Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15366
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: O sujeito nos discursos de resistência em Chico Buarque de Hollanda
Other Titles: Subject in the resistance discourse in Chico Buarque de Hollanda
metadata.dc.creator: Crosara, Franciele Magalhães
metadata.dc.contributor.advisor1: Fernandes, Cleudemar Alves
metadata.dc.description.resumo: O texto em questão consiste em um estudo de canções pertencentes ao que ficou popularmente conhecido por canções políticas, na época do regime militar ditatorial brasileiro, dado o fato da utilização dessas canções como veículo de protesto e disseminação de ideologia política, constituindo um importante instrumento de resistência ao regime autoritário. Assim, esta pesquisa tem como objetivo geral verificar como se processa a constituição do sujeito no discurso de resistência político-social durante o regime militar no Brasil, por meio de um estudo de recortes de canções de Chico Buarque de Hollanda e, mais especificamente, verificar sob quais regularidades emergem as inscrições discursivas da ditadura militar e identificar os princípios reguladores depreendidos das canções. A análise da constituição do sujeito, então inscrito em um determinado lugar sócio-histórico-ideológico, marcado pelas formações discursivas que lhe são constituintes, aponta para uma melhor compreensão não apenas do sujeito em si, mas do momento histórico e dos discursos nos quais ele estava inscrito. Considerando que, para Foucault (2007), a interpretação do sujeito é uma análise do processo constitutivo dele próprio, na medida em que é chamado para constituir-se como sujeito ético e moral, a constituição do sujeito no discurso de resistência político-social implica uma série de deslocamentos discursivos, com atravessamentos da esfera do poder e de como ele se faz obedecer, e como essa trama complexa e heterogênea de relações é propiciada pelo papel determinante das resistências. Ao considerar a teoria do discurso à luz dos pressupostos teóricos da Análise do Discurso de vertente francesa, compreendemos que os processos semânticos são construídos por uma determinação histórica, que tudo que é falado é historicamente possibilitado, e que a busca no social, na exterioridade do texto, atravessada pelas condições de produção, pelas noções de ideologia, história, memória e linguagem, constituem elementos indissociáveis para a construção dos sentidos. Uma das regularidades discursivas encontradas no processo de subjetivação do sujeito e da construção dos sentidos foi o uso do discurso autorizado como forma de silenciamento.
Abstract: This work consists of a study of songs that belong to the Brazilian dictatorial military period and are popularly known as political songs, once they were used as a vehicle of protest and ideological policy dissemination, consisting of an important resistance instrument to the authoritarian regime. Though, the aim of this research is to verify how the constitution of the subject in the political-social resistance discourse is processed during the military period in Brazil, through parts of the songs by Chico Buarque de Hollanda and, more specifically, verify from which kind of regularities the discursive inscriptions of the military regime emerge and identify regulating principles in the songs. The analysis of the subject constitution, subscribed in a specific social-historical-ideological place, marked by discursive formations that are constitutive to him, helps us not only to have a better subject comprehension, but also of the historical moment and of the discourses the subject was subscribed. Considering that, according to Foucault (1995), the interpretation of the subject is an analysis of the process in which he is subscribed, as he is supposed to be held as an ethical and moral subject, the constitution of the subject in the political-social resistance discourse implies discursive displacements, crossed by the power sphere, according to which power supposes obedience, and by how this complex and heterogeneous net is provided by the determining role of the resistance. Considering the discourse theory based on the assumptions of the French Discourse Analysis, we comprehend that semantic processes are constituted by historical determinations, that everything that is said is historically made possible, and that the search for the social, in the exteriority of the text, crossed by production conditions, by notions of ideology, history, memory and language, constitute inseparable elements to the construction of meaning. One of the discursive regularities found in the process of constitution of the subject and in the construction of meaning was the authorized discourse as a mean of silence.
Keywords: Discurso
Resistência
Sujeito
MPB
Chico Buarque
Ditadura Militar
Discourse
Resistance
Subject
Military Period
Análise do discurso
Buarque, Chico, 1944
Música popular brasileira
Brasil - História - 1964-1985
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Linguística Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos
Citation: CROSARA, Franciele Magalhães. Subject in the resistance discourse in Chico Buarque de Hollanda. 2009. 95 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Letras e Artes) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2009.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15366
Issue Date: 7-Oct-2009
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Estudos Linguísticos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
franciele.pdf575.6 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.