Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/29425
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorRosa, Maria do Livramento Gomes-
dc.date.accessioned2020-06-17T02:02:15Z-
dc.date.available2020-06-17T02:02:15Z-
dc.date.issued2020-02-19-
dc.identifier.citationROSA, Maria do Livramento Gomes . Oralidade e ensino: uma proposta de trabalho com o gênero oral público debate nas aulas de Língua Portuguesa. 2020. 194 f. Dissertação (Mestrado profissional em Letras) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2020. Disponível em: http://http://doi.org/10.14393/ufu.di.2020.325 .pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufu.br/handle/123456789/29425-
dc.description.abstractThis research has as its theme the Orality and Teaching: a work proposal with public oral genre: debate in Portuguese Language classes. It was a work developed with ninth grade students of a public state elementary school in the city of Uberlândia/MG. We start from the question that the development of a work, focused specifically on the oral theme, which exposed here, can enable students to reflect on the language and the issues regarding orality. Thus, we propose as main objective: to investigate the applicability of the use of public oral in Portuguese Language classes and its relevance to broaden the argumentative power of students, through the analysis of the debate genre. Hence, we define as specific objectives: to study aspects related to orality: the notions of turn, discursive topic, voice quality, intonation, pauses and politeness; to verify what extent the use of public oral speech, manifested in the debate genre interferes with communicative competence. Besides that, to gather and elaborate material to support the teaching practice concerning the proper aspects of orality; to elaborate and analyze workshops with practices focused on the applicability of the public oral. Finally, to study the speech / writing relationship. Therefore, we chose to work with methodology of workshops, as it has an active character in which participants actively and reflexively appropriate the knowledge now presented in a practical way. After the application of workshops, we proceed to the analysis of the results present in the field notes of the research teacher, recordings of the debates and transcriptions. The analysis of the obtained data was made in the light of Marcuschi (1997,2001, 2003, 2007, 2008, 2008a, 2008b, 2008c), Bakhtin (2003), Dolz, Schneuwly and Haller (2013), Koch (1996, 2008) among others. The results showed that working with public oral genres is viable, especially with the debate genre, which proved to be an instrument capable of improving students' communicative competence in formal contexts. In view of that, it becomes urgent a work, which focuses on oral genres in Portuguese language classes, so that the speaking and writing to be seen from the same value position, increasing the effectiveness of our practices.pt_BR
dc.description.sponsorshipPesquisa sem auxílio de agências de fomentopt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Uberlândiapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.rightsAttribution-NoDerivs 3.0 United States*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/us/*
dc.subjectOralidadept_BR
dc.subjectoralitypt_BR
dc.subjectEnsinopt_BR
dc.subjectTeachingpt_BR
dc.subjectArgumentaçãopt_BR
dc.subjectArgumentationpt_BR
dc.titleOralidade e ensino: uma proposta de trabalho com o gênero oral público debate nas aulas de Língua Portuguesapt_BR
dc.title.alternativeOrality and teaching: a work proposal with the public oral genre debate in Portuguese language classespt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisor1Alves, Marlúcia Maria-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4732998A6&tokenCaptchar=03AHaCkAZV0u1bJf1TrslNvojbpt_BR
dc.contributor.referee1Mesquita, Elisete Maria de Carvalho-
dc.contributor.referee2Goulart, Claudia Morais-
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4485567Z7&tokenCaptchar=03AHaCkAYewyflnxZtzdjBL-A1Xpt_BR
dc.description.degreenameDissertação (Mestrado)pt_BR
dc.description.resumoEsta pesquisa tem como tema Oralidade e Ensino: uma proposta de trabalho com o gênero oral público debate nas aulas de Língua Portuguesa. Foi um trabalho desenvolvido com alunos de nono ano do ensino fundamental de uma escola da rede pública estadual da cidade de Uberlândia/MG. Partimos da questão de que o desenvolvimento de um trabalho voltado especificamente para a temática oral exposta é capaz de possibilitar aos alunos uma reflexão a respeito da língua e das questões que envolvem a oralidade. Destarte, propomos como objetivo principal: investigar a aplicabilidade do uso do oral público nas aulas de Língua Portuguesa e sua relevância para ampliar o poder argumentativo dos alunos por meio da análise do gênero debate. Consequentemente, definimos como objetivos específicos: estudar os aspectos relacionados à oralidade, como as noções de turno, tópico discursivo, qualidade da voz, entonação, pausas, polidez; verificar em que medida o uso do oral público manifestado no gênero debate interfere na competência comunicativa. Além disso, reunir e elaborar material para subsidiar a prática docente concernente aos aspectos próprios da oralidade; elaborar e analisar oficinas com práticas voltadas para a aplicabilidade do oral público; e, por fim, estudar a relação fala/escrita. Para tanto, escolhemos trabalhar com a metodologia de oficinas, pois essa tem um caráter ativo no qual os participantes, de forma ativa e reflexiva, apropriam-se dos conhecimentos ora apresentados de maneira prática. Após a aplicação das oficinas, passamos para a análise dos resultados presentes nas notas de campo da professora-pesquisadora, nas gravações dos debates e em suas transcrições. A análise dos dados obtidos foi feita à luz de Marcuschi (1997, 2001, 2003, 2007, 2008, 2008a, 2008b, 2008c), Bakhtin (2003), Dolz, Schneuwly e Haller (2013), Koch (1996, 2008), dentre outros. Os resultados evidenciaram que o trabalho com os gêneros orais públicos é viável, principalmente com o gênero debate, que se mostrou um instrumento capaz de melhorar a competência comunicativa dos alunos em ambientes formais. À vista disso, se faz emergencial um trabalho voltado para os gêneros orais nas aulas de Língua Portuguesa para que fala e escrita sejam vistas do mesmo lugar valorativo, ampliando a eficácia de nossas práticas.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Letras (Mestrado Profissional)pt_BR
dc.sizeorduration194pt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTESpt_BR
dc.identifier.doihttp://doi.org/10.14393/ufu.di.2020.325pt_BR
dc.orcid.putcode75772506-
dc.crossref.doibatchid8e5689b3-591f-485a-bc06-be3bbfa50eae-
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Letras (Mestrado Profissional)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
OralidadeEnsinoProposta.pdfdissertação3.03 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons