Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/11874
metadata.dc.type: Dissertação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Title: Entre literatura, memória e história: a escrita de si em Getúlio Vargas e em Graciliano Ramos
metadata.dc.creator: Silva, Cláudio Roberto da
metadata.dc.contributor.advisor1: Araújo, Joana Luiza Muylaert de
metadata.dc.contributor.referee1: Cunha, Betina Ribeiro Rodrigues da
metadata.dc.contributor.referee2: Cairo, Luiz Roberto Velloso
metadata.dc.description.resumo: Esta dissertação apresenta uma discussão sobre as possibilidades de interação entre História e Literatura. O desejo, aqui, não é o de estabelecer as diferenças entre as duas disciplinas, mas o de observar como os conceitos de ambas se aglutinam na construção de um texto, a partir de leituras de autores que dialogam com essas duas áreas. Para o estudo dessa relação entre História e Literatura, investigaremos duas obras: Memórias do Cárcere, de Graciliano Ramos e o Diário, de Getúlio Vargas. Os caminhos percorridos durante a pesquisa resultaram na elaboração de três capítulos, assim respectivamente organizados: ―Entre diários e memórias‖; ―Getúlio Vargas, o homem, o político e seu diário: a ―ficção‖ na História‖ e ―Graciliano Ramos, o homem e suas memórias: a História na ficção‖. O capítulo I servirá para discutir a noção de escrita de si em forma de diário e de memórias. Realizaremos uma discussão sobre o ―gênero diário‖ e as ―memórias‖, a Literatura e a História do Brasil nos anos de 1930, incluindo a trajetória política e pessoal de Getúlio Vargas e Graciliano Ramos no referido período, para constituir assim o corpus, tentando compreender a realidade através de comparações entre os dois ―autores‖. No capítulo II, estreitaremos nosso olhar para o Diário, de Vargas, analisando a presença da ficção na História. Nas escritas de Getúlio Vargas, avaliaremos a possibilidade de conceber o diário como uma escrita de si, verificando a existência de uma fronteira entre o vivido e o seu registro pela escrita, no que tange à seleção e à versão dos acontecimentos ali registrados. No capítulo III, voltaremos nossas atenções para Graciliano Ramos, procurando observar a reflexão que ele faz sobre a restauração da memória, na obra Memórias do cárcere, trabalhando o limite da verdade num texto que não se prende a métodos factuais, focalizando aqui a presença da História na ficção. Para tanto, direcionaremos o nosso olhar a reconhecidos estudiosos que tratam das questões em estudo. Em relação ao diário, serão consideradas como referência as reflexões críticas de Leonor Arfuch, Maurice Blanchot e Philippe Lejeune. Para o estudo da memória, Jeanne Marie Gagnebin, Paul Ricouer e Ecléa Bosi. Sobre a relação entre História e Literatura, discutiremos as considerações de Giorgio Agamben, Michel Foucault, Hyden White e Luiz Costa Lima, Ainda serão considerados os importantes estudos de Wander Melo Miranda, Ângela de Castro Gomes, Sandra Pesavento entre outros.
Abstract: This dissertation presents a discussion on the possibilities of interaction between History and Literature. The desire here is not to establish the differences between the two disciplines, but to observe how the concepts of both coalesce in the construction of a text, from readings of authors that dialogue with these two areas. For the study of this relationship between History and Literature, we will investigate two works: Memories of prison, of Graciliano Ramos and Diary, of Getúlio Vargas. The paths taken during the research resulted in the development of three chapters, respectively so organized: \"Among diaries and memories\"; \"Getúlio Vargas, the man, the politician and his diary, the fiction in History\" and \"Graciliano Ramos, the man and his memories: a History in fiction\". Chapter I will serve to discuss the notion of self writing in diary form and memories. We will perform a discussion of the \"daily gender\" and \"memories\", Literature and History of Brazil in the 1930s, including the personal and political trajectory of Getúlio Vargas and Graciliano Ramos during this period, thus constituting the corpus, trying to understand the reality through comparisons between the two \"authors\". In chapter II, We ll narrow our look at the Diary, of Vargas, analyzing the presence of ―fiction‖ in History. In the writings of Getúlio Vargas, evaluate the possibility of conceiving the diary as a written yourself, by checking the existence of a frontier between the living and their registration by writing, regarding the selection and the version of events recorded there. In Chapter III, we ll turn our attention to Graciliano Ramos, trying to observe the reflection he makes about the restoration of memory, in the work Memories of prison, working the limit of truth in a text that is not related to factual methods, focusing here the presence of History in fiction. To do so, we will direct our gaze to recognized scholars who consider the issues under study. In relation to daily, will be considered as a reference the critical reflections of Leonor Arfuch, Maurice Blanchot and Philippe Lejeune. For the study of memory, Jeanne Marie Gagnebin, Paul Ricoeur and Ecléa Bosi. About the relationship between History and Literature, we ll discuss the considerations of Giorgio Agamben, Michel Foucault, Hyden White and Luiz Costa Lima, yet will be considered the important studies of Wander Melo Miranda, Angela de Castro Gomes, Sandra Pesavento among others.
Keywords: História
Literatura
Escritas de si
Graciliano Ramos
Getúlio Vargas
History
Literature
Self writing
Literatura e História
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::TEORIA LITERARIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
metadata.dc.publisher.initials: UFU
metadata.dc.publisher.department: Linguística, Letras e Artes
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Letras
Citation: SILVA, Cláudio Roberto da. Entre literatura, memória e história: a escrita de si em Getúlio Vargas e em Graciliano Ramos. 2014. 139 f. Dissertação (Mestrado em Linguística, Letras e Artes) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2014.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/11874
Issue Date: 24-Feb-2014
Appears in Collections:PGLETRAS - Mestrado em Teoria Literária

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LiteraturaMemoriaHistoria.pdf1.45 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.