Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15395
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: "Vamos tentar um tandem?": histórias de ser pesquisadora, novas tecnologias e poder
metadata.dc.creator: Migliorança, Cássia Regina
metadata.dc.contributor.advisor1: Felice, Maria Inês Vasconcelos
metadata.dc.contributor.referee1: Moraes Filho, Waldenor Barros
metadata.dc.contributor.referee2: Gomes, Luiz Fernando
metadata.dc.description.resumo: Não sei dizer se este trabalho é a história que vou contar, ou se esta história é o trabalho que vou apresentar. As duas coisas estão muito imbricadas para sofrerem esta distinção. Tenho como objetivo narrar e analisar a tentativa de uma experiência de aprendizagem em prática de Tandem via MSN Messenger em uma escola pública da região do Triângulo Mineiro, com base nos pressupostos da Pesquisa Narrativa, de acordo com Connelly; Clandinin, 2000, 2004, 2005) e Ely (2007). Relaciono, ao longo deste relato, principalmente, estudos sobre, e experiências com, prática de tandem, de acordo com Migliorança (2007), Brammerts e Calvert (2003), Telles; Vassallo (2005) e Telles (2006); ensino e aprendizagem de línguas e novas tecnologias, segundo Warschauer (1996, 1997), Moita Lopes (2005) e Paiva (2006); e linguagem e poder, com base em Fairclough (1989, 2009). As histórias vividas durante a pesquisa foram analisadas pela composição de sentidos, com base nos estudos realizados por Ely; Vinz; Downing; Anzul (2001). Pude perceber que as relações de poder presentes no campo de pesquisa, incluindo pressuposições que fiz sobre o uso das novas tecnologias, tiveram influência no encaminhamento da pesquisa, resultando no não acontecimento da prática de tandem conforme inicialmente planejado e na mudança de perspectiva de análise após a qualificação. Apesar dos (im)previstos que a Pesquisa Narrativa sempre prevê -, a tecnologia exerceu um papel significativo para os participantes na descoberta de recursos para aprendizagem de língua Inglesa e no início de um possível processo de mudança na prática da professora participante. Além disso, a tecnologia possibilitou aos alunos participantes o contato com alunos de uma escola estrangeira e momentos de tandem cultural, o que pareceu ter um possível impacto na aprendizagem dos alunos em relação à motivação, à autonomia e à compreensão de aspectos culturais.
Abstract: I can t say if this dissertation is the story I will tell or if this story is the dissertation I will present. Both story and dissertation are too imbricated to be distinguished. I aim at narrating and analyzing the attempt to propose an experience of learning in Tandem practice through MSN Messenger in a public school in the Triangulo Mineiro region, based on the principles of Narrative Inquiry, according to Connelly; Clandinin, 2000, 2004, 2005) and Ely (2007). I relate throughout this report mainly studies on, and experiences with, tandem practice, according to Migliorança (2007), Telles (2006), Telles; Vassallo (2005), and Brammerts and Calvert (2003); teaching and learning languages and new technologies, based on Moita Lopes (2005), Paiva (2006) and Warschauer (1996, 1997); and language and power, according to Fairclough (1989, 2009). The stories lived during the research were analyzed from the sense making principles, based on Ely, Vinz, Downing, e Anzul (2001). I could notice that the relations of power present in the research field, including assumptions I had about the use of new technologies, influenced on the research routing, resulting on the non-occurrence of the tandem practice according to the former plan and on the change of the analysis perspective after the qualification session. Despite of the (un)expected aspects what Narrative Inquiry always foresees -, technology had a meaningful role in the discovery of English learning resources by the student participants and to the beginning of a possible process of change in the teacher s practice. Furthermore, technology enabled the participants to contact students of a foreign school and moments of a cultural tandem, which seemed to have a possible impact on their learning in relation to motivation, autonomy and understanding of cultural aspects.
Keywords: Tandem
Novas tecnologias
Relações de poder
Ensino aprendizagem
New technologies
Power relationships
Teaching and learning
Linguagem e línguas - Estudo e ensino
Aprendizagem - Metodologia
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Linguística Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos
Citation: MIGLIORANÇA, Cássia Regina. "Vamos tentar um tandem?": histórias de ser pesquisadora, novas tecnologias e poder. 2011. 150 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Letras e Artes) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2011.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15395
Issue Date: 24-Feb-2011
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Estudos Linguísticos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Diss Cassia.pdf2.08 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.