Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/27573
Document type: Trabalho de Conclusão de Curso
Access type: Acesso Embargado
Title: Avaliação da distensibilidade perineal em mulheres primíparas e sua correlação com a força dos músculos do assoalho pélvico
Author: Vieira, Sayonara Cristina Pereira
First Advisor: Baldon, Vanessa Santos Pereira
Summary: Introdução: Apesar da importância da distensibilidade perineal, pouco é conhecido a respeito dos seus valores em mulheres primíparas e sua relação com outras variáveis musculares. Diante disso, o objetivo deste estudo foi verificar a distensibilidade perineal em gestantes primíparas e a sua correlação com a força dos músculos do assoalho pélvico. Métodos: Estudo observacional, transversal, em que foram incluídas 155 gestantes primíparas com idade gestacional entre 33 e 34 semanas. Para avaliação da distensibilidade perineal foi utilizado o equipamento Epi-No e para a avaliação da capacidade de contração da musculatura do assoalho pélvico o método utilizado foi a palpação digital graduada de acordo com a Escala Modificada de Oxford e a avaliação da pressão de contração por meio do manômetro de pressão Peritron. A correlação entre distensibilidade e contração voluntária máxima foi testada pelo teste de correlação de Pearson e os valores de r foram interpretados de acordo com Weber & Lamb. Resultados: Não foram observadas correlações estatisticamente significativas entre a distensibilidade perineal e a contração voluntária máxima mensurada pela pressão de contração pico (p=0,302, r=0,084) ou média (p=0,278, r=0,088). Conclusão: Gestantes primíparas apresentam valor médio de distensibilidade de 19,2 cm. Não há correlação entre distensibilidade perineal e força muscular do assolho pélvico em gestantes primíparas no terceiro trimestre de gestação.
Abstract: Introduction: Despite the importance of perineal distensibility, little is known about its values in primiparous women and their relationship with other muscle variables. Before that, the purpose of this study was to verify the perineal distensibility in primiparous pregnant women and its correlation with pelvic floor muscle strength. Methods: Observational study, transverse in which they were inclued 155 primiparous pregnant women with gestacional age between 33 and 34 weeks. Perineal distensibility was evaluated using the Epi-No vaginal equipment and for the evaluation of the pelvic floor muscles contraction capacity, the method used for the evaluation was the digital palpation graded according to the Oxford Modified Scale and the evaluation of the contraction pressure was performed with a pressure gauge. The correlation between distensibility and maximal voluntary constraction was tested by Pearson’s correlation test and r values were interpreted according to Weber & Lamb. Results: No statistically significant correlations were observed between perineal distensibility and maximal voluntary contraction measured by peak (p = 0.302, r = 0.084) or mean (p = 0.278, r = 0.088) contraction pressure. Conclusion: Primiparous pregnant women have a mean distensibility value of 19,2 cm. There is no correlation between perineal distensibility and pelvic floor muscle strength in primiparous pregnant women in the third trimester of pregnancy.
Keywords: Assoalho pélvico
Pelvic floor
Fisioterapia
Physiotherapy
Gestantes
Pregnant women
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Quote: VIEIRA, Sayonara Cristina Pereira. Avaliação da distensibilidade perineal em mulheres primíparas e sua correlação com a força dos músculos do assoalho pélvico. 2019. 19 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fisioterapia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2019.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/27573
Date of defense: 22-Nov-2019
Appears in Collections:TCC - Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AvaliacaoDistensibilidadePerineal.pdf
  Until 2021-11-22
505.59 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.