Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/29068
ORCID:  http://orcid.org/0000-0002-2871-5484
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Desonestidade acadêmica nos programas de pós-graduação stricto sensu em Ciências Contábeis
Alternate title (s): Academic dishonesty in the Accounting Sciences post graduation strictu sensu programs
Author: Fróes, Regina Cardoso
First Advisor: Silva, Denise Mendes da
Second member of the Committee: Silva, Marli Auxiliadora da
Third member of the Committee: Costa, Flaviano
Summary: O objetivo da pesquisa foi analisar as percepções de discentes e docentes acerca de comportamentos academicamente desonestos em cursos de pós-graduação stricto sensu em Ciências Contábeis. Para alcançar o objetivo foram aplicados dois questionários, os quais foram adaptados dos estudos de Braun e Stallworth (2009) e Oliveira Neto e Chacarolli Júnior (2013), a 86 discentes e 48 docentes que aceitaram participar da pesquisa. Os participantes atribuíram notas aos comportamentos apresentados e penalidades nas diversas situações apresentadas. Foram utilizados testes não paramétricos, como o teste de Mann-Whitney, para analisar as duas amostras, no intuito de comparar as médias entre os dois grupos, e o teste de Wilcoxon para amostras pareadas, para comparar a opinião dos participantes em relação à percepção da opinião do outro grupo. A pesquisa utiliza na análise dos comportamentos desonestos, uma categorização da desonestidade acadêmica proposta por Pavela (1978; 1997): fraude, cola e utilização de material sem autorização do autor; fabricação de informações, referências ou resultados de um estudo; plágio e auxílio a outros estudantes na prática da desonestidade acadêmica, complementada com a categoria reportada por Diniz (2015; 2018) e Frezatti (2018): autoplágio e similaridades em pesquisas. Identificou-se que discentes e docentes possuem percepções diferentes sobre a desonestidade acadêmica na pós-graduação stricto sensu em Ciências Contábeis em três categorias: fraude e cola; auxílio a outros estudantes na prática de desonestidade acadêmica; e autoplágio e similaridades em pesquisas. Em relação às penalidades, foram encontradas diferenças nas cinco categorias reportadas. Verificou-se que os docentes se consideram mais rigorosos que os discentes na avaliação da desonestidade acadêmica e que existe um gap de expectativas na avaliação dos docentes em relação aos discentes, pois o docente espera uma avaliação do discente abaixo daquela realizada pelo discente. O estudo apresenta resultados aderentes com a literatura, exceto na hipótese que os discentes se consideram menos rigorosos na avaliação da desonestidade acadêmica que os docentes, o que não foi confirmado pelos resultados, possivelmente em função do perfil do discente da pós-graduação ser diferente daquele constante no demais estudos que foram realizados na graduação. Além disso, quase todos os programas possuem regulamento ou código disciplinar discente, mas poucos fazem referências aos comportamentos academicamente desonestos e penalidades, como formas instrucionais para a comunidade acadêmica. Os resultados indicam ainda, que o caráter propenso à desonestidade, a pressão por publicação, a falta de punição e a obtenção de melhor desempenho são os fatores que mais motivam a prática de desonestidade acadêmica.
Abstract: The main aim of this research was to analyze the students’ and professors’ perceptions about the dishonest academic behaviors in the Accounting Sciences post graduation strictu sensu courses. To achieve this aim, two questionnaires which were adapted from the studies by Braun e Stallworth (2009) and Oliveira Neto and Chacarolli Júnior (2013) were applied to 86 students and 48 professors who accepted to take part in the research. Non-parametric tests were used, such as the Mann-Whitney test, to analyze the two samples in order to compare the averages between the two groups, and the Wilcoxon test for the paired samples to compare the opinion of the participants regarding the perception of the opinion of the other group. The research used the dishonest behavioral analyzes proposed by Pavela (1978; 1997): fraud, cheating and use of materials without the authors’ authorization, making up information, references or study results; plagiarism and help from other students in the academic dishonesty practices complemented with a category reported by Diniz (2015; 2018) and Frezatti (2018): auto-plagiarism and similarities in the research. It was identified that the students and the professors have different perceptions about academic dishonesty in the Accounting Sciences post graduation strictu sensu program in three categories: fraud and cheating; help to other students in the academic dishonesty practice; and auto-plagiarism and research similarities. Concerning these punishments, differences were found in the five reported categories. It was verified that the professors consider themselves stricter to the students in the academic dishonesty evaluation and that there is a gap in the professors’ evaluation in relation to the students’ ones, since the professor expects that the students have a lower evaluation from the ones they had. The study shows results adherent to the literature, except in the hypothesis that the students consider themselves less strict in the evaluation of the academic dishonesty than the professors, which was not confirmed by the results possibly due to the post-graduation students’ profile be different from the constant one in the other studies carried out in the under-graduation. Besides, almost all the programs have a regulation or a students’ disciplinary code, but few make references to the academically dishonest behaviors and punishments as instructional ways for the academic community. The results still indicate that the character prone to dishonesty, the pressure to publish, the lack of punishment and the achievement of the best performance are the factors that most motivate the academic dishonesty.
Keywords: Desonestidade acadêmica
Academic dishonesty
Penalidades
Pós-Graduação stricto sensu
Contabilidade
Punishments
Post Graduation stricto sensu
Accounting
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::CIENCIAS CONTABEIS
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Ciências Contábeis
Quote: FRÓES, Regina Cardoso. Desonestidade acadêmica nos programas de pós-graduação stricto sensu em Ciências Contábeis. 2020. 121 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2020. Disponível em: http://doi.org/10.14393/ufu.di.2020.346
Document identifier: http://doi.org/10.14393/ufu.di.2020.346
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/29068
Date of defense: 20-Feb-2020
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ciências Contábeis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DesonestidadeAcademicaProgramas.pdf1.31 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.