Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/27285
ORCID:  http://orcid.org/0000-0001-9430-6454
Document type: Dissertação
Access type: Acesso Aberto
Title: Vivências de luto em famílias acompanhadas por equipes de saúde na atenção primária
Alternate title (s): Living lives in families accompanied by health teams in primary attencion
Vivencias de lucha en familias acompañadas por equipos de salud en la atención primaria
Author: Gonzaga, Rosilene Maria Campos
First Advisor: Silva, Janaína Paula Costa da
First coorientator: Hasse, Mariana
First member of the Committee: Silva, Janaína Paula Costa da
Second member of the Committee: Medeiros, Luciana Fernandes de
Third member of the Committee: Barros, Marcelle Aparecida de
Summary: Este estudo objetivou mapear redes sociais de famílias enlutadas e identificar recursos e lacunas que possam interferir na vivência do luto. Participaram oito famílias com um total de nove enlutados, pertencentes a uma unidade de Atenção Primária de um município do estado de Minas Gerais, que concederam entrevistas semi-estruturadas, com a utilização de um roteiro previamente elaborado e colaboraram para a construção de um mapa de rede social mínimo, conforme proposto por Sluzki. As narrativas foram gravadas, transcritas, textualizadas e trabalhadas por meio de análise de conteúdo. Os resultados indicaram: (a) a família, assim como a espiritualidade são fatores considerados fundamentais pelos enlutados para enfrentar uma perda familiar; (b) a equipe de saúde da família é pouco definida como apoiadora na vivência do luto; (c) os enlutados tem um desejo de falar sobre a perda do familiar; (d) a visita domiciliar favorece o melhor enfrentamento do luto. Assim sendo, os recursos utilizados pelos enlutados foram a família e a espiritualidade e observou-se como lacuna a falta de apoio da Atenção Primária.
Abstract: This study has the purpose of mapping social networks of mourning families to identify resources and gaps that could interfere in the mourning experience. Eight families with a total of nine mourners belonging to a municipality primary care unit in the state of Minas Gerais participated in the study. They gave semi-structured interviews using a previously elaborated script and the construction of a minimum social network map proposed by Sluzki. The stories were recorded, transcribed, textualized and worked through content analysis. The results indicated: (a) the family, as well as spirituality, are factors considered fundamental by the mourners to deal with a family lost; (b) the health team is poorly defined as a supporter of grief; (c) the mourners have a desire to talk about the lost of the relative; (d) the home visit supports a better mourning frontation.Thus, the resources used by the bereaved were family and spirituality, and the lack of support from Primary Care was a shortcoming.
Keywords: Luto
Mapa de Rede Social Pessoal
Profissionais de saúde
Resiliência
Mourning
Health professionals
Map of Personal Social Network
Resilience
Area (s) of CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Uberlândia
Program: Programa de Pós-graduação em Saúde da Família
Quote: GONZAGA, Rosilene Maria Campos. Vivências de Luto em Famílias Acompanhadas por Equipes de Saúde na Atenção Primária. 2019. 75 f. Dissertação (Mestrado em Saúde da Família) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2019.2403
Document identifier: http://dx.doi.org/10.14393/ufu.di.2019.2403
URI: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/27285
Date of defense: 4-Oct-2019
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO - Saúde da Família

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VicenciasLutoFamilias.pdf1.75 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons