Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/29485
ORCID:  http://orcid.org/0000-0001-8817-3720
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Entre o cansaço e a exaustão: percepção dos estudantes de medicina em relação ao Burnout durante o estágio supervisionado
Alternate title (s): Between tiredness and exhaustion: perception of medical students in relation to Burnout during the supervised internship
Author: Oliveira, Suellen Magalhães Dias
First Advisor: Teixeira, Flávia do Bonsucesso
First coorientator: Hasse, Mariana
First member of the Committee: Araújo, Rosângela Martins de
Second member of the Committee: Rizzi, Fernanda Nogueira Campos
Summary: A síndrome de Burnout é uma entidade nosológica com grande repercussão na atualidade dados os seus impactos individuais, sociais e econômicos. A tríade que representa a síndrome constituída por despersonalização, exaustão emocional e baixa realização pessoal acomete milhões de trabalhadores pelo mundo e, em especial, os trabalhadores da área da saúde, principalmente médicos. As pesquisas pelo mundo apontam para um incremento das taxas de Burnout em médicos e residentes de medicina, mas pouco se fala sobre Burnout em internos, estudantes de medicina que já vivenciam o ensino em serviço. Observando o adoecimento dessas pessoas, as normas e diretrizes que regem o ensino apontam para a necessidade de um cuidado com a saúde mental dos estudantes. A Universidade Federal de Uberlândia, campo em que é realizada esta pesquisa, tem passado por constantes e recentes propostas de reformulação do currículo para atender às recomendações da Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Medicina. Em busca de respostas sobre a percepção dos estudantes de medicina acerca da Síndrome de Burnout em sua realidade, propõe-se uma pesquisa qualitativa do tipo estudo de caso utilizando-se da estratégia de grupo focal como ferramenta metodológica. Por livre adesão, participaram desta pesquisa 22 internos de medicina divididos em três grupos focais segundo o semestre que cursavam. As falas dos grupos foram transcritas e submetidas segundo Análise de Conteúdo. Destas coletas e consecutivas inferências, delinearam-se quatro categorias: (Con)fusão de papéis: o processo de deixar de ser estudante; Uma síndrome (in)visível: a banalização do sofrimento; Tornar-se médico: forjado no sofrimento; (Des)identificação: efeitos de um processo nada fácil. Em “(Con)fusão de papéis” percebe-se que não há clareza quanto às atribuições de cada ator envolvido no processo ensino-aprendizagem, o que leva a um acúmulo de funções convergindo no estudante. “Uma síndrome (in)visível” trata do negligenciamento da saúde mental. A categoria “Tornar-se médico” traz de uma valorização do sofrimento e a naturalização do mesmo. Por último a “(Des)identificação” conta a dificuldade em identificar-se com o problema, nomeá-lo e entender os fatores causadores para além do sujeito. Não obstante às categorias, talvez o maior achado seja a questão do tempo. Os estudantes são constantemente tolhidos pela escassez dessas horas em um processo de desumanização. Diante de todo o exposto, acredita-se que o processo de ensino precisa ser repensado para que o estudante possa de fato aprender e apreender todos os significados que a Universidade tem potencial para oferecer.
Abstract: Burnout syndrome is a nosological entity with great repercussion today given its individual, social and economic impacts. The triad that represents the syndrome consisting of depersonalization, emotional exhaustion and low personal fulfillment affects millions of workers around the world and, especially, health workers, particularly doctors. Research around the world points to an increase in burnout rates in doctors and medical residents, but little is said about burnout in medical intern students, who are already in clinical clerkship. Observing the illness of these people, the norms and guidelines that govern teaching point to the need for care with the students’ mental health. The Federal University of Uberlândia, the field in which this research is conducted, has been undergoing constant and recent curriculum reform proposals to meet the recommendations of the National Curriculum Guidelines for the Medical Course. In search of answers about the perception of medical students about Burnout Syndrome in its reality, a qualitative case study research is proposed using the focal group strategy as a methodological tool. By voluntary adherence, 22 medical intern students participated in this research divided into 3 focal groups according to the semester they were attending. The speeches of the groups were transcribed and submitted according to Content Analysis. From these collections and consecutive inferences, four categories were outlined: (Con)fusion of roles: the process of not being a student anymore; A (un)visible syndrome: the trivialization of suffering; Becoming a doctor: Forged in suffering; (Non)identification: effects of a not easy process. In “(Con)fusing of roles” it is clear that there is no precision as to the attributions of each actor involved in the teaching-learning process, which leads to an accumulation of functions converging on the student. “An (un)visible syndrome” deals with neglecting mental health. The “Becoming a doctor” category brings an appreciation of suffering and its naturalization. Finally, “(Non)identification” tells us the difficulty of identifying with the problem, naming it and understanding the causative factors beyond the subject. Regardless of categories, perhaps the biggest finding is the issue about time. Students are constantly hampered by the scarcity of these hours in a dehumanizing process. Given all of the above, it is believed that the teaching process needs to be rethought so that the student can actually learn and grasp all the meanings that the University has the potential to offer.
Keywords: Esgotamento profissional
Burnout professional
Estudantes de medicina
Students medical
Estágio clínico
Clinical clerkship
Ciências médicas
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Saúde da Família
Quote: OLIVEIRA, Suellen Magalhães Dias. Entre o cansaço e a exaustão: percepção dos estudantes de medicina em relação ao Burnout durante o estágio supervisionado. 2019. 59 f. Dissertação (Mestrado em Saúde da Família) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2019. Disponível em: http://doi.org/10.14393/ufu.di.2020.3314.
Document identifier: http://doi.org/10.14393/ufu.di.2020.3314
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/29485
Date of defense: 29-Oct-2019
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Saúde da Família

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EntreCansaçoExaustão.pdfDissertação1.76 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons