Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/38965
ORCID:  http://orcid.org/0000-0002-5621-8901
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Embargado
Embargo Date: 2025-08-23
Title: Características Psicométricas do Young Positive Schema Questionnaire (YPSQ) – versão brasileira
Alternate title (s): Psychometric characteristics of the Young positive schema questionnaire (ypsq) – brazilian version
Author: Soares, Emyli de Sousa
First Advisor: Lopes, Renata Ferrarez Fernandes
First coorientator: Lopes, Ederaldo José
First member of the Committee: Neufeld, Carmem Beatriz
Second member of the Committee: Reis, Aline Henriques
Summary: Os Esquemas Iniciais Adaptativos (EIAs) são desenvolvidos quando o contexto cultural e familiar responde adequadamente às necessidades emocionais básicas das pessoas. Tratam-se de temas ou padrões amplos e pervasivos adaptados, associados às memórias, emoções, cognições e reações neurobiológicas. Eles são desenvolvidos na infância e adolescência, elaborados ao longo da vida e levam a um funcionamento e comportamentos saudáveis. Os objetivos desse estudo foram realizar uma revisão sistemática da literatura sobre o Young Positive Schema Questionnaire (YPSQ); realizar uma adaptação cultural e obter evidências de validade de conteúdo do YPSQ; obter evidências de validade de constructo do YPSQ (estrutura fatorial exploratória do YPSQ - versão Brasileira) e investigar sua validade divergente em relação ao YSQ-s3. Na revisão sistemática foram encontrados 5 trabalhos que investigavam evidências de validade do YPSQ, sendo três deles em língua inglesa, uma para o chinês e outra para o alemão; no procedimento obtenção de evidências de validade de conteúdo, o instrumento foi traduzido para português por psicólogos bilíngues e também passou por processo de retrotradução; participaram 2 amostras de juízes-experts, uma com 10 e outra com 6 participantes e uma amostra de população-alvo com 11 indivíduos. A partir das respostas foi calculado o Coeficiente de Validade de Conteúdo de acordo com as respostas dos juízes para os critérios de Clareza, Pertinência Prática e Relevância Teórica, e da população alvo apenas para o critério de Clareza. Alguns itens não obtiveram nível satisfatório no critério Clareza na população alvo. Todos os critérios, sendo eles: Pertinência Prática e Relevância Teórica alcançaram nível satisfatório. Os resultados indicaram que, considerando o viés semântico, o instrumento mede o que sugere medir, possuindo então evidências de validade de conteúdo para o contexto brasileiro (CVC: de 0,56 a 1,00). Participaram da investigação de evidências de validade de constructo 365 indivíduos entre 18 e 65 anos. Após análise fatorial exploratória foram encontrados 7 fatores na versão brasileira do YPSQ: 1) disciplina/competência/sucesso; 2) pertencimento social; 3) autocompaixão/saúde e segurança; 4) apego seguro/confiança; 5) abertura emocional/espontaneidade; 6) autointeresse saudável/autocuidado/autodirecionamento; 7) consideração empática/respeito aos outros. Todos os alfas encontrados estiveram acima de 0.7, sendo o menor alfa 0,71 (consideração empática/respeito aos outros) e o maior 0.89 (pertencimento social). O estudo de validade divergente indicou que todas as correlações foram significativas e negativas, exceto a correlação entre o fator disciplina/competência/sucesso da tradução brasileira do YPSQ e o fator “padrões inflexíveis” do YSQ-s3. O YPSQ – versão brasileira tem 44 itens, 12 a menos que sua versão original em inglês, que possui 56 itens. Esse trabalho possibilitou a adaptação cultural e obtenção de evidências de validade de conteúdo e de constructo para a população brasileira. Como os índices de validade obtidos foram satisfatórios, propõe-se a utilização do YPSQ – versão brasileira em intervenções clínicas em terapia do esquema.
Abstract: Early Adaptive Schemes (EIAs) are developed when the cultural and family context adequately responds to people's basic emotional needs. These are adapted broad and pervasive themes or patterns associated with memories, emotions, cognitions and neurobiological reactions. They are developed in childhood and adolescence, elaborated throughout life, and lead to healthy functioning and behaviors. The objectives of this study were to carry out a systematic review of the literature on the Young Positive Schema Questionnaire (YPSQ); perform a cross-cultural adaptation and obtain content validity evidences from the YPSQ; to obtain construct validity evidences of the YPSQ (exploratory factorial structure of the YPSQ - Brazilian version) and to investigate its divergent validity in relation to the YSQ-s3. In the systematic review, 5 studies were found that investigated validity evidences of the YPSQ, three of them in English, one in Chinese and another in German; in the procedure for obtaining content validity evidences, the instrument was translated into Portuguese by bilingual psychologists and also underwent a back-translation process; 2 samples of expert judges participated, one with 10 and another with 6 participants and a target population sample with 11 individuals. From the answers, the Content Validity Coefficient was calculated according to the judges' answers for the criteria of Clarity, Practical Pertinence and Theoretical Relevance, and of the target population only for the criterion of Clarity. Some items did not reach a satisfactory level in the Clarity criterion in the target population. The Practical Pertinence and Theoretical Relevance criteria all reached a satisfactory level. The results indicated that, considering the semantic bias, the instrument measures what it suggests to measure, thus having evidence of content validity for the Brazilian context (CVC: from 0.56 to 1.00). A total of 365 individuals between 18 and 65 years old participated in the investigation of construct validity evidence. After exploratory factor analysis, 7 factors were found in the Brazilian version of the YPSQ: 1) discipline/competence/success; 2) social belonging; 3) self-compassion/health and safety; 4) secure attachment/trust; 5) emotional openness/spontaneity; 6) healthy self-interest/self-care/self-direction; 7) empathic consideration/respect for others. All alphas found were above 0.7, the lowest alpha being 0.71 (empathic consideration/respect for others) and the highest 0.89 (social belonging). The divergent validity study indicated that all correlations were significant and negative, except for the correlation between the discipline/competence/success factor of the Brazilian translation of the YPSQ and the “inflexible standards” factor of the YSQ-s3. The YPSQ – Brazilian version has 44 items, 12 less than its original English version, which has 56 items. This work enabled the cultural adaptation and obtaining evidence of content and construct validity for the Brazilian population. As the validity indexes obtained were satisfactory, the use of the YPSQ – Brazilian version in clinical interventions in schema therapy is proposed.
Keywords: Evidências de validade
Terapia do Esquema
YPSQ
Esquemas Iniciais Adaptativos
Validity evidence
Schema Therapy
YPSQ
Early Adaptive Schemas
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA COGNITIVA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Psicologia
Quote: SOARES, Emyli de Sousa. Características Psicométricas do Young Positive Schema Questionnaire (YPSQ) – versão brasileira. 2023. 185f. Dissertação (mestrado em psicologia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2023. http://doi.org/10.14393/ufu.di.2023.366
Document identifier: http://doi.org/10.14393/ufu.di.2023.366
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/38965
Date of defense: 10-Aug-2023
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Características Psicométricas Young.pdf
  Until 2025-08-23
5.06 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons