Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/28916
ORCID:  http://orcid.org/0000-0003-3734-0271
Document type: Tese
Access type: Acesso Embargado
Title: Respostas de besouros Scarabaeinae e formigas a distúrbios em savanas tropicais
Alternate title (s): Responses of Scarabaeinae beetles and ants to disturbances in tropical savannas
Author: Carvalho, Raquel Luiza de
First Advisor: Vasconcelos, Heraldo Luis de
First member of the Committee: Braga, Rodrigo Fagundes
Second member of the Committee: Korasaki, Vanesca
Third member of the Committee: Gonzaga, Marcelo de Oliveira
Fourth member of the Committee: Augusto, Solange Cristina
Summary: Os distúrbios antrópicos são um dos principais agentes de degradação dos ecossistemas, resultando em perdas da biodiversidade, funções ecológicas e serviços ecossistêmicos. Esses distúrbios ocorrem principalmente nos trópicos, por isso as savanas estão entre os ambientes mais ameaçados. O objetivo dessa tese foi compreender o efeito de diferentes distúrbios antrópicos sobre a fauna na savana brasileira e australiana, utilizando os besouros Scarabaeinae e/ou formigas como organismos de estudo. No primeiro capítulo, realizado na savana Brasileira, eu avaliei como a conversão de áreas de savana ou florestais em habitats manejados pelo homem (plantações de eucalipto, pastagens e monocultura de soja) afeta a estrutura funcional da comunidade dos besouros Scarabaeinae. Meus resultados demonstraram que para quase todas as métricas funcionais analisadas, foi encontrado diferenças entre os habitats naturais e os sistemas manejados. Entretanto essas diferenças foram muito mais acentuadas nas comparações que envolveram pastagens e plantações de soja, do que aquelas com as plantações de eucalipto. As comunidades de besouros tanto de savanas quanto de florestas apresentaram respostas bem similares à conversão para áreas de agricultura ou pastagens. Por outro lado, meus resultados indicam que a conversão das áreas naturais em plantações de eucalipto, teve um impacto maior para a comunidade de besouros da floresta, do que para a de savana. No segundo capítulo, realizado em pastagens no Brasil, eu avaliei como besouros, formigas e seus grupos funcionais respondem ao manejo da terra nas pastagens. Também verifiquei quais variáveis ambientais e de manejo melhor predizem as diferentes respostas desses grupos. Meus resultados demonstraram que besouros e formigas apresentaram respostas contrastantes ao manejo das pastagens. A estrutura da vegetação foi o principal direcionador na variação da comunidade de formigas, enquanto a comunidade de besouros respondeu principalmente a frequência no uso de parasiticidas. No terceiro capítulo, eu realizei o primeiro estudo com besouros Scarabaeinae na savana tropical da Austrália, descrevendo a composição de espécies, preferência alimentar e a resposta da comunidade a diferentes regimes de fogo. A fauna amostrada compreendeu somente espécies do gênero Onthophagus, sendo que as fezes de cachorros foi a mais atrativa. A abundância dos besouros foi maior no tratamento com alta severidade do fogo, e foi negativamente correlacionada com a cobertura da vegetação arbórea. De forma geral, os resultados dessa tese sugerem que as mudanças do uso da terra afetam a estrutura funcional dos besouros, especialmente quando as florestas são substituídas por habitats manejados pelo homem. Também verifiquei que besouros e formigas forneceram diferentes indicações do impacto do manejo das pastagens sobre a biodiversidade. Por último, eu evidenciei que o fogo frequente promoveu a abundância de besouros através da manutenção de um ambiente mais aberto. Concluindo, os resultados dessa tese contribuíram para um melhor entendimento de como as comunidades de besouros e formigas são estruturadas e como elas respondem a diferentes impactos antrópicos em regiões tropicais de savanas.
Abstract: Anthropogenic disturbances are one the main agents of ecosystem degradation, resulting in losses of biodiversity, ecological functions and ecosystem services. These disturbances occur mainly in the tropics; therefore, savannas are among the most threatened environments. The aim of this thesis was to understand the effect of different anthropogenic disturbances on the fauna of the Brazilian and Australian savannas, using dung beetles and/or ants as study organisms. In the first chapter, carried out in the Brazilian savanna, I evaluated the extent to which the conversion of savanna and forest areas into other land uses affects the functional structure of dung beetle assemblages. I found that for almost all functional metrics analyzed, there were significant differences between natural and man-managed habitats. However, these differences were much more marked in the comparisons involving pastures and soy plantations than those involving the eucalyptus plantations. Forest and savanna communities showed very similar responses to conversion to agriculture or pastoral lands. In contrast, my results indicate that conversion to tree plantations has a much greater effect on the forest than on the savanna community. In the second chapter, carried out on Brazilian pastures, I evaluated how the responses to pastoral land management vary between dung beetles and ants, and among functional groups within them. Then I evaluated what environmental and management variables best predict different responses. I found that beetles and ants show contrasting responses to pastoral land management. Ant communities are indicating the importance of vegetation structure, while beetles are indicating the impact of frequency of parasiticide use. In the third chapter, I reported on the first ecological study of dung beetles in the Australian tropical savanna, documenting species composition, food preferences and responses to different fire regimes. My samples were comprised entirely of nine native species of Onthophagus, and dog dung was the most attractive bait. Dung beetle abundance was highest under high fire severity and was negatively correlated with the cover of woody vegetation. Overall, the results of this thesis suggest that land-use changes affect the functional structure of beetle assemblages, and are more pronounced when forests are replaced by man-managed habitats. I also found that beetles and ants provide very different indications of the impact of pastoral land management on biodiversity. Finally, I highlighted that frequent fire promoted dung-beetle abundance through the maintenance of an open habitat structure. In conclusion, the results of this thesis contributed to a better understanding of how the communities of beetles and ants are structured and how they respond to different anthropogenic impacts in tropical savanna regions.
Keywords: Distúrbios antrópicos
Anthropogenic disturbances
Mudanças do uso da terra
Land use changes
Pastagem
Pastures
Fogo
Fire
Traços funcionais
Functional traits
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Language: eng
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais
Quote: CARVALHO, Raquel Luiza de. Respostas de besouros Scarabaeinae e formigas a distúrbios em savanas tropicais. 2020. 133 f. Tese (Doutorado em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2020. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.te.2020.43
Document identifier: http://doi.org/10.14393/ufu.te.2020.43
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/28916
Date of defense: 18-Feb-2020
Appears in Collections:TESE - Ecologia e Conservação de Recursos Naturais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RespostasBesourosScarabaeinae.pdf
  Until 2022-02-18
14.51 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.