Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15386
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Oralidade em língua estrangeira (inglês): representações discursivas
metadata.dc.creator: Ferreira, Edilson Pimenta
metadata.dc.contributor.advisor1: Castro, Maria de Fátima Fonseca Guilherme de
metadata.dc.contributor.referee1: Santos, João Bôsco Cabral dos
metadata.dc.contributor.referee2: Viana, Nelson
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa foi desenvolvida em uma abordagem inter/transdisciplinar que abrange uma interface entre a Linguística Aplicada (LA), a Análise do Discurso de linha francesa (ADF) e a Análise Dialógica do Discurso (ADD). Foi esboçada a fim de se delinear os sentidos de oralidade construídos por sujeitos quando ocupam o lugar discursivo de graduandos em Sistemas de Informação, de uma universidade privada no estado de Minas Gerais, em contexto de aula de inglês instrumental, ou seja, buscamos investigar as representações constitutivas desta oralidade. Atribuiu-se a esta dissertação a tarefa de descrever, analisar e delinear as representações sobre oralidade em língua inglesa construídas por esses sujeitos graduandos em uma área computacional; as vozes, em relação polifônica, evocadas por esses sujeitos para a construção das referidas representações e evidenciar em quais formações discursivas se inscrevem as práticas discursivas presentes nos dizeres dos participantes. Busquei, portanto, estudar fatores que incidem no processo de ensino-aprendizagem de língua inglesa a fim de melhor compreender como esses fatores se traduzem na relação que se instaura entre esses sujeitos e sua oralidade nessa língua. Para isso, a Proposta AREDA (Análise de Ressonâncias Discursivas em Depoimentos Abertos Serrani-Infante, 1998) foi utilizada como ferramenta metodológica para a coleta dos depoimentos dos quatro participantes da pesquisa. Como resultado, foi possível depreender que a relação dos sujeitos-participantes da pesquisa, em relação à oralidade em língua inglesa é regida por quatro (4) representações que denominei: i) a oralidade como objeto de desejo; ii) a oralidade como possibilidade de ascensão profissional; iii) a oralidade como elemento legitimador do saber da língua inglesa e iv) a oralidade como inscrição de um outro. Essas representações se interpenetram e se interconstituem, sendo que as práticas discursivas presentes nos dizeres dos enunciadores se encontram circunscritas em algumas formações discursivas (FDs) que denominei: FD do neoliberalismo, FD do empreendedorismo, FD da falta, FD da acuidade linguística e FD da capacitação. Ao representarem a oralidade em língua inglesa como objeto de desejo, foi possível observar que os sujeitos-participantes da pesquisa se constituem na alteridade e na projeção do outro que é nativo e que, em seu imaginário, vivenciam a completude da língua inglesa. Ao representarem a oralidade como possibilidade de ascensão profissional, os sujeitos se inscrevem na FD da capacitação, pois seus dizeres confluem enunciativamente ao afirmarem que há um desejo de atender um mercado cada vez mais exigente e, dessa forma, conseguir respeitabilidade em um processo de globalização contínuo atual por meio da capacitação. A FD do empreendedorismo e a FD da acuidade lingüística puderam também ser percebidas nessa representação pela busca por uma mobilidade social que somente seria possível por meio do domínio da oralidade e pela acuidade lingüística na língua inglesa. Essa última FD resvala uma prática discursiva estrutural-comportamental, que também os levaria a ascensão profissional desejada. Ao representarem a oralidade como elemento legitimador do saber da língua inglesa, percebemos que há alguns sentidos que aqui se condensam e concorrem para caracterizar formações discursivas que poderiam ser chamadas FD empreendedora e FD neoliberal, pois o enaltecimento do falar como elemento legitimador do saber da língua inglesa conflui para um pensamento capitalista-neoliberal moderno de busca de sucesso em uma inscrição empreendedora. Por fim, ao representarem a oralidade como inscrição de um outro, os sujeitos deixam resvalar um desejo de espelhamento em um falante nativo de língua inglesa, considerado ideologicamente por eles como único caminho para a acuidade linguística e, por assim conceber o lugar desse nativo, é instaurada um relação de projeção a esse nativo, o que nos leva a perceber que alguns sentidos aqui se condensam e concorrem para caracterizar a FD da falta.
Abstract: This dissertation was developed in an inter/transdisciplinary approach that involves Applied Linguistics (AL), French Discourse Analysis (DA) and Dialogical Discourse Analysis (DDA). It was designed to delineate the orality meanings constructed by subjects when they occupy the discursive place of Information Systems undergratuate, from a private university in the state of Minas Gerais in an English for Specific Purposes first term class, and, with this, investigate the constitutive representations of this orality. It was attributed to this dissertation the task to describe, analyse and delineate the representations of orality in English constructed by these computer-field undergraduate subjects; the voices raised, in polyphonic relations, by these subjects to construct the representations and evidence in which discursive formations (DFs) their discursive practices are inscribed. I studied, therefore, factors that interfere in the English language teaching process in order to better understand how these factors are translated in the relation that is instaurated between these subjects and their orality in this language. With that aim, the AREDA (Serrani-Infante, 1998) was utilized as a methodological tool for data collection. As a result, it was possible to observe that the relation that the research subjects have with their orality is ruled by four representations: i) orality as an object of desire; ii) orality as a professional upgrade; iii) orality as a legitimizer of good English command and iv) orality as the inscription of another one. These representations are interpenetrated and interconstituted and the discursive practices are circumscribed in some DFs that I classified as: DF of neoliberalism, DF of Entrepreneurship, DF of lack, DF of linguistic accuracy and DF of capacitation. While representing their orality as an object of desire, it was explicited a constant lack of nativeness, which is significant to them and makes them state that they see a nativespeaker of English as complete. While representing their orality as a professional upgrade, the DF of capacitation was explicited, as their enunciations are matched in the sense of making an effort to meet an ever-growing market demand and this way, gain respectability in a current non-stop globalization process through capacitation. The DF of Entrepreneurship and the DF of linguistic accuracy were also observed in this representation, once their desire for social mobility would only be possible through the mastering of orality and linguistic accuracy in the English language. This one reveals a structural and behavioral practice, which would also make them ascend professionally. While representing their orality as a legitimizer of good English command, it is possible to observe some meanings that characterize the DF of Entrepreneurship and the DF of neoliberalism, once the overestimation of the orality in the English language can be inscribed in a modern neoliberal capitalist mentality that would take them to the search for success circumscribed in an entrepreneurship stance. And while representing their orality as inscription of another one, the subjects project a desire for an English native-speaking condition, considered by them, as the only way for linguistic accuracy, and when this relevance is given to the native-speaker, there is a projection relation instaurated, which characterized the DF of Lack.
Keywords: Linguística aplicada
Análise do discurso
Ensino-aprendizagem de língua inglesa
Oralidade em língua estrangeira
Applied linguistics
Discourse analysis
English teaching-learning process
Orality in foreign languages
Língua inglesa - Análise de discurso
Língua inglesa - Estudo e ensino
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Linguística Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos
Citation: FERREIRA, Edilson Pimenta. Oralidade em língua estrangeira (inglês): representações discursivas. 2010. 120 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Letras e Artes) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2010.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15386
Issue Date: 8-Sep-2010
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Estudos Linguísticos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Diss Edilson.pdf664.47 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.