Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15958
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Estratégia de Saúde da Família em Uberlândia: avaliação segundo a visão de diferentes atores
metadata.dc.creator: Rodrigues, Maria José
metadata.dc.contributor.advisor1: Ramires, Julio Cesar de Lima
metadata.dc.contributor.referee1: Guimarães, Raul Borges
metadata.dc.contributor.referee2: Bacelar, Winston Kleiber de Almeida
metadata.dc.contributor.referee3: Bezerra, Anselmo César Vasconcelos
metadata.dc.contributor.referee4: Mendes, Paulo Cezar
metadata.dc.description.resumo: O Brasil tem passado por avanços importantes no acesso aos serviços de Atenção Primária à Saúde (APS) para sua população. Muito disso se deve à Estratégia Saúde da Família (ESF), adotada pela Política Nacional da Atenção Básica como a estratégia estruturante dessa atenção. Em Uberlândia, 23% da população está cadastrada pelas equipes da ESF, índice considerado baixo pelo Ministério da Saúde. No entanto, toda a população uberlandense tem acesso a APS, quer seja nas Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS), quer nos ambulatórios das Unidades de Atendimento Integrado (UAI), além das Unidades de Atenção Primária em Saúde da Família (UAPSF). Este estudo tem por objetivo geral analisar o modelo assistencial de atenção à saúde adotado em Uberlândia a partir da implantação da ESF, tendo como foco a coordenação dos cuidados, a integração à rede de serviços e a atuação intersetorial, a partir da perspectiva das famílias cadastradas, dos profissionais das equipes de saúde da família e dos gestores envolvidos com a temática. Para atingir os objetivos propostos, foram utilizados diversos procedimentos metodológicos: levantamento teórico referente à temática da APS, ESF, e os conceitos espaço, território e rede. Coletaram-se dados e informações sobre APS e ESF em diversos órgãos governamentais, especificamente no Ministério da Saúde e na Diretoria de Informação e Planejamento em Saúde de Uberlândia. Realizaram-se entrevistas estruturadas com as famílias cadastradas pelas equipes, entrevistas semiestruturadas com gestores e aplicou-se questionários a quatro categorias profissionais das equipes: médicos, enfermeiros, auxiliares/técnicos em enfermagem e agentes comunitários de saúde. Verificou-se que, para garantir a consolidação da Estratégia Saúde da Família em Uberlândia e melhorar a qualidade da atenção à saúde, é preciso reavaliar o volume de população por equipes, assim como o fluxo de pacientes entre os vários níveis, melhorar a infraestrutura e os recursos tecnológicos, avançar na coordenação dos cuidados e, também, na intersetorialidade. Contudo, é preciso investir em recursos humanos, tanto no que se refere a aumentar o número de profissionais, quanto a refletir sobre a formação destes, para que tenham o perfil adequado ao modelo da ESF.
Abstract: Brazil has been through important advances concerning the access to Primary Health Care (APS) services to its population. Many of these advances are due to Family Health Strategy (ESF), adopted by National Policy of Basic Attention as the structuring strategy of this attention. In Uberlândia, 23% of the population is registered by ESF teams, a low rate according to the Ministry of Health. Nevertheless, the whole population has access to PHC, either on PHC clinic units (UAPS) or on ambulatories of Integrated Treatment Units (UAI), and also on Primary Care units of Family Health (UAPSF). This research aims to analyze the health attention assistance model adopted in Uberlandia since the insertion of ESF, targeting health care management, integration to services network and intersectoral actions, from the perspective of registered families, professionals from family health teams and managers from this specific area. To achieve those objectives, many methodological procedures were used: theoretical research concerning subjects such as APS, ESF and also the concepts of space, territory and network. The information and data about APS and ESF were collected in many government entities, specifically in Ministry of Health and into Health Information and Planning Manegement in Uberlandia. Structured interviews were done with the registered families, semi-structured interviews also were filled by managers and we have submitted surveys to four professionals categories from the teams: doctors, nurses, nursing technician/assistants and community health agents. Thus, we have verified that, in order to warrant Family Health Strategy consolidation in Uberlandia and to improve the quality of health attention, it is needed to reconsider the volume of population served per team, as well as the flow of patients among the several levels, to improve infrastructure and technological resources and to advance into the health care management and intersectoriality. Nevertheless, it is also needed to invest in Human Resources, hiring more professionals and reflecting about their formation so that they can present the appropriate profile to the ESF model.
Keywords: Estratégia de saúde da família
Atenção primária à saúde
Avaliação
Integração
Intersetorialidade
Family health strategy (ESF)
Primary health care (APS)
Evaluation
Integration
Intersectoriality
Saúde pública Uberlândia (MG)
Família Saúde e higiene- Uberlândia
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Geografia
Citation: RODRIGUES, Maria José. Estratégia de Saúde da Família em Uberlândia: avaliação segundo a visão de diferentes atores. 2013. 346 f. Tese (Doutorado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15958
Issue Date: 9-Apr-2013
Appears in Collections:TESE - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MariaJose.pdf6.02 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.