Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13928
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Modos de alfabetizar no grupo escolar Clarimundo Carneiro - 1963 A 1973
metadata.dc.creator: Lepick, Vanessa
metadata.dc.contributor.advisor1: Santos, Sônia Maria dos
metadata.dc.contributor.referee1: Maciel, Francisca Izabel Pereira
metadata.dc.contributor.referee2: Campos, Raquel Discini
metadata.dc.description.resumo: Este estudo está inserido no campo da pesquisa qualitativa em educação e visa realizar uma investigação sobre os modos de alfabetizar no Grupo Escolar Clarimundo Carneiro, em Uberlândia, no período de 1963 a 1973. As questões que se colocam são: Quais eram as representações destas alfabetizadoras sobre alfabetização? Como era o processo de leitura e escrita no Grupo? Como eram realizadas as avaliações dos alunos? Quais foram os materiais didáticos utilizados nesse processo? A base teórica escolhida é a da história cultural. E a metodologia é oriunda da História oral temática e documental. Pois, a partir da História oral foi possível retomar as experiências de alfabetizadoras em sala de aula e seus modos de ensinar a língua portuguesa. Além disso, permite valorizar as vivências destas alfabetizadoras e revelar detalhes que documentos oficiais não informariam. Para tanto, entrevistamos quatro alfabetizadoras que trabalharam por pelo menos cinco anos nesta mesma função durante o período estudado. Também entrevistamos a primeira diretora que comandou o Grupo Escolar. As fontes documentais participam de maneira complementar ao estudo a partir da análise de materiais utilizados na escola pelas alfabetizadoras. Neste estudo verificamos que o Grupo Escolar Clarimundo Carneiro durante sua existência conservava os ideais dos primeiros Grupos Escolares instalados em Minas Gerais. As alfabetizadoras seguiam as orientações da diretora quanto à utilização das prescrições do Programa de Língua Pátria. O método de ensino usado na alfabetização era o mesmo determinado pelo Programa de Língua Pátria, ou seja, o Método Global de Contos. E a cartilha adotada era As Mais Belas Histórias, de Lúcia Casasanta. Porém para as alfabetizadoras que lecionavam para os repetentes ou que estudavam no turno da noite era permitida a utilização de outra metodologia e materiais didáticos. A forma de avaliar os alunos no Grupo era por meio de provas e as correções deviam ser coerentes e rigorosas. Verificamos ainda que as diretoras influenciavam diretamente nas práticas exercidas nas salas de alfabetização.
Abstract: This study is inserted in the field of qualitative research in education and aims to conduct a research about the modes of literacy in the Grupo Escolar Clarimundo Carneiro, in Uberlândia, during 1963 to 1973. The questions that arise are: What were the representations of these literacy teachers about literacy? How was the process for reading and writing at school? How were implemented student evaluations? What were the instructional materials used in this process? The theoretical basis chosen is cultural history. And the methodology comes from thematic oral history and documental. Thus, from the oral history was possible to resume the experiences of literacy teachers in the classroom and their ways of teaching the Portuguese language. Furthermore, it allows valorizing the experiences of these literacy teachers and revealing details that would not be informed in official documents. For this, we interviewed four literacy teachers who have worked for at least five years in the same job position during the period studied. We also interviewed the first principal who led the school group. The documental sources participate in a complementary way to the study from analysis of materials used in school by literacy teachers. In this study we verified that the Clarimundo Carneiro School Group during their existence preserved the ideals of the earliest school groups installed in Minas Gerais. The literacy teachers followed the guidelines of the principal as to the use of prescriptions for the Programa de Língua Pátria (National Language Program). The teaching method used in literacy was the same determined by National Language Group, in other words, the Global method. And the booklet adopted was As Mais Belas Histórias of Lúcia Casasanta. However for literacy teachers who taught for repeaters or those studying in evening shift, they were allowed the use of another methodology and teaching material. The way to evaluate the students in Group was through tests and the corrections should be consistent and stringent. We also verified that the principals were influencing directly in the practices exercised in literacy classes.
Keywords: História oral
Alfabetizadoras
Diretora
Método global
Oral history
Literacy teachers
Principal
Global method
Alfabetização - Uberlândia
Alfabetização - História Oral
Alfabetização - Método global
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Educação
Citation: LEPICK, Vanessa. Modos de alfabetizar no grupo escolar Clarimundo Carneiro - 1963 A 1973. 2013. 265 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13928
Issue Date: 13-Jun-2013
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Vanessa Lepick.pdf8.34 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.