Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15486
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: O (im)possível lugar na obra de Raul Seixas : a constituição de uma paratopia
metadata.dc.creator: Figueira, Bruno de Sousa
metadata.dc.contributor.advisor1: Mussalim, Fernanda
metadata.dc.contributor.referee1: Baronas, Roberto Leiser
metadata.dc.contributor.referee2: Rodrigues, Marilia Giselda
metadata.dc.description.resumo: Nesta dissertação, objetivamos analisar, sob a perspectiva teórica da Análise do Discurso, sobretudo a partir das noções teóricas propostas por Dominique Maingueneau em Discurso Literário (2006), aspectos das práticas discursivas do cantor e compositor baiano Raul Seixas, a fim de verificar o modo de constituição da paratopia em sua obra. Conforme compreendido por Maingueneau, a paratopia é característica dos discursos constituintes (o religioso, o filosófico, o científico, o literário), os quais se propõem como discursos de Origem, que são validados por uma cena de enunciação que os autoriza a si mesmos. Para o autor, a paratopia advém de uma localidade paradoxal, que não diz respeito à falta de um lugar próprio ao discurso, mas refere-se à difícil negociação entre o lugar e o não-lugar, processo que emerge da própria impossibilidade desse discurso estabilizar-se. Tal processo incide sobre três dimensões classificadas por Maingueneau como embreantes paratópicos: a cenografia, o código de linguagem e o ethos. Com o intuito de demonstrar o modo de constituição do lugar paratópico de Raul Seixas, esta dissertação se debruça sobre um corpus de análise composto por prática discursiva intersemióticas do compositor: i) canções; ii) capas de álbuns; iii) vídeo de apresentação em um festival; iv) e um gibi-manifesto que foi distribuído em alguns shows do cantor. A escolha desse corpus e as análises realizadas foram delimitadas em função dos embreantes paratópicos que funcionam como motores que impulsionam a criação da obra em estudo e, nessa perspectiva, constroem a sua paratopia que, no caso específico de Raul Seixas, advém da reivindicação e/ou anunciação de um tempo e um espaço transcendentes e metafísicos, que estão além da própria enunciação.
Abstract: The aim of this study is to analyze, from the theoretical perspective of discourse analysis, especially from the theoretical notions proposed by Dominique Maingueneau in Literary Discourse (2006), aspects of the discursive practices of Brazilian singer and composer Raul Seixas, so as to investigate the way in which paratopy is constituted in his work. As understood by Maingueneau, paratopy is a characteristic of the self-constituting discourses (religious, philosophical, scientific and literary) proposed as discourses of origin and validated by an enunciation scene that authorizes them. For the author, paratopy comes from a paradoxical locality that does not concern the lack of a specific "place" for the discourse, but refers itself to the difficult negotiations between the place and the non-place, a process that emerges from the very impossibility of this discourse to stabilize itself. Such a process falls upon three dimensions Maingueneau classifies as paratopic engines: the scenography, the language code, and the ethos. In order to demonstrate the way in which Raul Seixas paratopic place is constituted, this study comprises a corpus of discursive and intersemiotic practices of the composer: i) songs; ii) album covers; iii) a presentation video at a festival; iv) and a comic-manifesto which was distributed in some of his shows. The chosen corpus and analysis carried out were outlined based on the paratopic engines, which we suppose that work as drivers to the creation of the work under study. Thus, in this perspective, they build their paratopy, which, in the specific case of Raul Seixas, emerges from the requirement and/or the announcement of a transcendent and metaphysical time and space beyond the enunciation itself.
Keywords: Seixas, Raul, 1945-1989
Análise do Discurso
Paratopia
Cenografia
Ethos
Posicionamento na interlíngua
Discourse analysis
Paratopy
Scenography
Ethos
Positioning in the interlingua
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Linguística Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos
Citation: FIGUEIRA, Bruno de Sousa. O (im)possível lugar na obra de Raul Seixas : a constituição de uma paratopia. 2015. 139 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Letras e Artes) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15486
Issue Date: 30-Jul-2015
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Estudos Linguísticos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ImpossivelLugarObra.pdf1.24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.