Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15430
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Entre os limites do real e a ilusão da transparência: o processo de produção de sentidos
metadata.dc.creator: Gonzalez, Vania Duarte
metadata.dc.contributor.advisor1: Bertoldo, Ernesto Sérgio
metadata.dc.contributor.referee1: Agustini, Carmen Lucia Hernandes
metadata.dc.contributor.referee2: Ghiraldelo, Claudete Moreno
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho resulta da pesquisa, que realizamos, no campo da Lingüística Aplicada em interface com as concepções teóricas da Análise de Discurso de linha francesa de cunho histórico-ideológico. Na linha de estudos sobre ensino e aprendizagem de línguas ocorreu-nos problematizar a leitura-interpretação-produção de sentidos, a partir do trabalho que se efetua nas aulas de Língua Portuguesa do ensino fundamental em três escolas da rede pública de ensino. Como decorrência dessa problematização, a hipótese direcionadora deste estudo é que, em virtude de o sujeito-aluno não se configurar como um leitor dos textos lidos na escola, na produção de sentidos esperada, não constitui condição suficiente para se afirmar que ele não seja um leitor proficiente. Quanto ao sujeito-professor, em vez de tratar a interpretação como um momento privilegiado de produção de sentidos, dada a sua constituição e o poder que exerce na sala de aula, prossegue trabalhando com verdades dadas e absolutas. Para confirmar ou refutar essa hipótese aplicamo-nos ao trabalho de analisar um conjunto de dez aulas de leitura e interpretação de textos, cujo funcionamento permitiu-nos a seleção dos registros da coleta, que na interação de sala de aula, apresentavam-se como regularidades resultantes de deslocamentos, de dispersão dos sujeitos e dos sentidos. Enquanto categoria teórica de análise, a noção de sujeito - um efeito de linguagem, não pode configurar-se em plenitude, porque é dividido, faltoso, desejante.. Junto a essa perspectiva teórica de sujeito-efeito de linguagem, outros conceitos como formações discursivas, interdiscurso, memória discursiva, heterogeneidades, sentidos e efeitos de sentido são operacionalizados no propósito de ancorarem as análises dos enunciados, ora extraídos das aulas gravadas, ora dos questionários aplicados aos sujeitos-professores. Por tratarmos de questões de ensino-aprendizagem, empreendemos (re)leituras do documento que oficializa o ensino fundamental de Língua Portuguesa para a escola pública, os Parâmetros Curriculares Nacionais PCN, na intenção de compulsar o embasamento teórico de suas diretrizes e o funcionamento, levado a efeito, através das aulas de leitura e interpretação de textos de Língua Portuguesa, as quais constituem o corpus de análise deste trabalho. O fazer/dizer dos sujeitos-professores e dos sujeitos-alunos assinalou que o funcionamento de sala de aula, procurando acertar pela metodologia, trabalha no cumprimento de tarefas, definido pelas regras de outros jogos, que se jogam de memória. As propostas dos parâmetros não chegaram a acontecer, porque, também, nem os sentidos acontecem na forma do desejo. A produção de sentidos prossegue encerrada nos limites das concepções de linguagem e de leitura. A vontade de poder/saber, reproduzida no ritual de ensinar e aprender, deixa sinais de que há um desejo real de que o dizer faça o UM, sem imperativos da lei, o que não impede que os sentidos possam sempre ser outros. Problematizar a transparência na linguagem, tangenciada por pontos de impossível o Real, prepara-nos para a abertura de outros acessos e de outras saídas na produção de sentidos possíveis para os sujeitos-alunos, para os sujeitos-professores e para a escola que não lhe percebeu a falta.
Abstract: takes into account theoretical concepts of the French Discourse Analysis School. The process of production of meaning is discussed. In order to achieve such an aim, reading and interpretation in fundamental cycles in three different public schools are analyzed. We have dealt with the hypothesis under which it is not the fact that students do not provide teachers with meanings previously expected that we can say that they are not proficient readers. This hypothesis is supported by the every fact that teachers, as observed, do not treat interpretation as a special moment of production of meanings. It is by exercising their power that they go on supporting absolute truths in the classroom. Methodologically, we have analyzed ten readinginterpretation classes, which allowed us to select the research data. Theoretically, this research was supported by the notion of a subject, as an effect of language, divided and desiring. In addition, other concepts such as discursive formation, interdiscourse, discursive memory, heterogeneity, meaning and effect of meaning were used in order to analyze students and teachers sayings in the production of meanings in the classroom. We have also analyzed this official document responsible to guide the teaching and learning of Portuguese Language called PCN S. We have found that there is a great distance between what the document proposes and what teachers effectively do in reading and interpretation activities in the classroom. We have found that the production of meanings is subjected to language and reading conceptions that constitute both teachers and students. The will of power and knowledge present in the proceedings of teaching and learning leaves marks that indicate that there is a real desire that our saying makes one, without any imperative of the law. What is real in language is the very fact that meaning can always be another one.
Keywords: Língua portuguesa
Leitura
Produção de sentido
Limites do sentido
Portuguese language
Reading
Production of meaning
Limits of meaning
Análise do discurso
Lingüística aplicada
Língua portuguesa - Estudo e ensino
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Linguística Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos
Citation: GONZALEZ, Vania Duarte. Entre os limites do real e a ilusão da transparência: o processo de produção de sentidos. 2006. 170 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Letras e Artes) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2006.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15430
Issue Date: 28-Jun-2006
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Estudos Linguísticos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VDGonzalesDISSPRT.pdf390.61 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.