Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15307
Document type: Tese
Access type: Acesso Aberto
Title: Singularidade e subjetividade : relações discursivas entre palavra e imagem na obra de Valêncio Xavier Minha mãe morrendo e o menino mentido
Author: Oliveira, Peterson José de
First Advisor: Bertoldo, Ernesto Sérgio
First member of the Committee: Riolfi, Claudia Rosa
Second member of the Committee: Agustini, Carmen Lucia Hernandes
Third member of the Committee: Araújo, Joana Luiza Muylaert de
Fourth member of the Committee: Baldini, Lauro José Siqueira
Summary: O tema desta tese é a discussão sobre a singularidade da obra Minha mãe morrendo e o menino mentido de Valêncio Xavier, especialmente no modo como a relação entre o verbal e o visual oferecem uma saída singular do sujeito de um gozo mortífero com o visual que caracteriza a pós-modernidade. Para tanto, buscamos na teoria de Jacques Lacan a definição de singularidade, o que nos levou a abordar seus conceitos como o de sujeito e de gozo, bem como a noção de sinthoma, como o que há de mais singular no sujeito. Analisamos a relação do autor com uma de suas estratégias artísticas fundamentais, a montagem, entendida por nós como uma forma de sublimação, de saber-fazer-com o real do seu gozo. A montagem seria, para ele, o equivalente de um sinthoma ao enodar os três registros (Imaginário-Simbólico e Real). Buscamos, então, mostrar como o visual e o verbal na obra analisada contrapõem-se a um gozo socialmente difundido, que enfatiza os aspectos imaginários da relação do sujeito com o visual. Na obra de Valêncio, as imagens e as palavras, longe de terem entre si uma relação de complementariedade, apontam um caminho de problematização constante das potências mútuas de uma em relação à outra. Pareceu-nos necessária também uma reflexão sobre as formas de relação entre o verbal e o visual a partir das ideias de Jacques Rancière, de quem buscamos elementos teóricos para compreender o conceito de montagem e sua transformação ao longo da história, bem como as ideias de Vladimir Safatle a respeito da sublimação em Lacan. Assim, a análise da obra Minha mãe morrendo e o menino mentidoteve como fio condutor a ideia de que na relação do visual com o verbal, a montagem foi a forma que o sujeito encontrou de produzir sentido e gozo, um gozo singular. Por isso fomos, ao longo dos capítulos da tese, escandindo os temas e a estrutura formados da obra com os conceitos que nos pareceram pertinentes, conforme aludido anteriormente: singularidade, sinthoma, sublimação, e gozo. Na obra analisada, encontramos um modo complexo e singular do uso do visual, porque, aí, o sujeito não se submete a um modo imaginário de lidar com as experiências visuais traumáticas ou prazerosas vividas na infância. Ao retomar o impacto das imagens a que esteve submetido na infância, Valêncio transformou, em uma obra singular, o poder mortífero de imagens como a da mãe morrendo ou das cabeças decapitadas do bando de Lampeão. A obra sugere uma saída criativa para a pletora de imagem a que o sujeito, principalmente na contemporaneidade, é submetido: ele pode fazer uso desses significantes vindos do Outro, servir-se deles e encontrar, mais do que um sentido seu, um modo de gozo próprio. Mesmo que a arte não seja o único caminho para uma subversão ao mais-de-gozar escópico da contemporaneidade, a obra de Valêncio Xavier aponta um caminho possível: o de trabalhar com os fragmentos de discurso verbal ou visual que atravessaram sua vida de forma a destilar um sentido e um gozo próprios.
Abstract: This thesis aims at discussing the singularity of the book Minha mãe morrendo e o menino mentidoby Valêncio Xavier, taking into account that the way the relationship between the verbal and the visual happens can offer a singular output for the subject who, in this post-modernity, keeps a deadly enjoyment with the visual. In order to do so, we seek thetheory developed by Jacques Lacan to define singularity, which led us to address concepts such as subject and enjoyment, as well as the notion of sinthome. We have analyzed the author\'s relationship with one of his fundamental artistic strategies, montage, understood as a form of sublimation. The montage would bethe equivalent of a sinthomewhose task would be of linking the three registers (Imaginary-Symbolic and Real). Bearing that in mind, we have shown how the visual and the verbal in the work analyzed is in opposition to a socially widespread enjoyment, which emphasizes the imaginary aspects of the subject\'s relation with the visual. Images and words, far from having a complementary relationship between themselves, indicate a constant point of problematization to what concerns such a relation. In order to reflect on the forms of relationship between the verbal and the visual forms, we have also used Jacques Rancière s ideas whose theoretical assumptions helped us understand the concept of montage and its transformation throughout history. The ideas developed by Vladimir Safatle about the sublimation in Lacan was also of our interest. Thus, the analysis of Minha mãe morrendo e o menino mentidosupports the idea that in the relationship with the visual and the verbal, the montage is the way the subject finds to produce meaning and anenjoyment of his own. Thus, we went over the chapters of the thesis, scanning themes and the structure of the book by using the concepts alluded before: singularity, synthome, sublimation, and enjoyment. We have found that Valêncio met a complex and unique way of using the visual because, there, the subject does not submit himself to an imaginary way of dealing with traumatic or pleasurable visual experiences lived in childhood. By (re)living the impact of images to which he was subjected in childhood, Valêncio transformed the deadly power of images such as the dying mother or the severed heads of Lampeão s gang into a singular work. Therefore, Minha mãe morrendo e o menino mentidosuggests a creative alternative for the plethora of images to which the subject, especially nowadays, is submitted: he can make use of signifiers that come from the Other and find, beyond a meaning, his own way of enjoyment. Even though art is not the only way to subvert the surplus scopic enjoymentpresent in our contemporary world, Valêncio Xavier indicates a possible way: to work with the fragments of verbal and visual discourse that crossed his life in order to produce a meaning and an enjoyment of his own.
Keywords: Sujeito
Singularidade
Montagem
Gozo
Imagem
Valêncio Xavier
Subject
Singularity
Montage
Enjoyment
Image
Xavier, Valêncio, 1933 - - Minha mãe morrendo e o menino mentido - crítica e interpretação
Análise do discurso narrativo
Area (s) of CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
Language: por
Country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Institution Acronym: UFU
Department: Linguística Letras e Artes
Program: Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos
Quote: OLIVEIRA, Peterson José de. Singularidade e subjetividade : relações discursivas entre palavra e imagem na obra de Valêncio Xavier Minha mãe morrendo e o menino mentido. 2015. 261 f. Tese (Doutorado em Linguística Letras e Artes) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/15307
Date of defense: 9-Feb-2015
Appears in Collections:TESE - Estudos Linguísticos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SingularidadeSubjetividadeRelacoes.pdf3.79 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.