Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15850
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Moojenina: Nova enzima coagulante isolada da peçonha de Bothrops moojeni - Purificação e Caracterização
metadata.dc.creator: Morais, Nadia Cristina Gomes de
metadata.dc.contributor.advisor1: Oliveira, Fábio de
metadata.dc.contributor.referee1: Costa, Júnia de Oliveira
metadata.dc.contributor.referee2: Ávila, Veridiana de Melo Rodrigues
metadata.dc.description.resumo: CAPITULO 2: Uma metaloprotease fibrinogenolítica da peçonha da serpente Bothrops moojeni denominada Moojenina, foi purificada por uma combinação de cromatografias, sendo uma de troca iônica em DEAE-Sephacel e outra de gel filtração em Sephacryl S-300. A análise em SDS-PAGE indicou que Moojenina consiste em uma única cadeia polipeptídica e possui massa molecular de aproximadamente 45 kDa, sob condições redutoras e 30 kDa, sob condições não-redutoras. A sequência N-terminal de Moojenina foi determinada por LGPDIVSPPVCGNELLEV e mostrou homologia com muitas outras metaloproteases de peçonha de serpentes. A enzima cliva primeiro a cadeia Aα do fibrinogênio bovino, seguido pela cadeia Bβ, e não mostra efeitos sobre a cadeia γ. A Moojenina apresentou atividade coagulante sobre plasma bovino cerca de 3,1 vezes menor que a peçonha bruta. A atividade de fibrinogenolítica da Moojenina foi inibida pela pré-incubação com EDTA, 1,10-fenantrolina e β-mercaptoetanol, que também inibe a atividade coagulante. A atividade coagulante também foi inibida por benzamidina e leupeptina. A Moojenina mostrou atividade máxima entre 30-40°C e o pH ótimo foi de 4. Sua atividade foi completamente perdida em temperaturas superiores a 50°C. A Moojenina causou relevantes alterações morfológicas no fígado e no músculo, mas não causou alterações histológicas no rim, pulmão e coração de ratos. Essa metaloprotease causou incoagulabilidade sanguínea quando foi administrada em camundongos por via intraperitoneal. A Moojenina pode ser de grande interesse médico, pois a sua atividade anticoagulante pode ser explorado para a prevenção e tratamento de uma ampla gama de distúrbios trombóticos.
Abstract: CHAPTER 2: A fibrinogenolytic metalloproteinase from Bothrops moojeni venom, named Moojenin, was purified by a combination of ion-exchange chromatography on DEAE-Sephacel and gel filtration on Sephacryl S-300. SDS-PAGE analysis indicated that Moojenin consists of a single polypeptide chain and had a molecular mass of about 45 kDa, under reducing conditions and 30 kDa, under non-reducing conditions. The N-terminal sequence of Moojenin was determined to be LGPDIVSPPVCGNELLEV and it showed identity with many other snake venom metalloproteinases. The enzyme cleaves the Aα-chain of fibrinogen first, followed by the Bβ-chain, and shows no effects on the γ-chain. Moojenin showed coagulant activity on bovine plasma about 3.1 fold lower than crude venom. The fibrinogenolytic activity of Moojenin was abolished by preincubation with EDTA, 1,10-phenanthroline and β-mercaptoethanol, which also inhibited the coagulant activity. The coagulant activity was also inhibited by benzamidine and leupeptin. Moojenin showed maximum activity from 30 to 40 °C and the optimal pH was 4. Its activity was completely lost at temperatures above 50 °C. Moojenin caused relevant morphological alterations in liver and muscle, but it did not cause histological alterations in the lung, kidney and heart of mice. Moojenin rendered the blood uncoagulable when it was intraperitoneally administered to mice. Moojenin may be of medical interest because its anticoagulant activity can be explored for the prevention and treatment of a wide range of thrombotic disorders.
Keywords: Bothrops moojeni
Snake venom
Metalloproteinase
Cobra venenosa Veneno
Bothrops
Enzimas proteolíticas
Jararaca (Cobra) Veneno
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Genética e Bioquímica
Citation: MORAIS, Nadia Cristina Gomes de. Moojenina: Nova enzima coagulante isolada da peçonha de Bothrops moojeni - Purificação e Caracterização. 2011. 57 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2011.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15850
Issue Date: 26-Jul-2011
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Genética e Bioquímica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
d.pdf1.92 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.