Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12805
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Tradução e adaptação cultural do banco de itens impacto da dor do PROMIS® para a língua portuguesa
metadata.dc.creator: Simon, Kellen Carlos
metadata.dc.contributor.advisor1: Pinto, Rogério de Melo Costa
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Mendonça, Tania Maria da Silva
metadata.dc.contributor.referee1: Nogueira, Veridiana Silva
metadata.dc.contributor.referee2: Rezende, Carlos Henrique Alves de
metadata.dc.contributor.referee3: Arbex, Paula Godoi
metadata.dc.description.resumo: Introdução: A dor é um fenômeno subjetivo, multidimensional que envolve aspectos físico-sensoriais e emocionais. A dor crônica tem um impacto negativo sobre todos os aspectos da vida do paciente acometido por ela e não somente no organismo, comprometendo a Qualidade de Vida Relacionada à Saúde - QVRS. Em 2004 foi desenvolvido um sistema de avaliação da QVRS, sob a perspectiva do paciente, denominado Patient-Reported Outcome Measurement Information (PROMIS®), constituído por Bancos de Itens que contemplam as dimensões físicas, psicológicas e sociais, calibrados estatisticamente por meio da Teoria de Resposta ao Item (TRI), que possibilita gerar instrumentos individuais, adaptados ao nível de comprometimento do participante, por meio de testes adaptativos (CAT). O Banco de Itens de Impacto da Dor é um subdomínio de Saúde Física do PROMIS®, para avaliação do impacto da dor crônica nas atividades físicas, mentais e sociais. Objetivo: traduzir e adaptar culturalmente o Banco de Itens Impacto da Dor do PROMIS® para a língua portuguesa e avaliar as equivalências semântica, conceitual, cultural e idiomática com a versão original. Método: a metodologia adotada foi a FACIT (Functional Assessment of Chronic Illness Therapy), que é constituída por processo de tradução, revisão por comitê de especialistas e pré-teste. Caracteriza-se pela utilização de modelo descentralizado de tradução e entrevista cognitiva. Resultados: dos 41 itens apenas 6 apresentaram perda de equivalência semântica e 01 perda de equivalência cultural. Apesar da baixa escolaridade houve dificuldade de entendimento em apenas dois itens. Conclusão: A versão em língua portuguesa do Banco de Itens Impacto da Dor do PROMIS® foi adequada às condições culturais da população brasileira e manteve equivalências semântica, conceitual e idiomática com a versão original, demonstrou ser relevante e de fácil compreensão pela população-alvo.
Abstract: Introduction: Pain is a multidimensional subjective phenomenon that involves physical sensory and emotional aspects. Chronic pain has a negative impact on all aspects of life of patients affected, compromising the health-related quality of life (HRQL). In 2004 an assessment of HRQL called Patient-Reported Outcome Measurement Information System (PROMIS®) was conducted from the perspective of the patient. It consists of Item Banks that include physical, psychological and social dimensions. They are statistically calibrated by means of the Item Response Theory (IRT), which enables the researcher to generate individual instruments adapted to the level of commitment of the participant through adaptive testing (CAT). The Item Bank to Measure Pain Interference is a sub-domain of the Physical Health of PROMIS®, to assess the interference of chronic pain on physical, mental and social activities. Objective: To translate and culturally adapt the Item Bank of Pain Interference of PROMIS® into Portuguese and evaluate the semantic, conceptual, cultural and idiomatic equivalence with the original version. Method: The methodology adopted was the FACIT (Functional Assessment of Chronic Illness Therapy), which consists of the process of translation, expert committee review and pre-testing. It is characterized by the use of the decentralized translation model and cognitive interview. Results: Only 6 out of the 41 items showed loss of equivalence (6 semantic and 1 cultural). Despite the low education, understanding was difficult in only two items. Conclusion: The Portuguese version of the Item Bank of Pain Interference of PROMIS® was appropriate to the cultural conditions of the population and kept semantic, idiomatic, and conceptual equivalence with the original version proving to be relevant and being easily understood by the target population.
Keywords: Tradução
Medição da dor
Qualidade de vida
Translation
Pain measurement
Quality of life
Dor - Medição
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde
Citation: SIMON, Kellen Carlos. Tradução e adaptação cultural do banco de itens impacto da dor do PROMIS® para a língua portuguesa. 2014. 70 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2014.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12805
Issue Date: 30-May-2014
Appears in Collections:PGCS - Mestrado em Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TraducaoAdaptacaoCultural.pdf1.72 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.