Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13281
metadata.dc.type: Tese
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: O papel da contaminação por compostos organoclorados e metais na ecologia de macroinvertebrados bentônicos
Other Titles: The role of contamination by organochlorine compounds and metals in the ecology of benthic macroinvertebrates
metadata.dc.creator: Souto, Renata de Moura Guimarães
metadata.dc.contributor.advisor1: Jacobucci, Giuliano Buzá
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Corbi, Juliano José
metadata.dc.contributor.referee1: Almeida, Ariádine Cristine de
metadata.dc.contributor.referee2: Coelho, Nivia Maria Melo
metadata.dc.contributor.referee3: Pereira, Marcos Callisto de Faria
metadata.dc.contributor.referee4: Alves, Roberto da Gama
metadata.dc.description.resumo: O Brasil, um país de extensão continental, comporta uma das maiores malhas hídricas mundiais e uma notável biodiversidade aquática. Considerando o papel fundamental da água na sobrevivência e saúde das populações humanas, há uma questão indiscutivelmente preocupante: os impactos a que os ecossistemas aquáticos brasileiros vêm sendo submetidos, quais sejam a erosão dos solos, o desmatamento da vegetação ripária, a contaminação não pontual das águas por resíduos de fertilizantes e pesticidas, dentre outros. Nesse contexto, este estudo teve como objetivo avaliar os níveis de compostos organoclorados e metais em sedimentos de cursos de água na região do Triângulo Mineiro, bem como analisar como ocorre a bioacumulacao de metais nos grupos tróficos de macroinvertebrados bentônicos em riachos tropicais. Além disso, foi avaliada a toxicidade aguda e crônica de sedimentos de córregos contaminados por metais utilizando Chironomus xanthus como organismo teste. Dos 19 organoclorados analisados, 10 foram detectados nos sedimentos dos cursos de água amostrados. Não foi evidenciada bioacumulação de organoclorados na fauna, no entanto, isso não exclui outros possíveis impactos destes compostos sobre a mesma. Observou-se a bioacumulação de zinco, cobre e magnésio pelos insetos aquáticos. Os valores de zinco tiveram destaque na fauna, com um elevado acúmulo desse metal pelos organismos. Os sedimentos dos locais estudados apresentaram algum nível de toxicidade, destacando-se um dos pontos, cuja mortalidade nos testes de toxicidade aguda e crônica foi de 100%. O crescimento não foi significativamente diferente quando comparados tratamento e controle. Os dados encontrados refletem a ocorrência de impactos nos cursos de água estudados, sobretudo em relação à toxicidade dos sedimentos e apontam para a necesssidade de monitoramento destes, e ainda a realização de pesquisas futuras abordando outras possíveis substâncias tóxicas presentes nesses sedimentos.
Abstract: The Brazil, a country of continental size, comprises one of the largest water meshes and a remarkable aquatic biodiversity. Considering the fundamental role of water in the survival and health of human populations, there is an unquestionably troubling issue: the impact that the Brazilian aquatic ecosystems are undergoing, namely soil erosion, deforestation of riparian vegetation, the non-point pollution of water by residues of fertilizers and pesticides, among others. In this context this study aimed to evaluate the levels of organochlorine compounds and metals in sediments of streams in the Triângulo Mineiro region, as well as analyze the bioaccumulation of metals in trophic groups of benthic macroinvertebrates in tropical streams. Furthermore, the sediment toxicity of streams contaminated with metals was evaluated using Chironomus xanthus as a test organism. Of the 19 organochlorines analyzed, 10 were detected in the sediments of the watercourses sampled. There was no significant bioaccumulation of organochlorines in the fauna, however, this does not exclude other possible impacts of these compounds on it. Bioaccumulation of zinc, copper and magnesium was observed in aquatic insects, but no pattern of bioaccumulation was observed in trophic groups. The values for zinc were highlighted in fauna, with a high accumulation of this metal in the organisms. The sediments of the studied sites had some level of toxicity, especially in one of the points, whose mortality in the acute and chronic toxicity tests was 100%. With regard to growth, no significant diferences between treatment and control were found. The data found reflect the occurrence of impacts on watercourses studied, especially regarding the toxicity of sediment point to the need for monitoring and even conducting future research dealing other possible toxic substances present in these sediments.
Keywords: Bioacumulação
Grupos tróficos
Toxicidade aguda
Toxicidade crônica
Sedimentos
Bentos
Bioaccumulation
Trophic groups
Acute toxicity
Chronic toxicity
Sediment
Benthos
Ecossistemas aquáticos
Sedimentos em suspensão
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais
Citation: SOUTO, Renata de Moura Guimarães. The role of contamination by organochlorine compounds and metals in the ecology of benthic macroinvertebrates. 2014. 80 f. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2014.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/13281
Issue Date: 27-Nov-2014
Appears in Collections:TESE - Ecologia e Conservação de Recursos Naturais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PapelContaminacaoCompostos.pdf17.44 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.