Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/29452
ORCID:  http://orcid.org/0000-0001-7684-9084
Document type: Tese
Access type: Acesso Aberto
Title: Uso de Drosophila melanogaster como modelo de doenças neurodegenerativas: de análises transcricionais à avaliação comportamental
Alternate title (s): Drosophila melanogaster model for neurodegenerative diseases
Author: Silva, Jéssica Regina da Costa
First Advisor: Ueira-Vieira, Carlos
First coorientator: Fujimura, Patricia Tieme
First member of the Committee: Pereira, Rodrigo Neves Romcy
Second member of the Committee: Francisco, Flavio de Oliveira
Third member of the Committee: Zanon, Renata Graciele
Fourth member of the Committee: Oliveira Júnior, Luiz Carlos de
Summary: O aumento da incidência de doenças neurodegenerativas é uma preocupação atual, sendo a Doença de Alzheimer inclusive uma das prioridades públicas com o público idoso devido à elevação da expectativa de vida. Nesse contexto, alternativas que possibilitem a compreensão das demências como o Alzheimer e a Demência Frontotemporal são relevantes. O uso de modelo biológico, nesse caso a Drosophila melanogaster, são excelentes aliados para o estudo e acesso do cérebro. Por meio de cruzamentos foram obtidos dois diferentes modelos para estudo das duas demências citadas acima, com enfoque na compreensão das alterações a nível molecular e comportamental. O modelo de Demência Frontotemporal apresenta uma atividade motora alta quando comparada aos seus controles no início de sua vida (até o 5° dia pós eclosão), similar a um dos sintomas em humanos: inquietação. Já o modelo similar ao Alzheimer, apresenta uma queda significante em sua atividade motora por volta de 10 dias pós eclosão, também similar ao esperado. Ambos modelos apresentam um alto índice de neurodegeneração com o passar do tempo, identificado pela histologia. Dada a prioridade pública do Alzheimer, o grupo escolheu esse modelo para análise de RNA-seq durante a fase inicial da progressão da patologia. Obtivemos mais de 1300 transcritos diferencialmente expressos. Ao mapearmos esses transcritos em plataformas como PANTHER, KEGG e GO obtivemos de forma geral as vias, interações e processos alterados pelo nível de transcritos de cada grupo. Dentre eles sete genes foram validados e apresentaram perfil similar ao encontrado no RNA-seq. Desses três genes foram silenciados nos olhos das moscas, sendo que o CG17754 demonstrou alteração morfológica. Nosso trabalho demonstra a eficácia do uso da Drosophila melanogaster como modelo alternativo no estudo de doenças neurodegenerativas, possibilitando a triagem de compostos para tratamento e compreensão dos mecanismos de ação de tais patologias.
Abstract: The incidence of neurodegenerative diseases as Alzheimer's disease being one of the public priorities with the aged public due to the increase in life expectancy. In this context, alternatives that allow the understanding of dementias, such as Alzheimer's and Frontotemporal Dementia, are relevant. The biological model, in this study the Drosophila melanogaster, are excellent tools for the study and access of the brain. These two models used in our research were support for understanding alterations in molecular and behavioral level through crosses. The Frontotemporal Dementia model demonstrates intense motor activity when compared to its controls at the beginning of its life (from eclosion to the fifth day). Model Alzheimer's like showed a decrease activity motor around 10 days post eclosion, similar to that expected. Either models showed high index of neurodegeneration with the time. Due to relevant health public of Alzheimer's, we focus on from analysis this model for RNA-seq during an early stage of pathology progression. We obtained more than 1300 differentially expressed transcripts. When mapping the transcripts in PANTHER, KEGG and GO for identify interactions and processes of each group. The genes were validated in qPCR were similar to found regulated in RNA-seq. Of the three genes silenced by RNA interference in the eyes, only CG17754 showed morphological changes. Our work demonstrating the potential of Drosophila melanogaster as a model in investigation of possible treatment, with the purpose of further in screening of components and enlighten the functioning of neuropathologies.
Keywords: Demências
Doença de Alzheimer
Perfil de transcritos
Dementias
Alzheimer's disease
Transcript profile
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Genética e Bioquímica
Quote: SILVA, Jéssica Regina da Costa. Uso de Drosophila melanogaster como modelo de doenças neurodegenerativas: de análises transcricionais à avaliação comportamental. 2019. 75 f. Tese (Doutorado em Genética e Bioquímica) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia. 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.te.2019.2206
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.te.2019.2206
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/29452
Date of defense: 17-Jul-2019
Appears in Collections:TESE - Genética e Bioquímica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
UsoDrosophilaMelanogaster.pdfTese5.01 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.