Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13716
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: O lazer e a recreação na Revista Brasileira de Educação Física e Desportos como dispositivos educacionais (1968-1984)
metadata.dc.creator: Teixeira, Sérgio
metadata.dc.contributor.advisor1: Resende, Selmo Haroldo de
metadata.dc.contributor.referee1: Carvalho, Carlos Henrique de
metadata.dc.contributor.referee2: Gatti Júnior, Décio
metadata.dc.contributor.referee3: Vago, Tarcísio Mauro
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho busca identificar as prescrições do lazer e da recreação no período militar. Parte da hipótese de que as concepções de lazer e de recreação traduziam expectativas de constituição de corpos obedientes e disciplinados, a fim de regulamentar a população, de modo que ela se alinhasse ao ideário do Estado militar, instando condições para que o desenvolvimento da nação se desse com segurança. O trabalho se sustenta em fundamentações teóricas de Michel Foucault, posto que este autor afirma que o controle social é exercido por meio de estratégias suaves de dominação e de submissão, não prevalecendo as técnicas repressivas de exercício de poder, mas sobretudo, a disseminação de práticas discursivas voltadas para um ideário de liberdade e de autonomia entre os indivíduos. Para se perceber como se dava a circulação de discursos no campo de saber da Educação Física no período militar, utiliza como fonte a Revista Brasileira de Educação Física e Desportos, que foi editada entre os anos de 1968 e 1984. Faz uma caracterização geral deste periódico, demonstrando os seus aspectos técnicos e ideológicos, como também o seu caráter prescritivo, com relação ao lazer e à recreação, aos diversos atores sociais, especialmente os profissionais de Educação Física, no sentido de inseri-los naquele modelo de sociedade de normalização. Conclui que o lazer e a recreação, como práticas corporais da área de conhecimento da Educação Física, eram concebidos como mecanismos sutis de estabelecimento daquela ordem social. Desse modo, o trabalho tem uma outra perspectiva diferente daquela que advoga que o regime militar, para a sua manutenção, simplesmente utilizava ações repressivas, mas entende ter havido estratagemas voltados para o alastramento de um ideário de positividade na sociedade. Defende, portanto, o pensamento de que para conduzir as condutas da população, o lazer e a recreação eram dispositivos educacionais estendidos a todo o corpo social, independentemente se localizados num campo formal ou num campo informal.
Abstract: This paper identifies the prescripts of leisure and recreation during the military period. It departs from the assumption that the concepts of leisure and recreation translated the expectancy of building compliant and disciplined bodies in order to control the population, so that they would be aligned with the military government ideal, thus creating conditions for the nation s safe development. The paper is supported on Michel Foucault s theoretical elaboration, inasmuch as the author states that social control is exerted by means of soft strategies of domination and submission, in which repressive techniques do not prevail in the practice of power, instead, it is based on the dissemination of the discourse concerning an ideal of freedom and autonomy among individuals. Aiming to observe the way these discourses were propagated in the field of Physical Education during the military period, we use as reference material Revista Brasileira de Educação Física e Desportos, issued from 1968 to 1984. This magazine is broadly characterized here by demonstrating its technical and ideological aspects, as well as its prescriptive character concerning leisure and recreation towards the various social actors with the purpose of introducing them in that normalization society model. The paper concludes that leisure and recreation, as bodily practices in the field of Physical Education, were employed as elusive mechanisms for establishing that social order. Hence, it presents another perspective rather than the one defended by the military regime, which, intending to maintain itself, simply used repressive actions. Such perspective considers that there were artifices aimed at spreading the positivist ideal along the society. Therefore, the paper defends the belief that, in order to conduct the population s behavior, leisure and recreation were educational practices applied to the whole social body, both in the formal and in the informal fields.
Keywords: Lazer e recreação
Educação física
Controle social
Leisure and recreation
Physical education
Social control
Lazer - Brasil - História
Recreação - Brasil - História
Educação física - Brasil - História
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Educação
Citation: TEIXEIRA, Sérgio. O lazer e a recreação na Revista Brasileira de Educação Física e Desportos como dispositivos educacionais (1968-1984). 2008. 251 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2008.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13716
Issue Date: 31-Mar-2008
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Sergio.pdf6.07 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.