Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/28993
ORCID:  http://orcid.org/0000-0002-1522-8062
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Metodologias ativas e a aprendizagem significativa: um quase-experimento com alunos da disciplina Análise de Custos
Alternate title (s): Active methodologies and meaningful learning: a quasi-experiment with students from the discipline of Cost Analysis
Author: Rocha Neto, Isolfi Vieira
First Advisor: Leal, Edvalda Araújo
First member of the Committee: Silva, Antônio Carlos Ribeiro da
Second member of the Committee: Pereira, Janser Moura
Summary: O campo de atuação dos profissionais contábeis tem demandado profissionais cada vez mais habilitados a realizar atividades técnicas da profissão, como também que sejam capazes de aprender a aprender e a se adaptar às constantes mudanças que ocorrem na área contábil. Em virtude disso, os professores e os gestores acadêmicos das Instituições de Ensino Superior que oferecem cursos de Ciências Contábeis são desafiados no exercício de sua profissão a avaliar se o processo de ensino-aprendizagem tem possibilitado uma formação adequada para os alunos. Estudos da área de educação contábil têm evidenciado as contribuições das metodologias ativas de ensino para o processo de ensino-aprendizagem, desde melhorias no desempenho acadêmico até o desenvolvimento de competências profissionais. Diante do exposto, o presente estudo buscou analisar se o uso de metodologias ativas na disciplina de Análise de Custos do curso de Ciências Contábeis contribui para uma aprendizagem significativa. A população deste estudo é composta por 87 alunos matriculados na disciplina de Análise de Custos do curso de Ciências Contábeis da Universidade Federal de Uberlândia, ao longo do segundo semestre letivo de 2018, distribuídos em dois turnos: integral e noturno. Para tanto, desenvolveu-se uma pesquisa com abordagem mista. Na Etapa Quantitativa deste estudo, foi utilizado o quase-experimento com um grupo de controle não equivalente com replicação do tratamento experimental. Para isso, foram formados dois grupos amostrais (Grupo Experimental e de Controle) e o tratamento foi conduzido em duas etapas (Primeira e Segunda Etapa Experimental). Aos Grupos Experimentais, os métodos ativos (Storytelling – contar histórias – e Método do caso) foram aplicados, enquanto os métodos de ensino tradicionais (abordagens baseadas na exposição do professor) foram usados nos Grupos de Controle. Na Segunda Etapa Experimental, inverte-se a aplicação da intervenção entre os grupos de modo que o tratamento passou a ser administrado àquela turma que, anteriormente, não o havia recebido. Foram aplicados questionários com o objetivo de identificar o perfil socioeconômico dos alunos, bem como Testes de Conhecimentos para avaliar o desempenho acadêmico. Os dados obtidos por meio dos questionários foram tratados por meio de estatística descritiva e testes de comparações de médias. Finalizadas as Etapas Quase-Experimentais, realizou-se a Etapa Qualitativa, com o propósito de examinar a perspectiva dos alunos acerca do uso das metodologias ativas. Nessa fase, a intervenção foi administrada a ambas as turmas mediante a aplicação do Trabalho de campo. A percepção dos alunos foi coletada por intermédio de entrevistas de grupos focais, realizadas com alunos de ambas as turmas que compõem este estudo. Para interpretar as declarações dos entrevistados, elabora-se a Nuvem de Palavras e procede-se a técnica da análise de conteúdo. O tratamento quantitativo dos resultados dos Testes de Conhecimentos revelou um ganho de desempenho estatisticamente significativo dos alunos submetidos às metodologias ativas. Alinhado a esses resultados, o tratamento qualitativo permitiu identificar os seguintes efeitos decorrentes da aplicação das metodologias ativas: uso de conhecimentos anteriores disponíveis; conteúdo significativo, como também conexão com a realidade vivida pelos alunos; disposição para aprender a aprender; postura ativa na execução das atividades; mais tempo de dedicação aos estudos; menor tensão nos momentos de avaliação; vínculo professor-aluno reforçado; aperfeiçoamento de habilidades relacionadas ao trabalho em equipe. Conclui-se, assim, que as condições necessárias para a ocorrência da aprendizagem significativa (conhecimento prévio disponível; conteúdo potencialmente significativo; disposição em aprender), teorizadas por Ausubel (2000) e Ausubel, Novak e Hanesian (1980), foram criadas quando usadas as metodologias ativas durante a transmissão do conteúdo.
