Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15343
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: A relação entre referenciação e argumentação
metadata.dc.creator: Silva, Walleska Bernardino
metadata.dc.contributor.advisor1: Finotti, Luísa Helena Borges
metadata.dc.contributor.referee1: Travaglia, Luiz Carlos
metadata.dc.contributor.referee2: Leite, Marli Quadros
metadata.dc.description.resumo: Embasado pelos estudos da Lingüística Textual, este trabalho objetivou verificar de que maneira um dos mecanismos que compõe a malha textual, a referenciação, se relaciona com a argumentação em textos de cunho argumentativo. Partindo da concepção de texto como lugar de construção interacional de sentidos e concebendo os sujeitos como ativos, nossa proposta, que seguiu a perspectiva de base sociocognitiva interacional, foi justificada pela intenção de se perceber como o homem exerce sua capacidade de emitir juízos de valor, por meio do mecanismo lingüístico da referenciação. Para tanto, optamos por focalizar preferencialmente as formas remissivas nominais, cujo antecedente estivesse necessariamente inserido no cotexto. As expressões anafóricas nominais contempladas pela pesquisa foram descritas em relação ao tipo; ao nome-núcleo e aos determinantes e modificadores do nome-núcleo. Com isso, objetivamos identificar: a) qual o tipo de anáfora nominal predominante e sua implicação; b) se o nome-núcleo do anaforizante consegue propor viés argumentativo e c) qual o grau de importância dos determinantes e modificadores do nome-núcleo na construção da argumentação. O corpus desta pesquisa, de natureza quantitativa e qualitativa, constou de 30 artigos de opinião extraídos de três jornais: Folha de S. Paulo, O Estado de São Paulo e Estado de Minas. Concebendo o fenômeno referencial como um processo, valemo-nos especialmente dos estudos de Mondada e Dubois (2003), Apótheloz (2003), Maingueneau (2005) e Koch (2003a). Quanto às análises, verificamos que a predileção das retomadas anafóricas foi pela anáfora infiel, com nome-núcleo genérico e descrições definidas antepostas ao nome nuclear. A partir dessa constatação, consideramos que a relação referenciar e argumentar é bastante estreita em função, principalmente, dos termos que acompanham o nome-núcleo, seja em posição anterior ou posterior. Esses termos têm função ímpar para a referenciação, uma vez que determinam o modo como o referente é reapresentado no discurso. Essa reapresentação é marcada por impressões pessoais e é, por isso, que a argumentação está intimamente imbricada nas expressões anafóricas que apresentam algum tipo de determinante, sendo o mais recorrente o artigo definido, favorecido pela presença na mesma expressão anafórica de outro modificador, como um sintagma preposicionado ou uma oração relativa.
Abstract: This study, carried out in the area of Textual Linguistics, aimed at investigating the relationship between reference choices (referenciation), one of the various mechanisms which are associated with textuality, and the development of argumentative texts. Based on a concept of text understood as an interactive means for the construing of meaning, and regarding the subject as an interactive being, our study is based on a socio-cognitive perspective, and seeks to understand men s ability to express value judgment through linguistic choices of reference. In order to achieve our goals, we focused mainly on the nominal remissive forms whose antecedent was necessarily inserted in the co-text. The nominal anaphoric expressions analyzed in the study were described in relation to: type; nucleus-name; as well as determinants and modifiers of the nucleus-name. Thus, it was our purpose to identify: a) whether the type of nominal anaphora reflects a subjective use (manifestation); b) whether the nucleus-name of the anaphoric form is able to convey an argumentative meaning, and c) what is the level of importance of the determinants and modifiers of the nucleus-name in the development of the argumentative texts. The corpus used in the study, of qualitative and quantitative nature, was composed of 30 essays taken from three newspapers: Folha de S. Paulo, O Estado de São Paulo and Estado de Minas. Starting from the premise that referenciation is a process, we based our work mainly in the studies by Mondada; Dubois (2003), Apótheloz (2003), Maingueneau (2005) and Koch (2003a). The analysis showed a preference for unfaithful anaphor, with a general nucleusname and definite descriptions preceding the nucleus-name. Based on these findings, we believe that referential relations and argumentation are closely related in terms of function, mainly concerning the terms which accompany the nucleus-name, either before or after it. These terms play an important role concerning referenciation, due to the fact that they determine the way the referent is represented in discourse. This representation is marked through personal impressions, and it is because of this fact that argumentation is intimately linked to anaphoric expressions which present some type of determinant. Among the determinants, the definite article is the most frequent one, and it is favored by the presence of another modifier in the same anaphoric expression, such as the prepositional phrase or a relative sentence.
Keywords: Referenciação
Argumentação
Anáfora nominal
Referenciation
Argumentation
Nominal anaphor
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Linguística Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos
Citation: SILVA, Walleska Bernardino. A relação entre referenciação e argumentação. 2008. 193 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Letras e Artes) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2008.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15343
Issue Date: 23-Sep-2008
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Estudos Linguísticos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Waleska.pdf1.39 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.