Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15327
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: A constituição identitária de Olga Benário: uma abordagem pragmática
metadata.dc.creator: Serpa, Maria Valquíria Faria
metadata.dc.contributor.advisor1: Freitas, Alice Cunha de
metadata.dc.contributor.referee1: Bertoldo, Ernesto Sérgio
metadata.dc.contributor.referee2: Nigro, Cláudia Maria Ceneviva
metadata.dc.description.resumo: Este estudo visou investigar como se dá a construção das várias posições identitárias de Olga Benário, a partir das políticas de nomeação/predicação e de representação flagradas na materialidade lingüística de alguns textos biográficos, quais sejam, as obras Olga, de Fernando Morais (2004), Camaradas, de William Waack (2004); os ensaios Olga , de Rita Buzzar (1995), Olga Benário Prestes, minha mãe e Olga: revolucionária, sem perder a ternura , ambos de Anita Leocádia Prestes, publicados em 1995 e 2004, respectivamente. Esta investigação propôs-se também a identificar os sistemas de valores e crenças que estão em jogo na legitimação e no apagamento dos vários aspectos identitários de Olga. Pretendeu-se apresentar as formas como são descritos estes aspectos que identificam essa militante, por meio das políticas de representação subjacentes às políticas de nomeação/predicação manifestadas em cada texto analisado e que estão diretamente relacionadas ao processo de construção identitária da personagem histórica Olga Benário, doravante Olga Benário Prestes. Enfim, a análise desenvolvida configurou-se como uma pesquisa de caráter analítico-crítico descritivo, já que, apoiada nos pressupostos teóricos pós-estruturalistas, em torno do conceito de identidade, interpretou e descreveu o processo de construção dos aspectos que identificam Olga Benário, levando-se em consideração as manifestações sócio-históricas, culturais e ideológicas, tanto do momento em que se deu a militância política de Olga, quanto do contexto em que os textos biográficos foram produzidos. Assim, afirmou-se a hipótese de que alguns aspectos identitários de Olga são apagados e outros evidenciados nos textos, dependendo da conveniência da política de representação de cada fonte analisada, uma vez que toda política de representação é sempre moldada por questões de cunho ideológico, social e político. Em decorrência disso, o retrato de Olga apresenta-se sempre multifacetado. Percebeu-se a construção de várias identidades de Olga, mas, por um outro lado, foi preciso que cada autor(a) essencializasse essas identidades. Para realizar este trabalho, tomou-se como parâmetro a linha de pesquisa da Pragmática, no que se refere ao caráter performativo da linguagem e ao ato de nomear/predicar (AUSTIN, 1990); à política de representação (RAJAGOPALAN, 2002, 2003). Também subsidiaram esta pesquisa as noções de identidade e de diferença discutidas a partir da perspectiva dos estudos culturais e lingüísticos.
Abstract: This study aimed at investigating the way the construction of several Olga Benário s identity positions occurs, from the politics of nomination/predication and the representation found in the linguistic materiality of some biographical texts: the books Olga, by Fernando Morais (2004) and Camaradas, by William Waack (2004); the essays Olga , by Rita Buzzar (1995) and Olga Benário Prestes, minha mãe and Olga: revolucionária sem perder a ternura , both written by Anita Leocádia Prestes, which have been published in 1995 and 2004 respectively. This investigation had also the purpose of identifying the systems of values and beliefs which are in play in the legitimation and in the deletion of several Olga s identity aspects. It intended to present how these aspects are described and how they identify that militant woman by means of the politics of representation which are subjacent to the politics of nomination/predication used in each of the analyzed texts and which are directly related to the process of Olga Benário s identity construction, afterwards, Olga Benário Prestes. Finally, the developed analysis configured itself as a research of analytical, critical and descriptive character since it is based on post-structuralist theoretical approaches about the concept of identity, interpreted and described the process of construction of the aspects which identify Olga Benário. The above mentioned analysis took into consideration the social-historical, cultural and ideological manifestations of the moment when Olga s militancy had taken place, even the context of the biographical texts have been written. Thus, it was possible to confirm the following hypothesis: some Olga s identity aspects are deleted and others are put in evidence in the texts, depending on the convenience of the politics of representation of each analyzed source, since every particular politics of representation is always molded by ideological, social and political questions. As a result, Olga s portrait always presents itself as multifaceted. The several Olga s identities were noticed, even though there had been the necessity of each writer to make Olga s identities essential. The parameter of this research was that from Pragmatics, related to the discussion of the performative character of language and to the act of nominating/predicating (AUSTIN, 1990); to the politics of representation (RAJAGOPALAN, 2002, 2003). Besides, this research took use of the notions of identity and difference which were discussed from the perspective of cultural and linguistic studies.
Keywords: Olga Benário
Política de nomeação/predicação
Política de representação
Performatividade
Linguagem
Identidade
Textos biográficos
Politics of nomination/predication
Politics of representation
Performativity
Language
Identity
Biographical texts
Pragmática
Prestes, Olga Benário, 1908-1942 - Crítica e interpretação
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Linguística Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos
Citation: SERPA, Maria Valquíria Faria. A constituição identitária de Olga Benário: uma abordagem pragmática. 2008. 211 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Letras e Artes) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2008.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15327
Issue Date: 30-May-2008
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Estudos Linguísticos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria Valquiria.pdf799.07 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.