Abstract: The accounting workforce has increasingly demanded skilled professionals to perform technical activities and to be able to learn and adapt to constant changes that occur in the accounting area. As a result, professors and academic managers of Higher Education Institutions offering Accounting courses are challenged to assess whether the teaching-learning process has enabled adequate training for students. Studies on accounting education have shown the contributions of active teaching methodologies to the teaching-learning process, from improvements in academic performance to the development of professional skills. Given this, the present study aimed to analyze whether the use of active methodologies in the discipline of Cost Analysis of the Accounting course contributes to significant learning of students enrolled in this discipline at the Federal University of Uberlândia, over the second academic semester of 2018. To do that, it used a mixed approach. The sample of this study is composed of 87 students, distributed in two groups: full-time shift and night shift. In the quantitative stage of this study, it used a quasi-experiment with a non-equivalent control group with replication of the experimental treatment. For this, two sample groups were formed (Experimental and Control Group) and the data treatment was conducted in two stages (First and Second Experimental Stage). Regarding the Experimental Groups, the active methods (Storytelling and Case method) were applied, while the traditional teaching methods (approaches based on expository methods) were used in the Control Groups. In the Second Experimental Stage, the application of the intervention between the groups is reversed so that the treatment started to be administered to that group that, previously, had not received it. Questionnaires were applied to identify students' socioeconomic profile, as well as Knowledge Tests to assess academic performance. The data obtained through the questionnaires were treated through descriptive analysis and tests of comparisons of means. After the Quasi-Experimental Steps were concluded, the Qualitative Step was carried out to examine the perspective of students on the use of active methodologies. In this phase, the intervention occurred in both classes by applying Fieldwork. The students' perception was collected through focus group interviews, carried out with students from both classes that make up this research sample. To interpret the statements from the interview, a Word Cloud was developed to analyze the content. The quantitative treatment of the results from the Knowledge Test revealed a statistically significant performance gain for students involved in active methodologies. In line with these results, the qualitative analysis made it possible to identify the following effects arising from the application of active methodologies: use of previous available knowledge; meaningful content, as well as connection with the reality experienced by students; willingness to learn how to learn; active posture in the development of activities; more time dedicated to studies; less tension during assessment; reinforced teacher-student bond; improvement of skills related to teamwork. It is concluded, therefore, that the necessary conditions for a significant learning (previous knowledge available; potentially significant content; willingness to learn), theorized by Ausubel (2000) and Ausubel, Novak and Hanesian (1980), were met when the active methodologies were used during the transmission of content in the Cost Analysis discipline.
Keywords: Análise de Custos
Ciências Contábeis
Metodologias Ativas de Ensino
Processo de Ensino-Aprendizagem
Quase-Experimento
Teoria da Assimilação
Cost analysis
Accounting
Active Teaching Methodologies
Teaching-Learning Process
Quasi-Experiment
Assimilation Theory
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::CIENCIAS CONTABEIS
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Ciências Contábeis
Quote: ROCHA NETO, Isolfi Vieira. Metodologias ativas e a aprendizagem significativa: um quase-experimento com alunos da disciplina Análise de Custos. 2020. 98 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2020. Disponível em: http://doi.org/10.14393/ufu.di.2020.207.
Document identifier: http://doi.org/10.14393/ufu.di.2020.207
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/28993
Date of defense: 13-Feb-2020
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Ciências Contábeis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MetodologiasAtivasAprendizagem.pdfDissertação1.92 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons