Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/29173
ORCID:  http://orcid.org/0000-0002-1245-0979
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Governança corporativa, estrutura de capital, rating soberano e desempenho da firma: uma análise em níveis multipaís, nacional e regional
Alternate title (s): Corporate governance, capital structure, sovereign rating and firm performance: an analysis at multi-country, national and regional levels
Author: Jesuka, Duterval
First Advisor: Peixoto, Fernanda Maciel
First member of the Committee: Pereira, Vinícius Silva
Second member of the Committee: Kimura, Herbert
Third member of the Committee: Castro, Luiz Ricardo Kabbach de
Summary: Os estudos sobre a teoria da firma mostram que os gestores têm que lidar com os problemas de agência e de assimetria de informação para alinhar seus interesses com os dos acionistas, dos credores e stakeholders, e, ao mesmo tempo manter valorizada a empresa. Considerando as influências dos ambientes interno e externo, este estudo teve por objetivo analisar a relação entre a governança corporativa, estrutura de capital, o rating soberano e o desempenho da firma em níveis multipaís, nacional e regional. Em uma primeira etapa, foi utilizado um modelo de regressão multinível para uma amostra de 823 companhias listadas nas principais bolsas de valores da América Latina no período de 2004 a 2018. Em uma segunda etapa, considerou-se dados de 671 empresas brasileiras listadas na Bolsa Brasil Balcão – B3 e do rating soberano do Brasil entre 2010 e 2017 para analisar o comportamento do desempenho em nível nacional e regional, mais especificamente nas mesorregiões do Triângulo Mineiro e do Alto Paranaíba e do Sul de Goiás. Foi empregado um método de regressão linear com dados em painel. Os resultados do primeiro estudo mostram que o rating soberano influencia positivamente a estrutura de capital e a performance das empresas latino americanas. O tamanho do conselho de administração assim como a dualidade das funções diretor presidente e membro do conselho podem destruir o valor das firmas, enquanto isso, possuir um comitê de auditoria e independente pode aumentar tanto o endividamento quanto o desempenho das mesmas. As evidências encontradas reforçaram a teoria de agência sinalizando que mesmo com a adoção de boas práticas de governança corporativa, quanto mais endividadas são as companhias, menos valorizadas elas são. No segundo estudo, em nível nacional foi encontrado que o tamanho do conselho de administração, a reputação da auditoria e o rating soberano impactam positivamente a alavancagem das empresas brasileiras. O retorno sobre o ativo é influenciado negativamente pela dualidade das funções CEO/Presidente conselho de administração e pelo tamanho do conselho, enquanto o retorno sobre o patrimônio líquido é afetado de forma positiva pela reputação da auditoria, pela concentração de propriedade e controle e pela dualidade do CEO/Presidente conselho. No nível regional, observou-se que as empresas que atuam no TMAP e no Sul de Goiás são mais alavancadas em razão da reputação da auditoria e quando há um outsider no conselho de administração, em contrapartida, a alavancagem diminuiu quando o conselho de administração é grande e quando há concentração de propriedade e controle. Em relação ao desempenho, percebeu-se que para essas companhias, o ROA é influenciado de forma positiva pela reputação da auditoria e pela presença de outsiders no conselho, enquanto a dualidade das funções CEO e presidente do conselho destrói o ROA. O retorno sobre o patrimônio líquido por sua vez aumenta quando há presença de conselheiros profissionais no conselho de administração, e diminui quando há concentração de propriedade e controle.
Abstract: Firm theory studies show that managers have to deal with agency and information asymmetry problems to align their interests with those of shareholders, creditors and stakeholders, while keeping the company valued. Considering the influences of internal and external environments, this study aimed to analyze the relationship between corporate governance, capital structure, sovereign rating and firm performance at multi-country, national and regional levels. In a first step, a multilevel regression model was performed using a sample of 823 Latin American listed companies from 2004 to 2018. In a second step, data from 671 Brazilian listed companies and Brazil's sovereign rating between 2010 and 2017 were considered to analyze the performance behavior at the national and regional levels, more specifically in the Triangulo Mineiro and Alto Paranaíba and southern of Goiás regions. A panel data regression was employed. The results from the first study show that sovereign rating positively impact the capital structure and the performance of Latin American companies. The board size as well as the dual roles of the CEO / Chairman of the board can destroy firm’s value, while having an independent audit committee can increase both their indebtedness and performance. The evidence found reinforced the agency theory signaling that even with the adoption of good corporate governance practices, the more indebted companies are, the less valued they are. In the second study, at the national level we found that the board size, the audit reputation and sovereign rating positively affects the leverage of Brazilian companies. Return on assets was negatively influenced by the dual roles of the CEO / Chairman of the board and the size of the board, the return on equity is positively affected by the reputation of the audit, the concentration of ownership and control and the duality of CEO / Chairman. At the regional level, it was observed that companies that operate in TMAP and South Goiás regions are more leveraged due to the reputation of the audit and when there is an outsider in the board of directors, in contrast, leverage decreases when the board of directors is large and when there is concentration of ownership and control. Regarding to the performance, it was noted that for these companies ROA is positively influenced by the reputation of the audit and the presence of outsiders on the board, while the dual roles of CEO and Chairman can destroy it. Return on equity increases when there are professional directors on the board of directors, and decreases when there is a concentration of ownership and control.
Keywords: Governança Corporativa
Estrutura de Capital
Rating Soberano
Desempenho
América Latina
Regionalidade
Corporate Governance
Capital Structure
Sovereign Rating
Performance
Latin America
Regionality
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Administração
Quote: JESUKA, Duterval. Governança corporativa, estrutura de capital, rating soberano e desempenho da firma: uma análise em níveis multipaís, nacional e regional. 2020. 122 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2020. Disponível em: http://doi.org/10.14393/ufu.di.2020.98
Document identifier: http://doi.org/10.14393/ufu.di.2020.98
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/29173
Date of defense: 27-Feb-2020
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GovernancaCorporativaEstrutura.pdf2.11 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons