Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15412
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: O alçamento das vogais médias pretônicas: um estudo do falar Ituiutabano
metadata.dc.creator: Bisinotto, Allyne Garcia
metadata.dc.contributor.advisor1: Magalhães, José Sueli de
metadata.dc.contributor.referee1: Nunes, Gisele da Paz
metadata.dc.contributor.referee2: Floripi, Simone Azevedo
metadata.dc.description.resumo: O objetivo desta pesquisa foi descrever o alçamento das vogais médias pretônicas no falar de Ituiutaba, Minas Gerais. Utilizamos a metodologia variacionista laboviana, a qual nos deu suporte necessário para investigar e sistematizar a variação de uma comunidade linguística. O corpus foi constituído por 2143 ocorrências de vogais médias pretônicas, sendo 1514 realizações da vogal /e/ e 629 da vogal /o/. Essas vogais foram analisadas em nomes com estruturas CV, CVC e CVN a partir das 24 entrevistas realizadas. Os informantes da pesquisa foram estratificados por: sexo; faixa etária; escolaridade; nascidos na zona urbana de Ituiutaba ou terem chegado até os cinco anos de idade nessa cidade. Além das variáveis extralinguísticas (sexo, faixa etária e escolaridade), estabelecemos como variáveis linguísticas: distância da sílaba tônica; tipo de sílaba em que ocorre a vogal média pretônica (aberta, fechada); vogal precedente à vogal média pretônica; vogal da sílaba tônica; contexto fonológico precedente ponto de articulação (labial, coronal, dorsal) e modo de articulação (contínuo e não contínuo); e, por fim, nasalidade. Após as análises estatísticas computadas pelo software Goldvarb, os contextos favorecedores para o alçamento de /e/ foram: vogal alta na sílaba tônica; consoantes não contínuas em contexto seguinte; consoantes dorsais em contexto seguinte; vogal média pretônica na sílaba inicial; consoantes labiais em contexto precedente e distância 1 da sílaba tônica. Os contextos que favoreceram o alçamento de /o/ foram: sílaba aberta; vogal média baixa e alta na sílaba tônica; vogal média pretônica na sílaba inicial; distância 1 da sílaba tônica; consoantes não contínuas em contexto precedente; consoantes labiais e coronais em contexto precedente; consoante labial em contexto seguinte. As variáveis extralinguísticas não foram favorecedoras ao alçamento das vogais médias pretônicas, pois o fenômeno não foi estigmatizado entre os indivíduos.
Abstract: The research aimed to describe raising of pretonic mid vowels in Ituiutaba-MG speech. We use the Labovian methodology which gave us needful base to investigate and systematize the variation of a linguistic community. The corpus was composed 2143 instances of pretonic mid vowels (1514 realizations of the vowel /e/ and 629 of the vowel /o/). These vowels were analyzed in nouns with structures CV, CVC and CVN from 24 interviews realized. The informants of the study were stratified by gender, age and educational level. They must be born in an urban area or they must have arrived in this are until five years old. In addition, the extra-linguistic variables (gender, age and educational level), we established as linguistic variables: distance from the stressed vowel, syllable type that occurs the pretonic mid vowel (open, closed), the preceding vowel to pretonic mid vowel, the vowel of the stressed syllable, preceding phonological context place of articulation (labial, coronal, dorsal) and manner of articulation (continuous and not continuous), and nasality. After statistical analysis computed by the Goldvarb software, the favoring contexts to the raising of /e/ were: high vowel in the stressed syllable, not continuous consonants in the following context, dorsal consonants in the following context, pretonic mid vowel in initial syllable, labial consonants in the preceding context and distance 1 from the stressed syllable. The contexts favored the raising of /o/ were: open syllable, high mid vowel and low vowel in stressed syllable, pretonic mid vowel in the initial syllable, distance 1 from stressed syllable, no continuous consonants in preceding context, coronal and labial consonants in preceding context and labial consonant in the following context. The extra-linguistic variables were not favoring to raising of pretonic mid vowels because the phenomenon was not stigmatized among individuals.
Keywords: Alçamento
Vogal média pretônica
Metodologia variacionista
Raising
Pretonic mid vowel
Variational methods
Linguística Estudo e ensino
Língua portuguesa Variações
Linguagem popular Ituiutaba (MG)
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Linguística Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos
Citation: BISINOTTO, Allyne Garcia. O alçamento das vogais médias pretônicas: um estudo do falar Ituiutabano. 2011. 118 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Letras e Artes) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2011.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15412
Issue Date: 31-May-2011
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Estudos Linguísticos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
diss allyne.pdf601.38 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.