Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16010
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Mobilidade urbana sustentável e polos geradores de viagens : análise da mobilidade não motorizada e do transporte público
metadata.dc.creator: Alves, Priscilla
metadata.dc.contributor.advisor1: Ferreira, William Rodrigues
metadata.dc.contributor.referee1: Mesquita, Adailson Pinheiro
metadata.dc.contributor.referee2: Soares, Beatriz Ribeiro
metadata.dc.contributor.referee3: Cleps, Geisa Daise Gumiero
metadata.dc.contributor.referee4: Santos, Cyntia de Souza
metadata.dc.description.resumo: Ao observar o processo histórico e espacial de desenvolvimentos das cidades brasileiras, pode-se perceber que as ações foram planejadas como foco a circulação motorizada e individual (destaque para automóveis e motocicletas) em detrimento da mobilidade urbana não motorizada (pedestres e ciclistas) e do transporte público coletivo. O resultado desse processo são cidades com qualidade de vida prejudicada, onde são encontrados poucos espaços para a circulação não motorizada (a pé ou por bicicletas), longos congestionamentos, decadência do transporte público, aumento dos níveis de poluição, conflitos e acidentes de trânsito. Esse cenário repercute de forma negativa para a mobilidade urbana sustentável, pois os espaços passam a não ser acessíveis e não oferecem uma infraestrutura adequada e segura para os deslocamentos a pé, por bicicleta e por transporte público. Os Polos Geradores de Viagens (PGVs) são empreendimentos que se instalam na área urbana, e que na maioria das vezes, acabam por alterar a dinâmica da mobilidade urbana e acessibilidade da área de influência na qual os mesmos estão inseridos, comprometendo ainda mais a qualidade e a sustentabilidade da mobilidade urbana. A pesquisa tem como objetivo geral analisar, do ponto de vista quantitativo (Indicador de Mobilidade Urbana Sustentável - IMUS) e qualitativo (avaliação técnica e diagnóstica), as condições de infraestrutura viária oferecida aos modos não motorizados (pedestres e ciclistas) e transporte público, em áreas de influência (primária) de PGVs localizados em Uberlândia-MG. A metodologia utilizada envolve tanto uma pesquisa direta (coleta de dados obtidos por meio de pesquisa de campo e entrevistas semiestruturadas) e também pesquisa indireta com levantamento de dados em órgãos públicos e trabalhos acadêmicos. Os resultados confirmaram a hipótese levantada na tese de que as intervenções e ações que ocorrem nas áreas de influências de PGVs não levam em consideração as necessidades de infraestrutura e condições adequadas para uma mobilidade urbana sustentável e inclusiva, que considera de forma prioritária os modos não motorizados (pedestres e ciclistas) e o transporte público coletivo. Tanto na abordagem quantitativa (IMUS) quanto na qualitativa (avaliação técnica e diagnóstica) os resultados mostraram que as infraestruturas da mobilidade urbana nas áreas de influências dos PGVs analisados não atendem de forma satisfatória e segura dos deslocamentos a pé, por bicicletas e por transporte público, sendo, portanto, necessárias intervenções.
Abstract: Observing the historical and spatial development process of Brazilian cities, it can be seen that the actions were planned with a focusing on motoring and individual circulation (specially automobiles and motorcycles) over the urban mobility nonmotorized (walkers and cyclists) and public transportation. As a result of this process, we can see cities with impaired quality of life and where we find few spaces for nonmotorized traffic (on foot or by bicycles), long traffic jams, public transport decline, increased levels of pollution, conflicts and traffic accidents. This fact has a negative impact for sustainable urban mobility, because the spaces are now not accessible and they don\'t offer a safe and adequate infrastructure for the displacements on foot, by bicycle or public transport. The Trips Generators are enterprises that settle in urban areas and, most of the time, they change the dynamics of urban mobility and accessibility of the area of influence where they are inserted and it compromises the quality and sustainability of urban mobility. The main objective is to analyze, from a quantitative point of view (Measures for Sustainable Urban Mobility - MSUM) and qualitative (technical and diagnostic evaluation), the road infrastructure conditions offered to non-motorized modes (walkers and cyclists) and public transportation in Trips Generators areas in Uberlândia-MG. The methodology involves a direct search (data collection obtained through field research and semi-structured interviews) and indirect research with collecting data on public agencies and academic papers. The results confirmed the hypothesis on the thesis that interventions and actions that occur in the areas of Trip Generators influences don\'t consider the infrastructure needs and appropriate conditions for sustainable and inclusive urban mobility that considers as a priority non-motorized modes (walkers and cyclists) and public transportation. Both in quantitative approach (MSUM) and the qualitative approach (technical and diagnostic evaluation) the results showed that the infrastructure of urban mobility in the areas of influence of the analyzed Trip Generators don\'t meet satisfactorily and safely displacement on foot, by bicycle and by public transport, it is therefore necessary interventions.
Keywords: Polos geradores de viagens
Mobilidade urbana
Sustentável
Trip generators
Urban mobility
Sustainable
Geografia - transportes
Transporte urbano
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Geografia
Citation: ALVES, Priscilla. Mobilidade urbana sustentável e polos geradores de viagens : análise da mobilidade não motorizada e do transporte público. 2015. 328 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16010
Issue Date: 4-Nov-2015
Appears in Collections:TESE - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MobilidadeUrbanaSustentavel.pdf7.87 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.