Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12695
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Efeitos cardiovasculares do hipertireoidismo experimental, do treinamento físico e de sua associação em ratos Wistar
metadata.dc.creator: Lopes, Leandro Teixeira Paranhos
metadata.dc.contributor.advisor1: Resende, Elmiro Santos
metadata.dc.contributor.referee1: Sousa, Gilmar da Cunha
metadata.dc.contributor.referee2: Galo, José Antônio
metadata.dc.contributor.referee3: Gomes, Otoni Moreira
metadata.dc.description.resumo: A hipertrofia cardíaca é um dos componentes do remodelamento cardíaco e implica em modificações da estrutura geométrica, da composição bioquímica, da geração e condução elétricas, do volume das células musculares, da organização do colágeno e dos vasos sanguíneos. O excesso do hormônio tireoidiano provoca alterações hemodinâmicas e hipertrofia cardíaca, porém os efeitos de sua associação com o exercício físico ainda não estão esclarecidos. O presente estudo teve como objetivo analisar as respostas cardiovasculares no hipertireoidismo experimentalmente induzido, no treinamento físico aeróbico e na sua associação em ratos. Foram submetidos, em estudo experimental randomizado, 38 ratos Wistar divididos em 4 grupos: exercício (E), hormônio tireoidiano e exercício (HTE), hormônio tireoidiano (HT) e controle (C). Avaliouse a resposta da frequência cardíaca e da pressão arterial antes e após o período de intervenção e os resultados foram comparados em cada grupo e entre eles. O peso úmido do coração e do VE foi obtido ao final do experimento e comparado entre os grupos. Também nesta fase foi realizada a medida do diâmetro transversal dos cardiomiócitos e os resultados igualmente comparados entre os grupos. Os resultados demonstraram que a FC de repouso pós intervenção do grupo E foi mais baixa em comparação a todos os grupos. A FC do grupo E diminuiu e nos outros grupos aumentou ao final do estudo. Não houve alteração na PA. No que se refere aos cardiomiócitos, os grupos E, HTE e HT apresentaram hipertrofia em comparação ao C. Concluise, portanto, que o hormônio tireoidiano isoladamente ou em associação com o exercício físico promove aumento da FC. O treinamento físico não foi capaz de reduzir a FC na presença do HT. Os diâmetros celulares medidos foram maiores nos grupos E, HTE e HT em comparação ao grupo C. Não houve diferença quando foi feita a comparação entre os grupos E, HTE e HT.
Abstract: Cardiac hypertrophy is a component of cardiac remodeling and involves changes in the geometric structure, composition biochemistry, electrical generation and conduction, the volume of muscle cells, the organization of collagen and blood vessels. Excess thyroid hormone causes cardiac hypertrophy and hemodynamic side effects, but its association with physical exercise remains unclear. This study aimed to examine the cardiovascular responses to experimentally induced hyperthyroidism in physical training and their combination in rats. Thirty eight Wistar rats were randomized to four experimental groups: exercise (E), thyroid hormone and exercise (HTE), thyroid hormone (TH) and control (C). We evaluated the response of heart rate (HR) and blood pressure (BP) before and after intervention in each group and between them. The wet weight of heart and the LV was obtained at the end of the experiment and compared between groups. Also in this phase was evaluated by measuring the transverse diameter of cardiomyocytes and the results also compared between groups. The results showed that HR in group E was lower at rest compared to all groups. The HR decreased in group E and increased in the other groups at the end of the study. There was no change in BP. The diameter of cardiomyocytes increased in groups E, HT and HTE when it was compared to C. We conclude that the thyroid hormone alone or in combination with physical exercise promotes increased heart rate. Physical training was not able to reduce HR in the presence of HT. There was no difference between groups E, HTE and HT.
Keywords: Treinamento físico
Hormônio tireoideano
Efeitos cardiovasculares
Physical training
Thyroid hormone
Cardiovascular effects
Exercícios físicos - Aspectos fisiológicos
Hipertireoidismo
Coração - Hipertrofia
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências da Saúde
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde
Citation: LOPES, Leandro Teixeira Paranhos. Efeitos cardiovasculares do hipertireoidismo experimental, do treinamento físico e de sua associação em ratos Wistar. 2010. 69 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2010.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12695
Issue Date: 24-Sep-2010
Appears in Collections:PGCS - Mestrado em Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Diss Leandro.pdf3.58 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.