Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/31251
ORCID:  http://orcid.org/0000-0002-6675-8661
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Produção de identidades, performatividade e política na filosofia de Judith Butler
Alternate title (s): Production of identities, performativity and politics in Judith Butler's philosophy
Author: Aguiar, Luiza Tornelli
First Advisor: Amitrano, Geórgia Cristina
First member of the Committee: Colantoni, Ana Gabriela
Second member of the Committee: Lobo, Rafael Haddock
Summary: Judith Butler pensa a identidade como um processo em curso e não como essência. O sujeito é efeito de discursos e práticas que se consolidam na repetição. Para a autora, a linguagem produz o que nomeia, constituindo o campo do apreensível e moldando os corpos dos sujeitos. Somos formados nas interpelações e os termos pelos quais somos nomeados nos tornam humanos. É o endereçamento do outro que nos possibilita a existência. Em muitos casos, esses nomes conferem reconhecimento a alguns grupos e exclui outros. Gênero e sexo acompanham o processo de humanização do sujeito e circunscrevem os corpos. São pensados como efeitos da linguagem, são performativos, um conjunto de atos repetidos no interior de um esquema normativo que ganha aparência de fixidez. Os sujeitos que desafiam as normas e o ideal de coerência interna do sujeito têm a própria humanidade questionada. Butler propõe a possibilidade de subversão das normas através dos próprios termos que nos formam, sendo estratégia política para inclusão das categorias marginalizadas.
Abstract: Judith Butler thinks of identity as an ongoing process and not as an essence. The subject is the effect of discourses and practices that are consolidated in repetition. For the author, language produces what it names, constituting the apprehensible and shaping the bodies of subjects. We are formed in interpellations and the terms by which we are named makes us human. It is the addressing of the other that enables us to exist. In many cases, these names give recognition to some groups and exclude others. Gender and sex are part of the subject's humanization process and circumscribe the bodies. They are thought of as effects of language, are performative, a set of repeated acts within a normative scheme that gains an appearance of fixity. The subjects who challange the norms and the ideal of internal coherence have their humanity questioned. Butler proposes a possibility of subversion of the norms through the very terms that enable us, being a political strategy for the inclusion of marginalized categories.
Keywords: Judith Butler
Judith Butler
performatividade
performativity
linguagem
language
gênero
gender
identidade
identity
sujeito
subject
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS
CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Subject: Filosofia
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Filosofia
Quote: AGUIAR, Luiza Tornelli. Produção de identidades, performatividade e política na filosofia de Judith Butler. 2020. 97 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2021. Disponível em: http://doi.org/10.14393/ufu.di.2020.780
Document identifier: http://doi.org/10.14393/ufu.di.2020.780
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/31251
Date of defense: 15-Dec-2020
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Filosofia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ProduçãoIdentidadesPerformatividade.pdf13.82 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.