Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/28825
Document type: Trabalho de Conclusão de Residência
Access type: Acesso Embargado
Title: Sintomas do trato gastrointestinal e modificações alimentares pós-estomia em indivíduos com câncer colorretal
Author: Duarte, Arenamoline Xavier
First Advisor: Pena, Geórgia das Graças
First member of the Committee: Melo, Fernanda Godoi
Second member of the Committee: Ferreira, Isabela Borgues
Summary: Objetivo: Estimar a frequência de sintomas do trato gastrointestinal e modificações alimentares pós-estomia no câncer colorretal. Métodos: Foi realizado um estudo transversal em indivíduos maiores de 18 anos, ambos sexos, colostomizados por câncer colorretal. Dados socioeconômicos, clínicos foram coletados por questionário estruturado. Sintomas do trato gastrointestinal e modificações alimentares foram coletadas a partir do questionário adaptado de City of Hope Quality of Life Colorectal Cancer Tool (COH-QOL-CRC). Resultados: Do total de 64 indivíduos, 51,6% eram mulheres e 68,8% idosos. Entre os sintomas, o mais citado foi flatulência (43,8%), seguido por odor (40,6%). Por esses motivos, os cinco grupos alimentares mais evitados foram os temperos fortes (81,3%), conservas (64,1%), bebidas gaseificadas (56,3%), frutas/frutas cítricas (40,6%) e laticínios (23,4%). Os principais alimentos causadores de sintomas gastrointestinais foram repolho (54,7%), goiaba (32,8%) e mamão (46,9%). Foi observada elevada frequência de mudanças alimentares (51,6%), 34,9% mencionaram planejar/modificar a dieta antes de sair de casa, 31,3% redução da quantidade de alimentos e 17,2% perda de apetite. Conclusão: Foi observada elevada frequência de sintomas do trato gastrointestinal, especialmente flatulência, odor e perda de apetite; bem como de modificações na alimentação pós-estomia, principalmente redução da quantidade de alimentos e de grupos alimentares, como frutas e laticínios. Portanto, pacientes submetidos à estomia necessitam de acompanhamento nutricional periodicamente e individualizado a fim de minimizar os sintomas do trato gastrointestinal e modificações indesejáveis na alimentação, reduzindo o impacto nutricional pós-estomia.
Abstract: Objective: To evaluate the frequency of tract gastrointestinal symptoms and after surgery dietary modifications in individuals with colorectal cancer. Methods: A cross-sectional study was conducted in individuals colostomized due colorectal cancer, over 18 years old, both sexes. Socioeconomic, clinical were obtained by structured questionnaire. Gastrointestinal symptoms and dietary modifications were adapted from City of Hope Quality of Life Colorectal Cancer Tool (COH-QOL-CRC) questionnaire. Results: Of the total 64 individuals, 51,6% were women and 68,8% were over than 60 years old. The symptoms most frequent, reported flatulence (43,8%) and problems with odor of feces (40,6%). Therefore, the five food groups that were most avoided were: strong seasonings (81,3%), canned product (64,1%), carbonated drinks (56,3%), fruits (40,6%) and dairy (23,4%). The main foods causing gastrointestinal symptoms were cabbage (54,7%), guava (32,8%) and papaya (46,9%). Were observed an important frequency of food changes (51,6%), 34,9% mentioned planning/modifying the diet before leaving home, 31,3% reduction food consumption and 17,2% loss of appetite. Conclusion: High frequency of gastrointestinal symptoms (specially flatulence and odor), and dietary food restrictions, (reduced consumption of fruits and dairy) were observed. Therefore, patients submitted to ostomy require periodic, individualized nutritional follow-up in order to minimize gastrointestinal symptoms and undesirable dietary changes, minimizing after surgery nutritional impact.
Keywords: Estomia
Colostomia
Neoplasias colorretais
Comportamento alimentar
Alimentos
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO::ANALISE NUTRICIONAL DE POPULACAO
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Quote: DUARTE, Arenamoline Xavier. Sintomas do trato gastrointestinal e modificações alimentares pós-estomia em indivíduos com câncer colorretal. 2020. 16 f. Trabalho de Conclusão de Residência (Residência Multiprofissional em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2020.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/28825
Date of defense: 19-Feb-2020
Appears in Collections:TCR - Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SintomasTratogastrointestinalModificações.pdf
  Until 2022-02-19
462.08 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons