Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/29500
ORCID:  http://orcid.org/0000-0002-2192-112X
Document type: Tese
Access type: Acesso Aberto
Title: Infecções estafilocócicas em cães: prevalência, resistência antibacteriana, fatores de risco e de virulência
Alternate title (s): Infecções por Staphylococcus em cães: prevalência, resistência aos antimicrobianos, fatores de risco e virulância
Author: Martins, Christina Resende
First Advisor: Rossi, Daise Aparecida
First member of the Committee: Melo, Roberta Torres de
Second member of the Committee: Mendonça, Eliane Pereira
Third member of the Committee: Scognamillo, Márcia Valéria Rizzo
Fourth member of the Committee: João, Carolina Franchi
Summary: Apesar de considerada uma bactéria que compõe a microbiota natural da pele dos cães, S. pseudintermedius vêm sendo associado a infecções de pele e tecidos delicados em cães, bem como em alguns casos de infecções humanas. A tese foi fracionada em três capítulos, sendo o primeiro referente às considerações gerais dos tópicos abordados nos demais capítulos. O segundo capítulo objetivou avaliar a dinâmica do perfil de resistência a um painel de mais de 30 antimicrobianos, de bactérias isoladas de 698 amostras clínicas de cães entre os anos 2016 e 2018. Para a avaliação utilizou-se resultados de testes de difusão em discos realizados em laboratório particular entre os anos de 2016 a 2018. A análise dos resultados permitiu determinar os agentes etiológicos mais envolvidos nas infecções e a evolução temporal da resistência aos antibacterianos. O terceiro capítulo objetivou avaliar a presença de S. pseudintermedius em amostras clínicas de orelha e pele de cães e das narinas de seus tutores, bem como a presença dos genes de resistência mecA, mecA1 e mecA2, que conferem resistência aos antimicrobianos β-lactâmicos, gene msr, que confere resistência aos macrolídeos e genes de virulência fnbB (invasão celular) e PVL (leucotoxina), utilizando a técnica de PCR. O desempenho in vitro dos antimicrobianos oxacilina, cefovecina e gentamicina foi determinado pelos métodos de difusão em discos e concentração inibitória mínima - CIM. Também determinou a associação de fatores relacionados a hábitos de vida do animal à infecção por S. pseudintermedius, associação entre a presença de genes e resistência antimicrobiana e os testes.
Abstract: Despite being considered a bacteria that is part of the natural microbiota of dogs' skin, S. pseudintermedius has been associated with infections in skin and delicate tissues in dogs, as well as some cases of infections in humans. The thesis was divided into three chapters, the first referring to the general considerations of topics covered in the other chapters. The second chapter aimed to evaluate the resistance profile to a panel of more than 30 antimicrobials, with bacteria isolated from 698 clinical samples of dogs between the years 2016 and 2018. For the evaluation, results from diffusion tests on discs performed in a private laboratory between the years 2016 to 2018 were used. The analysis of the results determined the etiological agents mostly involved in infections and the temporal evolution of antibacterial resistance. The third chapter aimed to evaluate the presence of S. pseudintermedius in clinical samples taken from dogs’ skins and ears, and the nostrils of their guardians. As well as evaluate the presence of resistance genes mecA, mecA1 and mecA2, which confer resistance to β-lactam antimicrobials, gene msr responsible for resistance to macrolides, and virulence genes FnbB (cell invasion) and PVL (leukotoxin), using PCR technique. The in vitro performance of antimicrobials oxacillin, cefovecin and gentamicin was determined by the methods of disk diffusion and minimum inhibitory concentration - MIC. It also determined the association of factors related to the animal's lifestyle with infection with S. pseudintermedius, an association between the presence of genes and antimicrobial resistance and the tests.
Keywords: Infecções estafilocócicas
MIC
Evolução temporal
mecA
Staphylococcal infections.
Temporal evolution
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Ciências Veterinárias
Quote: MARTINS, Christina Resende. Infecções estafilocócicas em cães: prevalência, resistência antibacteriana, fatores de risco e de virulência. 2020. 43 f. Tese (Doutorado em Ciências Veterinárias)- Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2020. Disponível em:http://doi.org/10.14393/ufu.te.2020.199
Document identifier: http://doi.org/10.14393/ufu.te.2020.199
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/29500
Date of defense: 28-Feb-2020
Appears in Collections:TESE - Ciências Veterinárias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
InfeccoesEstafilococicaCaes.pdf2.65 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons