Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15511
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Reflexões sobre terminologia jurídica bilínque de contratos: subsídios para o tradutor de contratos em inglês
metadata.dc.creator: Ventura, Luis Henrique Pontes
metadata.dc.contributor.advisor1: Moraes Filho, Waldenor Barros
metadata.dc.contributor.referee1: Coelho, Braz José
metadata.dc.contributor.referee2: Martins, Evandro Silva
metadata.dc.description.resumo: Ao traduzirem contratos de uma língua para outra, os tradutores costumam confiar demasiadamente na sua intuição, o que pode induzi-los a erro, pois muitos são os falsos cognatos, os casos de polissemia e demais aspectos que podem gerar confusão. Visando evitar esses equívocos, a maioria dos tradutores de contratos costuma utilizar, como subsídio à sua tarefa, os dicionários jurídicos bilíngües, que apresentam termos em um idioma, bem como o(s) equivalente(s) em outra língua. No entanto, a utilização destes repertórios terminológicos não exime o tradutor de cometer erros ao traduzir contratos. Focados nessa situação, realizamos um estudo analítico-descritivo em parte da terminologia jurídica bilíngüe, inglês-português e português-inglês, utilizada em contratos internacionais, tendo identificado e descrito unidades que, dentro do contexto dos contratos, adquirem valor terminológico, explicando suas relações com outros termos pertencentes ao mesmo sistema, procurando solucionar alguns problemas de adequação lingüística enfrentados por um tradutor de contratos internacionais. Como fontes de nossas pesquisas, utilizamos livros jurídicos em inglês americano e português brasileiro, modelos de contratos consagrados em ambos os idiomas, dicionários jurídicos monolíngües e, para fins de confronto, dicionários jurídicos bilíngües. Assim, levantamos termos jurídicos utilizados nos contratos em geral que podem resultar em traduções inadequadas e apresentamos como proposta seus respectivos equivalentes, tanto em inglês quanto em português; e, por derradeiro, confrontamos os resultados por nós alcançados com as propostas das principais obras terminográficas bilíngües da área em questão, analisando a eficiência destas obras. Dessa análise foi possível concluir que nem a intuição do tradutor, nem os dicionários jurídicos bilíngües contemporâneos são instrumentos eficazes para a correta e eficiente tradução de contratos, o que nos leva a sugerir que os tradutores de contratos atentem para o universo contextual e que os dicionários jurídicos bilíngües sejam elaborados de modo a apresentar informações mais complexas, tais como abonações. A título de sugestão, propusemos ao final um protótipo de dicionário jurídico bilíngüe, especializado em termos contratuais, contemplando as reflexões decorrentes deste estudo, que visa se apresentar como um subsídio mais eficiente ao tradutor de contratos internacionais.
Abstract: When translating contracts from one language to another, translators are in the habit of excessively trusting in their intuition, which may lead them into error. This is because many are the false cognates, cases of polysemy and other aspects relating to problems that may cause confusion. Intending to avoid these mistakes, the majority of the translators who translate contracts usually use, as an aid to their task, bilingual law dictionaries, which present terms in an idiom, as well as their equivalent(s) in another language. However, the use of these terminological repertories does not keep the translator free from making mistakes when translating contracts. Focused on this situation we carried out a descriptive analytical study on part of the bilingual legal terminology, English-Portuguese and Portuguese-English, used in international contracts. In this way we identified and described units which within the contractual context acquire terminological value. This explains their affinity with other terms pertaining to the same system and where we have sought to resolve some of the problems relating to linguistic suitability faced by an international contract translator. As sources for our research we used legal books in the American English and Brazilian Portuguese languages, samples of acclaimed contracts in both languages, monolingual legal dictionaries, and with the purpose of confrontation, bilingual legal dictionaries. In this manner we raise legal terms used in contracts in general which could cause inappropriate translations and we present their respective equivalents in English and in Portuguese as a proposal. And finally, we compared the results obtained by us with the proposals of the main bilingual terminographic dictionaries in the area in question, so analyzing the efficiency of same. From this analysis it was possible to conclude that not even the intuition of the translator nor the bilingual legal dictionaries presently available are efficient instruments to the correct and efficient translation of contracts. This brings us to suggest that translators of contracts attempt to the contextual universe and that bilingual legal dictionaries be elaborated in a manner of presenting more complex information, as observations. As a suggestion, we proposed a prototype of bilingual legal dictionary, specialized in contractual terms, based in the reflections resulted from this research, which intends to present itself as a more efficient assistance to the translator of international contracts.
Keywords: Terminologia bilíngüe
Terminografia bilíngüe
Dicionário terminológico
Direito contratual
Contratos internacionais
Bilingual terminology
Bilingual terminografy
Terminological dictionary
Contractual law
International contracts
Contratos - Terminologia
Tradução e interpretação
Direito Palavras e expressões
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Linguística Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos
Citation: VENTURA, Luis Henrique Pontes. Reflexões sobre terminologia jurídica bilínque de contratos: subsídios para o tradutor de contratos em inglês. 2007. 125 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Letras e Artes) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2007.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15511
Issue Date: 28-Sep-2007
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Estudos Linguísticos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LHPVenturaDISPRT.pdf907.91 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.