Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/27559
ORCID:  http://orcid.org/0000-0002-1835-5622
Document type: Trabalho de Conclusão de Curso
Access type: Acesso Embargado
Title: Avaliação da qualidade de vida e autoestima de mulheres submetidas à cirurgia oncológica mamária que realizaram tratamento fisioterapêutico
Author: Peres, Alinny Cristiny de Araujo
Silva, Nayara Cunha da
First Advisor: Carvalho, Eliane Maria de
First member of the Committee: Correia, Fernanda Gonçalves
Second member of the Committee: Resende, Ana Paula Magalhães
Summary: Introdução: O câncer de mama é o segundo mais comum entre as mulheres no mundo, sendo que no Brasil acarreta 14.388 mortes/ano. As repercussões do tratamento vão desde alterações de sensibilidade, movimento e postura a disfunções psicológicas, como depressão. O termo qualidade de vida remete a bem-estar, felicidade ou percepção de saúde, já a autoestima é o conjunto de sentimentos e a percepção pessoal construída pelo próprio indivíduo, sendo ambos aspectos essenciais para a saúde mental e para a atenção integral à saúde. Objetivo: Avaliar a qualidade de vida (QV) e autoestima (AE) de mulheres submetidas à mastectomia. Método: Estudo longitudinal e quantitativo analisando a AE pela Escala de Autoestima de Rosenberg e a QV pelos questionários EORTC QLQ-C30/QLQ BR-23 de mulheres operadas antes e após quatro meses de tratamento fisioterapêutico. Foi utilizado software estatístico gratuito SPSS e teste de correlação de Pearson. Resultados: Foram analisadas 30 mulheres com média de idade de 53 anos, aposentadas, casadas, ensino fundamental completo, renda familiar de 1,6 salários mínimos, a maioria operou a mama dominante com cirurgia conservadora, tratadas com quimioterapia associada à radioterapia e o tempo entre diagnóstico e cirurgia foi de 246 dias. Não ocorreu mudança na AE, já a QV apresentou melhora nos dominios fadiga (p=0,041), constipação (p=0,040), função global (p=0,031) e função sexual (p=0,049), e piora nos domínios de perspectiva de futuro (p=0,024) e dificuldade financeira (p=0,036). Quando correlacionado a AE aos domínios da QV, se correlacionaram os itens de fadiga (p=0,008), náusea e vômitos (p=0,027), e diarreia (p= 0,047), e foi encontrada correlação entre o item tempo de diagnóstico e cirurgia (p= 0,033). Conclusão: Podemos concluir nessa amostra, que houve melhora nos quesitos de fadiga, constipação, função global e função sexual, e piora na perspectiva de futuro e dificuldade financeira. Concluímos que quanto menor o tempo que a paciente esperou para ser submetida à cirurgia após o diagnóstico, maior foi a autoestima, e também, quanto maior o nível de fadiga, náusea e vômitos, e diarreia menor foi a autoestima, entretanto, o nível de autoestima dessas mulheres não sofreu alteração entre as duas avaliações.
Keywords: Autoestima
Qualidade de vida
Mastectomia
Questionário
Fisioterapia
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Quote: PERES, Alinny Cristiny de Araujo; SILVA, Nayara Cunha da Silva. Avaliação da qualidade de vida e autoestima de mulheres submetidas à cirurgia oncológica mamária que realizaram tratamento fisioterapêutico. 2019. 35 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fisioterapia)- Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2019.
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/27559
Date of defense: 20-Nov-2019
Appears in Collections:TCC - Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AvaliaçãoQualidadeVida.pdf
  Until 2021-11-20
704.65 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.