Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15472
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: A formação de professores de línguas para a avaliação da aprendizagem à luz da complexidade e da transdisciplinaridade
metadata.dc.creator: Almeida, Ludmila Nogueira de
metadata.dc.contributor.advisor1: Felice, Maria Inês Vasconcelos
metadata.dc.contributor.referee1: Souza, Valeska Virgínia Soares
metadata.dc.contributor.referee2: Furlin, Marcelo
metadata.dc.contributor.referee3: Araújo, Maurício Viana de
metadata.dc.description.resumo: A presente pesquisa tem como macro objetivo descrever e problematizar, à luz da complexidade, como se processa a formação de professores de línguas do curso de Letras de uma universidade do interior do Brasil, no que concerne à avaliação da aprendizagem. Assim sendo, os questionamentos que guiam esta pesquisa são: 1. O que propõe o Projeto Político- Pedagógico (PPP) do curso de Letras da instituição escolhida para este estudo de caso, no que tange à avaliação da aprendizagem? 2. Como os professores formadores veem a avaliação da aprendizagem na formação de professores de línguas? 3. As propostas e práticas avaliativas analisadas correspondem ao que a complexidade,a transdisciplinaridade e os estudos em avaliação sugerem para as práticas educacionais da contemporaneidade?Trata-se de um estudo de caso inserido no paradigma metodológico da pesquisa qualitativa, com base em Stake (1995) e André (2008), que buscou, como fonte de dados, entrevistas semiestruturadas realizadas com professores formadores e documentos da instituição, como o PPP e os Planos de Ensino. Para discutir a Avaliação da Aprendizagem, este estudo se embasou, sobretudo, em Álvarez Méndez (2002), Fernandes (2009), Hadji (2008), Luckesi (2010); e para discutir Avaliação e Linguística Aplicada, foram buscadas as contribuições de Neves (2004), Cunha (2006), Menezes e Sade (2006), e Felice (2011). Tais autores defendem a prática de uma avaliação formativa, pois é o tipo de avaliação que se mostra como o mais adequado para a regulação da aprendizagem. Para o item Formação de Professores, foram empregadas as lentes do paradigma da complexidade e seus desdobramentos educacionais, com base, principalmente, nas elucubrações teóricas de Freire (2009), Leffa (2006), Moraes (2007a), Morin (2003; 2005; 2013; 2014) e Nicolescu (2011). Por meio de suas pesquisas, esses autores evidenciam o surgimento de um novo paradigma educacional advindo do paradigma da complexidade que, de acordo com Moraes (2007b), emergiu, mas ainda não foi encarado e assumido pelo sistema educacional. Esse paradigma, de fato, enxerga a necessidade de uma educação que transcenda a fronteira das disciplinas e que encare o ser humano em seu aspecto multidimensional, isto é, integral social, biológico, cultural, mental, físico e espiritual. A análise dos dados, a partir do percurso teórico-metodológico escolhido, aponta para a necessidade de uma auto-heteroecoformação (FREIRE, 2009; FREIRE; LEFFA, 2013; MORAES, 2007a; 2010a; 2010b) de professores,voltada à avaliação da aprendizagem de línguas, de maneira que a avaliação formativa deixe de ser apenas mais uma utopia educacional nas práticas avaliativas de docentes dos diferentes níveis de ensino (HADJI, 2008), concretizando-se nas práticas dos professores formadores para retroagirem nas práticas dos professores em formação.
Abstract: This research has as a macro objective to describe and question, in the light of complexity, how the language teacher training of a Language and Literature course from a Brazilian university is processed, regarding the learning assessment. Therefore, the questions that guide this research are: 1. What does the Political-Pedagogical Project (PPP) of the Language and Literature course from the selected institution for this case study propose, regarding the assessment? 2. How do the teachers/trainers see the learning assessment in the training of language teachers? 3. Do the analyzed proposals and assessment practices correspond to what complexity, transdisciplinarity and studies on assessment suggest to the contemporary educational practices? It is a case study inserted in the methodological paradigm of qualitative research, based on Stake (1995) and André (2008), which sought as a source of data semi-structured interviews with teachers/trainers and documents from the institution, such as PPP and Course Plans. To discuss assessment, this study was supported especially in Álvarez Méndez (2002), Fernandes (2009), Hadji (2008), Luckesi (2010); and to discuss evaluation and Applied Linguistics, contributions from Neves (2004), Cunha (2006), Menezes and Sade (2006) and Felice (2011) were sought. These authors defend the practice of a formative assessment because it is the kind of evaluation that seems the most appropriate for the regulation of learning. For the item Teacher Training, the lenses of the complexity paradigm and their educational outcomes were utilized, supported mainly in theoretical lucubration of Freire (2009), Leffa (2006), Moraes (2007a), Morin (2003; 2005; 2013; 2014) and Nicolescu (2011). Through their research, these authors show the appearance of a new educational paradigm arising from the complexity paradigm that, according to Moraes (2007b), emerged, but it has not been faced and assumed by the educational system yet. This paradigm, in fact, sees the necessity for an education that transcends the discipline edges and which faces the human being in his/her multidimensional aspect, that is, integral social, biological, cultural, mental, physical and spiritual. Data analysis from the theoretical and methodological approach chosen points to the necessity of a self-heteroecoformation (FREIRE, 2009; FREIRE; LEFFA, 2013; MORAES, 2007a; 2010a; 2010b) of teachers, focused on language learning evaluation, so that formative assessment is no longer just an educational utopia in assessment practices of teachers from different educational levels (HADJI, 2008), concretizing on the practice of teachers/trainers to retroact in the practices of teachers in training.
Keywords: Formação de professores
Avaliação
Complexidade
Transdisciplinaridade
Teacher training
Assessment
Complexity
Transdisciplinarity
Professores de línguas - formação
Aprendizagem - avaliação
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Linguística Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos
Citation: ALMEIDA, Ludmila Nogueira de. A formação de professores de línguas para a avaliação da aprendizagem à luz da complexidade e da transdisciplinaridade. 2015. 151 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Letras e Artes) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15472
Issue Date: 20-Jul-2015
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Estudos Linguísticos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FormacaoProfessoresLinguas.pdf1.23 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.