Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12422
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Análise das alterações de tendões calcaneares e dos efeitos da dieta hiperlipídica associada ao exercício natatório
metadata.dc.creator: Carvalho, Angela Aparecida de Melo
metadata.dc.contributor.advisor1: Tomiosso, Tatiana Carla
metadata.dc.contributor.referee1: Deconte, Simone Ramos
metadata.dc.contributor.referee2: Paoli, Flávia de
metadata.dc.description.resumo: Atualmente a obesidade é um problema de saúde pública mundial,caracterizada pelo excesso de gordura corporal. Sabe-se que a obesidade pode provocar alterações músculo-esqueléticas, podendo inclusive influenciar negativamente os tendões. O tendão calcanear, mais resistente do corpo humano tem a função de transmitir a força gerada no músculo ao osso. Além de ser influenciado pelo sobrepeso, o tendão também tem a capacidade de responder ao exercício físico. Este trabalho teve por objetivo observar alterações morfológicas e bioquímicas em tendões calcaneares de camundongos submetidos à uma dieta hiperlipídica e exercício físico. Foram utilizados camundongos suíços e adultos (n=36), divididos em 4 grupos:1- dieta normal sedentário (DN),2- dieta normal e natação (DNex),3- dieta hiperlípidica sedentário (DH) 4- dieta hiperlípidica e natação (DHex). A dieta foi iniciada a partir da 8ª. semana de vida e o treinamento a partir da 15ª. semana, sendo realizado durante 8 semanas consecutivas em aquário com dimensões fixas. Com a finalidade de verificar se a dieta hiperlipídica causou um sobrepeso, o consumo alimentar, o peso corporal e o peso do tecido adiposo visceral foram acompanhados ao longo dessas 8 semanas .Os tendões calcaneares foram removidos e destinados a técnicas histológicas de rotina e para análises bioquímicas. Cortes com 7 μm de espessura foram corados com HE, Picrosírius e Von Kossa e posteriormente analisados em microscopia de luz comum. Para análise bioquímica,a dosagem de proteínas foi realizada através do método Bradford. O grupo DH apresentou maiores valores de peso corporal e adiposidade visceral, demonstrando que a dieta hiperlipídica administrada aos animais foi eficiente. Contudo, no grupo DHex foi observado uma redução desses valores, indicando que a prática de atividade física reverteu esses valores. As análises morfológicas demonstraram sem diferenças estatísticas em relação ao número de fibroblastos entre os grupos. Entretanto, os grupos exercitados apresentaram uma maior quantidade de colágeno e proteínas não colagênicas. Foram observadas também a presença de calcificações em tendões de camundongos do grupo de dieta hiperlipídica sem exercício físico.
Abstract: Currently obesity is a worldwide public health problem, characterized by excess body fat. It is known that obesity can cause musculoskeletal abnormalities that can negatively influence the tendons. The achilles tendon, tougher human body has a function to transmit power generated in the muscle to bone. Besides being influenced by the overweight, the tendon also has the ability to respond to physical exercise. This study aimed to observe morphological and biochemical changes in calcaneal tendon of mice subjected to a high-fat diet and exercise. Adults Swiss mice were used (n = 36), were divided into 4 groups: 1- sedentary normal diet (ND), 2- Normal diet and swimming (DNEX), 3- sedentary fat diet (DH) 4- fat diet and swimming (DHex). The diet was started from the 8th. week of life and training from the 15th. week, it is held for 8 consecutive weeks in aquarium with fixed dimensions. In order to verify that the high fat diet caused an overweight, food consumption, body weight and the weight of visceral adipose tissue were followed over these eight weeks .The calcaneal tendons were removed and for routine histological techniques and analyzes Biochemical. Cuts with 7 mm thick were stained with HE, Picrosirius and Von Kossa and later analyzed in ordinary light microscope. For biochemical analysis, the determination of proteins was performed by the Bradford method. The DH group had higher values of body weight and visceral adiposity, showing that high fat diet fed to animals was efficient. However, DHex group was observed a reduction of these values, indicating that physical activity has reversed these values. Morphological analysis showed no statistical differences in the number of fibroblasts in both groups. However, the exercise groups showed higher amounts of collagen and non-collagenous proteins. It was also observed the presence of calcifications in the tendons of mice fat diet group without exercise.
Keywords: Obesidade
Tendão de Aquiles
Natação
Colágeno
Obesity
Achilles tendon
Swimming
Collagen
Exercícios físicos aquáticos
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::MORFOLOGIA::CITOLOGIA E BIOLOGIA CELULAR
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Ciências Biomédicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Biologia Celular e Estrutural Aplicadas
Citation: CARVALHO, Angela Aparecida de Melo. Análise das alterações de tendões calcaneares e dos efeitos da dieta hiperlipídica associada ao exercício natatório. 2015. 41 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biomédicas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/12422
Issue Date: 13-Mar-2015
Appears in Collections:PPGBC - Mestrado em Biologia Celular e Estrutural Aplicadas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AnaliseAlteracoesTendoes.pdf1.58 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.