos são identificar e caracterizar as principais ações de EA desenvolvidas por atores sociais representativos da população uberlandense; analisar o nível de integração e parcerias estabelecidas entre os atores sociais; compreender como ocorre a definição das ações de EA, nível de formalização dos projetos/programas e socialização de resultados junto à comunidade; identificar os principais obstáculos enfrentados pelos atores sociais no desenvolvimento das ações de EA, bem como conhecer qual o público alvo e os profissionais responsáveis pela condução dessas ações; identificar e avaliar a importância de um Sistema de Gestão Ambiental para o êxito de ações de EA e avaliar o nível de percepção e envolvimento da população uberlandense em relação às questões ambientais. A metodologia adotada é fundamentada na pesquisa qualitativa. O Município de Uberlândia (MG) foi tomado como estudo de caso. Foi realizada revisão bibliográfica e entrevistas com representantes de 40 instituições (escolas, empresas, órgãos públicos, entidades de classe, ONG s) e 200 cidadãos. Os resultados indicam que a população possui uma visão naturalista e ecológica sobre meio ambiente . Não se observa preocupação com as causas dos problemas ambientais. 61,5% dos entrevistados apresentam muito interesse em aprender ou realizar ações de preservação ambiental. 76% avaliam que as consequências de suas ações diárias podem prejudicar o meio ambiente. 52% avaliam as condições ambientais de Uberlândia como regulares. 77% acusaram a existência de algum problema ambiental no bairro onde moram. 50% afirmaram não terem recebido material impresso sobre o tema meio ambiente . 75% não receberam a visita de um profissional da área ambiental em suas casas. 80,5% não participaram de ações voltadas para a preservação ambiental. 52% não conhecem órgãos públicos ambientais. 80,5% não conhecem ONG s ambientalistas. 71% não conhecem empresas que desenvolvem ações de proteção ambiental. 79% fazem suas atividades diárias procurando não prejudicar o meio ambiente . Informar e fiscalizar os infratores são consideradas formas eficientes para promover atitudes ambientalmente corretas. 60,5% afirmam que consomem mais que o necessário. 51% não realizam a separação de resíduos recicláveis em suas casas. As principais instituições que influenciam as pessoas a adotarem atitudes ambientalmente corretas são a mídia, seguido de escola, família e trabalho. As instituições desenvolvem EA de forma pontual e sem continuidade. Os principais obstáculos enfrentados são a resistência das pessoas às mudanças, burocracia e carência de recursos humanos e financeiros. A integração entre instituições é incipiente. Há carência de registro, formalização e socialização das atividades de EA. A necessidade de aprimorar o processo de GA e ampliar o comprometimento dos gestores é considerada imprescindível. Verifica-se a necessidade das instituições adotarem uma Política Ambiental permanente e contínua para estimular os indivíduos a adotarem atitudes corretas. A implantação da Agenda 21 Local, com participação ativa da comunidade e de suas instituições, representa uma alternativa para que a EA seja consolidada como Política Pública. A EA e a GA são processos complementares e indissociáveis, indispensáveis para trilhar o caminho do DS.
Abstract: Environmental Education (EE) is a formation process of values, skills and attitudes, and it has as view the construction of Sustainable Development (SD). The aim of this study is to understand how the EE is developed in the city of Uberlândia (MG), considering the theoretical concepts defined by the International Conferences, technical and legal principles established by the Public Policy, the relationships established between the main active social actors and the environmental perception of the population, has the planning and Environmental Management (EM) as guiding elements of analysis and reflection process. The specific objectives are to identify and characterize the main actions developed by EE social actors that represent the population from Uberlândia; analyze the integration level and partnerships established between the social actors; understand how does the definition of EE tasks, the level of the projects/programs formalization, sharing of results with the community; identify the main obstacles faced by the social actors in the development of EE tasks, as well to know what is the target audience and the professionals responsible for driving these actions; to identify and evaluate the Environmental Management System s importance to the success of EE actions and evaluate the level of awareness and the involvement of the population from Uberlândia in relation to the environmental issues. The methodology is based on qualitative research. The city of Uberlândia (MG) was taken as a case of study. It was accomplished a literature review and some interviews with representatives of 40 institutions (schools, businesses, public agencies, professional associations, NGO s) and 200 citizens. The results indicate that the population has a naturalistic and ecological vision of \"environment\". It wasn t noticed with concern the causes of environmental problems. 61,5% of the interviewees have too much interest in learning or how to conduct environmental preservation actions. 76% evaluate that the consequences of their daily actions can harm the environment. 52% evaluate the environmental conditions of Uberlândia as regular. 71% don t know companies that develop environmental actions protection. 79% do their daily activities looking for not harm \"the environment\". To inform and supervise offenders are considered efficient ways to promote friendly environmental attitudes. 60,5 % say that they consume more than the necessary. 51% don t do the separation of the recyclable waste at home. The main institutions that influence people to adopt environmentally correct attitudes are the media, followed by school, family and the place of work. Institutions develop EE in a timely manner and without continuity. The main obstacles faced are people\'s resistance to change, bureaucracy and lack of human and financial resources. The integration between institutions is incipient. There is a lack of registration, formalization and socialization of EE activities. The need to improve the process of EM and expand the commitment of managers is considered essential. It can noticed that there is a need for the institutions to adopt a permanent environmental policy and continuing to encourage people to adopt right attitudes. The implementation of the Local Agenda 21, with active participation of the community and its institutions, is an alternative to that EE is consolidated as a Public Policy. EE and EM are complementary processes and inseparable, indispensable to the SD path.
Keywords: Educação ambiental
Gestão ambiental
Uberlândia
Planejamento ambiental
Percepção ambiental
Meio ambiente
Environmental education
Environmental management
Environmental planning
Environmental awareness
Environment
Educação ambiental - Uberlândia(MG)
Gestão ambiental - Uberlândia(MG)
Política ambiental - Uberlândia(MG)
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Geografia
Citation: MENDONÇA, Mauro das Graças. Educação ambiental no município de Uberlândia(MG): reflexões sobre a práxis e sua relação com o processo de planejamento e gestão ambiental. 2015. 217 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16012
Issue Date: 16-Nov-2015
Appears in Collections:TESE - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EducacaoAmbientalMunicipioUberlandia.pdf3.85 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.