Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/14023
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Políticas públicas para o software livre na Educação Superior : o uso do programa Scribus no curso de Jornalismo da Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.creator: Carvalho, Ricardo Ferreira de
metadata.dc.contributor.advisor1: Santos, Adriana Cristina Omena dos
metadata.dc.contributor.referee1: Queiroz, Adolpho Carlos Françoso
metadata.dc.contributor.referee2: Malusá, Silvana
metadata.dc.description.resumo: A dissertação aqui apresentada tem como problematização o fato de que o mercado desenvolve softwares proprietários, em contraposição ao ideal colaboracionista do movimento do software livre, que possibilita a participação e inclusão digital que se pretende adotar através de políticas públicas estendendo sua utilização aos órgãos de ensino público. Aborda, também, o conceito de software livre e sua adoção no ensino superior, mediante resoluções adotadas pelo estado brasileiro analisando a experiência no Curso de Jornalismo da Universidade Federal de Uberlândia UFU, no uso do software livre SCRIBUS. Metodologicamente fez-se a revisão bibliográfica para localizar os dados e informações disponibilizados pelo governo federal e a instituição objeto da análise. Dados também foram colhidos através da aplicação de questionário a fim de recolher as opiniões dos alunos participantes das disciplinas no curso. Partiu-se da hipótese de que a cultura dos softwares proprietários se impõe por meio de estratégias comerciais, o que os torna preferidos pelos consumidores, apesar de, em primeira instância, ter custos altos para o usuário, enquanto os softwares livres, mais acessíveis e, por vezes gratuitos, são desacreditados pelo grande público. Realiza uma comparação com um modelo semelhante de software proprietário, destacando que o uso do software livre é confiável, possibilitando desenvolver o espírito solidário e colaboracionista necessários no ambiente da universidade, ampliando o conhecimento e não meramente o adestramento no apertar de botões e constata, com base nos documentos, que a iniciativa ainda é vista com resistência e o uso, mesmo nas IES públicas, precisa ser intensificado. Os principais resultados encontrados dizem respeito ao uso e aceitação do software livre Scribus, utilizado nas disciplinas relacionadas à produção de material impresso, ao processo ensino-aprendizagem na realização das atividades, como também às medidas adotadas para uso de programas livres propostas pelo governo federal às instituições públicas.
Abstract: The thesis presented here is to questioning the fact that the market develops proprietary software, as opposed to the ideal collaborator of the free software movement that allows the participation and digital inclusion that plan to take over public policies extending its use to public education agencies. It also approaches the concept of free software and its adoption in higher education, through resolutions adopted by the Brazilian state analyzing experience in Journalism Course at the Federal University of Uberlândia - UFU, the use of free software Scribus. Methodologically became the literature review to find the data and information made available by the federal government and the object of analysis institution. Data were also collected through a questionnaire to collect the opinions of students participating in the course of the disciplines. We started from the hypothesis that the culture of proprietary software is needed by business strategies, which makes it preferred by consumers, although in the first instance, have high costs to the user, while the free software, more accessible and, sometimes free, is discredited by the general public. Makes a comparison with a similar model of proprietary software, noting that the use of free software is reliable, allowing develop the spirit of solidarity and collaborationist required in the university environment, expanding the knowledge and not merely the \"training in push buttons\" and notes based on documents that the initiative is still seen with resistance and use, even in public higher education institutions, needs to be intensified. The main results concern the use and acceptance of free software Scribus, used in disciplines related to the production of printed material, the teaching-learning process in carrying out the activities, as well as the measures taken to use free programs proposed by the federal government to public institutions.
Keywords: Políticas públicas
Software livre
Educação Superior
Programa Scribus
Diagramação
Public policies
Free software
Higher Education
Scribus program
Typesetting
Educação Inovações tecnológicas
Ensino superior
Jornalismo - Estudo e ensino
Tecnologia educacional
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Educação
Citation: CARVALHO, Ricardo Ferreira de. Políticas públicas para o software livre na Educação Superior : o uso do programa Scribus no curso de Jornalismo da Universidade Federal de Uberlândia. 2015. 86 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/14023
Issue Date: 25-Mar-2015
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PoliticasPublicasSoftware.pdf932.11 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.